Topo
pesquisar

Exercícios sobre Corpos Rígidos

Exercícios de Física

O equilíbrio de corpos rígidos ocorre quando a força resultante que atua no corpo e a soma dos momentos de uma força em relação ao polo forem nulas. Publicado por: Nathan Augusto Ferreira
questão 1

Na figura temos uma barra homogênea AB de peso 80 N, que está em equilíbrio sob ação das forças  e , apoiadas no suporte S, no ponto O. Sendo = 200 N, qual será a intensidade de  e da força normal  exercida pelo suporte S sobre a barra?

(a) 40 N e 320 N

(b) 60 N e 320 N   

(c) 40 N e 200 N   

(d) 50 N e 200 N  

(e) 200 N e 40 N

questão 2

Na figura acima, os dois blocos, A e B, estão em equilíbrio. Calcule a massa do bloco A, sabendo que a massa do bloco B é 5 kg. Considere =10m/s².

questão 3

(UFRS) A figura mostra uma régua homogênea em equilíbrio estático, sob a ação de várias forças. Quanto vale a intensidade da força F, em N?

(a) 1

(b) 2

(c) 2,5

(d) 3

(e) 5

questão 4

(UFPA) Uma barra de secção reta uniforme de 200 kg de massa forma um ângulo de  com um suporte vertical. Seu extremo superior está fixado a esse suporte por um cabo horizontal. Uma carga de 600 kg é sustentada por outro cabo pendurado verticalmente da ponta da barra (ver figura). Qual o valor da componente Fx? )

(g é o módulo da aceleração da gravidade)

respostas
Questão 1

Letra A

Todas as forças que atuam na barra foram colocadas na figura. Como a barra é homogênea, todo o seu peso está em seu centro (centro de gravidade). Agora vamos aplicar as duas condições de equilíbrio.

1º: A soma de todos os momentos deve ser nula. 

Como não sabemos o valor da força , vamos escolher a origem O como nosso centro de rotação, assim o momento de uma força da força  se torna nulo.

Como M = +F.d (se o momento de uma força tende a produzir rotação no sentido anti-horário em volta do polo de origem da rotação) e M = -F.d (se o momento de uma força tende a produzir rotação no sentido horário em volta do polo de origem da rotação),  temos:

MF1 = + F1 .(1) 

MP = - P . (1)

MF2 = - F2 . (3)

Para uma situação de equilíbrio, a soma do momento de todas as forças deve ser igual a zero, lembrando que MFN = 0, pois está no polo de rotação:

MF1 + MP + MF2 + MFN = 0

F1 .(1) - P . (1) - F2 . (3) + 0 = 0

200 . (1) – 80 . (1) - F2 . (3) = 0

200 – 80 – 3F2 = 0

3F2 = 120

F2 = 120/3

F2 = 40 N

Para que a barra esteja em equilíbrio, é necessária outra condição, a resultante das forças também tem que ser nula. Logo:

- F1 - P - F2 + FN = 0

FN = F1 + P + F2

FN = 200 + 80 + 40

FN = 320 N

Voltar a questão
Questão 2

Como os dois blocos estão em equilíbrio, a resultante do momento de todas as forças deve ser nula:

Se a massa de B é 5 kg, seu peso será:

PB=mB  .g
PB=5 .10
PB=50N

Como o torque resultante tem que ser nulo, escolhendo como polo de rotação a origem da figura acima O, temos:

Lembrando que estamos interessados em calcular a massa e não o peso do bloco A, então:

PA=mA  .g
75 = mA   .10
mA=75/10
mA=7,5 kg

 Massa do bloco A é 7,5 kg.

Voltar a questão
Questão 3

Como a régua está em equilíbrio, vamos aplicar a condição de que os momentos resultantes devem ser nulos, tomando como polo de apoio o centro da barra, na posição 15. Logo:

Voltar a questão
Questão 4

Letra E

Observe a figura:

Foram colocadas todas as forças na figura, observe que o peso (200 g) da barra e o peso do bloco (600g) já estão em função da aceleração da gravidade (g), ficando de acordo com as opções de respostas dadas no problema.

Vamos aplicar a condição de equilíbrio de que a soma dos momentos de uma força deve ser nula, tomando como polo o ponto A. Antes de disso, temos que encontrar o valor de Y, que é a distância que separa T do polo.

Sabemos que:

Então:

Aplicando a condição de equilíbrio:

Voltar a questão
Leia o artigo relacionado a este exercício e esclareça suas dúvidas
artigo
relacionado
  • SIGA O BRASIL ESCOLA
Exercícios Brasil Escola