Topo
pesquisar

Exercícios sobre Mortalidade infantil no Brasil

Exercícios de Geografia do Brasil

Teste os seus conhecimentos: Faça exercícios sobre Mortalidade infantil no Brasil e veja a resolução comentada. Publicado por: Wagner de Cerqueria e Francisco
questão 1

Conforme o texto e seus conhecimentos, explique o que é mortalidade infantil e aponte as principais medidas para reduzir o número de óbitos entre as crianças.

questão 2

A taxa de mortalidade infantil no Brasil está em constante declínio e, atualmente, essa média é de 26,3 óbitos a cada mil nascidos vivos. No entanto, em alguns estados brasileiros várias crianças morrem antes de completar 1 ano de vida. Marque a alternativa que corresponde ao Estado no qual a mortalidade infantil atinge o maior número.

a) Sergipe

b) Maranhão

c) Rio Grande do Sul

d) Alagoas

e) Pernambuco
 

questão 3

Marque a alternativa que indica o estado brasileiro com a menor taxa de mortalidade infantil.

a) São Paulo

b) Goiás

c) Santa Catarina

d) Rio Grande do Norte

e) Rio Grande do Sul
 

questão 4

Analise a tabela que expressa a taxa de mortalidade infantil no Brasil e marque (V) para as afirmativas corretas e (F) para as falsas.

a) De 1930 a 2010, o Nordeste foi a Região brasileira que registrou os mais altos índices de mortalidade infantil.

b) Atualmente (2010), a taxa de mortalidade infantil da Região Norte é de 24,2 para cada mil nascidos vivos. Essa média foi atingida pela Região Sul entre 1990 a 2000.

c) Nos últimos 20 anos, o Sudeste conseguiu reduzir a taxa de mortalidade infantil em aproximadamente 50%, se comparado com 1990.

d) A Região Sul sempre apresentou as menores taxas de mortalidade infantil do país.

e) As taxas de mortalidade infantil do Sul e do Sudeste estão abaixo da média nacional, enquanto a taxa do Centro-Oeste está acima da média brasileira.

questão 5

Ainda conforme a tabela, as Regiões brasileiras que possuem a menor e a maior taxa de mortalidade infantil, respectivamente, são:

a) Sudeste e Norte

b) Sul e Centro-Oeste

c) Nordeste e Sul

d) Sudeste e Nordeste

e) Sul e Nordeste
 

respostas
Questão 1

A taxa de mortalidade infantil é calculada através da quantidade de crianças que morrem antes de atingir 1 ano, a cada mil nascidas vivas. Portanto, esse dado é expresso pelo número de óbitos (mortes entre crianças com menos de 1 ano de vida) para cada mil nascidas vivas.

Para que ocorra a redução da mortalidade infantil é de fundamental importância acompanhamento e orientação às gestantes, assistência hospitalar aos recém-nascidos, hospitais estruturados, qualificação dos profissionais da área de saúde, disponibilidade de remédios e vacinas, alimentação adequada, saneamento básico, etc. 
 

Voltar a questão
Questão 2

Alternativa correta: letra “D”.

a) Falso – O estado de Sergipe possui taxa de mortalidade infantil de 32,6 para cada mil nascidos vivos.

b) Falso – Com taxa de mortalidade infantil de 37,9, o Maranhão apresenta o segundo maior índice brasileiro.

c) Falso – O Rio Grande do Sul é o estado brasileiro que detém a menor taxa de mortalidade infantil: 13,1 óbitos a cada mil nascidos vivos.

d) Verdadeiro – A taxa de mortalidade infantil no estado de Alagoas é extremamente alta (48,2 óbitos a cada mil nascidos vivos), sendo superior à média de alguns países africanos, como, por exemplo, a África do Sul, cuja média é 45.

e) Falso – O estado de Pernambuco possui a terceira pior média brasileira de mortalidade infantil: 37,1 para cada mil nascidos vivos.
 

Voltar a questão
Questão 3

Alternativa correta: letra “E”.

a) Falso – São Paulo, com média de 15 óbitos a cada mil nascidos vivos, possui a segunda melhor média nacional de mortalidade infantil.

b) Falso – A taxa de mortalidade infantil no estado de Goiás é de 18,9 óbitos a cada mil nascidos vivos.

c) Falso – Santa Catarina apresenta o terceiro melhor índice de mortalidade infantil: 15,5 para cada mil nascidos vivos.

d) Falso – A taxa de mortalidade infantil no Rio Grande do Norte é elevada: 33,5 óbitos a cada mil nascidos vivos.

e) Verdadeiro – O Rio Grande do Sul é o estado brasileiro que possui a menor taxa de mortalidade infantil – 13,1 óbitos a cada mil nascidos vivos. Essa média se equipara com a de alguns países da Europa, como, por exemplo, a da Bósnia-Herzegovina: 13 para cada mil nascidos vivos.
 

Voltar a questão
Questão 4

a) Falso – O Nordeste só não registrou a mais alta taxa de mortalidade infantil no Brasil na década de 1930. Nesse período o índice nortista foi de 193,3 óbitos a cada mil nascidos vivos, enquanto o Nordeste registrou 193,2.

b) Verdadeiro – A atual taxa de mortalidade infantil da Região Norte é de 24,2 óbitos a cada mil nascidos vivos. Essa média foi obtida pela Região Sul entre as décadas de 1990 a 2000, pois nesse período o Sul conseguiu reduzir sua taxa de 31,2 para 21,0.

c) Verdadeiro – Em 1990, a taxa de mortalidade infantil da Região Sudeste era de 33,6 óbitos a cada mil nascidos vivos. Já em 2010, essa média foi reduzida para 17,1, ou seja, quase a metade (50%) se comparado a 1990.

d) Falso – Na década de 1980, a Região Sudeste obteve a menor média brasileira de mortalidade infantil: 57,0 óbitos a cada mil nascidos vivos. A Região Sul, por sua vez, registrou 58,9.

e) Falso – A atual média de mortalidade infantil do Brasil é de 26,3 para cada mil nascidos vivos. O Centro-Oeste, com média 18,3, está abaixo da média nacional.

Voltar a questão
Questão 5

Alternativa correta: letra “E”.

a) Falso – O Sudeste detém a segunda menor taxa brasileira de mortalidade infantil e o Norte possui a segunda maior.

b) Falso – O Sul possui a menor taxa de mortalidade infantil, entretanto, a Região Centro-Oeste não apresenta o maior índice.

c) Falso – O Nordeste possui a maior taxa de mortalidade infantil e o Sul, a menor. A questão solicita que seja indicada a alternativa que apresenta a seguinte sequência: a menor média e, posteriormente, a maior média. 

d) Falso – O Sudeste apresenta o segundo menor índice brasileiro de mortalidade infantil.

e) Verdadeiro – A Região Sul, com média de mortalidade infantil de 15,6 para cada mil nascidos vivos, detém o menor índice brasileiro desse indicador. O Nordeste, por sua vez, apresenta 34,4 óbitos a cada mil nascidos vivos, sendo a maior média do Brasil.
 

Voltar a questão
Leia o artigo relacionado a este exercício e esclareça suas dúvidas
  • SIGA O BRASIL ESCOLA
Exercícios Brasil Escola