Topo
pesquisar

Exercícios sobre Toyotismo

Exercícios de Geografia

Iniciado a partir da segunda metade do século XX, o Toyotismo surgiu em oposição ao sistema de produção em massa do Fordismo e do Taylorismo. Publicado por: Rodolfo F. Alves Pena
questão 1

_______________ são estratégias desenvolvidas para conduzir o comportamento da indústria, visando maximizar os lucros e melhorar o desempenho da atividade industrial na economia. O _____________ consolidou-se no Japão após a Segunda Guerra Mundial e, depois, difundiu-se em todo mundo, tendo como papel a substituição do _______________ e a realização do trabalho compulsório e repetitivo pela adequação da produção conforme a demanda e a flexibilização das funções do trabalhador.

A alternativa que possui as expressões que completam a lacuna do texto é:

a) Técnicas de venda, toyotismo, volvismo.

b) Modos de Produção, fordismo, taylorismo.

c) Sistemas econômicos, taylorismo, toyotismo.

d) Modos de Produção, toyotismo, fordismo.

e) Sistemas econômicos, volvismo, fordismo.

questão 2

A acumulação flexível, da qual resulta o sistema de produção toyotista, caracteriza-se por:

a) divisão do trabalho no maior número de trabalhadores possíveis

b) produção em massa

c) realização de várias funções por um mesmo trabalhador

d) fortalecimento dos sindicatos e leis trabalhistas

e) diminuição do processo de terceirização da produção.

questão 3

Leia o texto abaixo:

A eterna busca por reduzir custos pode levar o gestor a um dilema: centralizar os estoques e reduzi-los ou manter estoques descentralizados privilegiando a velocidade da operação em detrimento dos custos.

Para empresas que têm múltiplas unidades, fica o dilema, se estoque é custo e reduzir estoques significa colocar mais dinheiro no caixa, o ideal é sempre reduzi-los, portanto, centralizar é melhor, mas a centralização aumenta o risco de ruptura e pode até parar a operação, então, descentralizar é melhor, porém esta ação pode aumentar os estoques e, consequentemente, os custos, o que fazer?

GRONSKI, Augusto. Estoques: centralizar ou descentralizar? Portal Administradores, 17 de abril de 2013. Disponível em: Administradores.com

A prática mencionada no texto de reduzir os estoques é operacionalizada pelas indústrias, que produzem apenas a quantidade de um dado produto de acordo com a demanda referente a ele. Tal prática é denominada por:

a) Oferta pela demanda

b) Redução de estoque

c) Timely delivery

d) Just in Time

e) Entrega sob pedido

questão 4

(UTFPR – com adaptações)

“Os movimentos que vêm modificando as relações de trabalho guardam relação com a implantação de um novo padrão de acumulação (com raízes no chamado toyotismo), que teve lugar no Brasil especialmente a partir dos anos 90, em paralelo com a intensificação da abertura comercial e financeira. A exposição da economia à competição internacional contribuiu para a incorporação de processos de reestruturação produtiva, os quais flexibilizaram o mercado de trabalho – aumentando a liberdade dos empregadores na contratação e demissão de mão de obra – e introduziram novas tecnologias que tornaram obsoletos certos postos de trabalho.”

PINHEIRO, A lessandro Maia; ÁLVARO, Maria Angela Gemaque. Informalidade na região metropolitana de Belém.

Em relação às consequências do processo descrito no texto, assinale a única alternativa INCORRETA.

a) A flexibilização do mercado de trabalho obriga a PEA a ter maior nível de especialização, exigência dos melhores empregos no setor terciário.

b) A perda dos cargos industriais para a automação sempre resultou na criação de um número maior de postos de trabalho que o de desempregados.

c) Em países emergentes à liberação da mão de obra da indústria somou-se a PEA que vem do campo em função da crescente mecanização rural.

d) Nos países desenvolvidos promoveu a migração da População Ativa para o setor terciário, que hoje emprega a maior parte da população adulta.

questão 5

(UFSC - adaptada)

Como resposta à crise do fordismo, as empresas passaram a introduzir equipamentos tecnologicamente cada vez mais avançados e novos métodos de organização da produção, como o toyotismo. As várias mudanças implantadas no sistema produtivo e nas relações de trabalho, particularmente nos países desenvolvidos, ficaram conhecidas como produção flexível e serviram para dar continuidade à acumulação capitalista.

(Adaptado de MOREIRA, João Carlos, SENE, Eustáquio de. Geografia para o ensino médio: Geografia geral e do Brasil. São Paulo: Scipione, 2002, p. 293).

Assinale a(s) proposição(ões) CORRETA(S) quanto ao assunto abordado no texto acima.

( ) O desemprego conjuntural é provocado apenas pelo desenvolvimento de novas tecnologias, que extinguem muitos postos de trabalho.

(  ) O toyotismo propunha uma intensificação da divisão do trabalho, fracionando as etapas do processo produtivo.

(  ) O desenvolvimento da produção flexível tem gerado novos processos produtivos. A palavra de ordem passa a ser competitividade.

(  ) A redução de estoques e a racionalização do fluxo de insumos nas fábricas reduzem os custos porque diminuem o volume de capital imobilizado em estoques.

(  ) A padronização das peças e a fabricação de um único produto em grande escala são alguns dos princípios fundamentais do fordismo.

respostas
Questão 1

As estratégias que procuram guiar o ritmo e as características da produção são chamadas de Modos de Produção.

O modo de produção elaborado no Japão caracterizado pela flexibilização da produção é o toyotismo.

O modo de produção predominante até a ascensão do toyotismo e que fora substituído por ele, caracterizado pela produção em massa, é o fordismo.

Portanto, a questão a ser assinalada é a letra d.

Voltar a questão
Questão 2

A acumulação flexível, como o próprio nome sugere, caracteriza-se pela flexibilidade da produção. Ao contrário do regime produtivo fordista, o trabalhador não necessariamente realiza uma única função repetitivamente durante a produção. Um mesmo empregado tem de ter o conhecimento de todo ou da maior parte do processo produtivo e dispor de várias funções. Tal característica está diretamente associada ao processo de precarização do trabalho e das leis trabalhistas, bem como à intensificação de terceirizações constantes da produção.

Portanto, a alternativa correta é a letra C.

Voltar a questão
Questão 3

A prática industrial, própria do modo de produção toyotista, caracterizada pela produção de produtos obedecendo à demanda, é chamada de just in time, que, em tradução livre, significa “em cima da hora”.

Portanto, letra d.

Voltar a questão
Questão 4

a) Correta – os empregos no mercado de trabalho, com a flexibilização da produção, caracterizam-se por estarem centrados no setor terciário (comércio e serviços) e por exigirem um determinado grau de capacitação profissional.

b) Incorreta – na verdade, o número de trabalhadores desempregados é bem maior que o número de postos de trabalhos. O que ocorre é que parte dessa população sem emprego não possui especializações suficientes para ocupar determinados postos de trabalho que permanecem vagos.

c) Correta – nos países emergentes, observa-se o processo de diminuição e alta qualificação das vagas de emprego e o aumento da massa de trabalhadores que surgem graças ao êxodo rural.

d) Correta – a terciarização da economia (predomínio do setor terciário) ocorreu em virtude da flexibilização da produção nos países desenvolvidos. Tal processo vem sendo observado também em muitos países emergentes.

Voltar a questão
Questão 5

(F) – O desemprego causado pelo desenvolvimento de tecnologias que substituem o homem pela máquina é o desemprego estrutural e não o conjuntural.

(F) – No toyotismo, a proposição foi a minimização da divisão do trabalho e não a sua ampliação, haja vista que o mesmo funcionário tende a realizar várias funções nesse sistema produtivo.

(V) – Com a implantação da produção flexível, as vagas de emprego passaram a ser mais escassas e também passaram a requisitar um maior grau de qualificação profissional, o que aumenta a competitividade.

(V) – Na acumulação flexível, o objetivo da redução de estoques é justamente a redução de investimentos em matéria-prima (insumos) e a diminuição da quantidade de produtos estocados que não geram lucro (capital imobilizado).

(V) – Em oposição ao toyotismo, o fordismo caracteriza-se pela produção em massa de mercadorias, que são estocadas e armazenadas em larga escala.

Voltar a questão
Leia o artigo relacionado a este exercício e esclareça suas dúvidas
  • SIGA O BRASIL ESCOLA
Exercícios Brasil Escola