Topo
pesquisar

Exercícios sobre Período Joanino

Exercícios de História do Brasil

Teste os seus conhecimentos: Faça exercícios sobre o Período Joanino e veja a resolução comentada. Publicado por: Rainer Gonçalves Sousa
questão 1

Quais eram as determinações dos Tratado de Aliança e Amizade e Tratado do Comércio e Navegação, assinados em 1810, pelo príncipe dom João VI?

questão 2

Qual o significado da abertura dos portos para o pacto colonial existente entre Portugal e o Brasil?

questão 3

Estabeleça três medidas reformadoras desenvolvidas por Dom João VI, no Rio de Janeiro.

questão 4

Quais os objetivos de d. João VI no envolvimento em conflitos militares na Guiana Francesa e na região da Cisplatina?

questão 5

(FGV)

A instalação da Corte portuguesa no Rio de Janeiro, em 1808, representou uma alternativa para um contexto de crise política na Metrópole e a possibilidade de implementar  as  bases  para  a formação de um  império  luso-brasileiro na  América.  Das alternativas abaixo, assinale aquela que NÃO diz respeito ao período joanino.

a) Ocupação da Guiana Francesa e da Província Cisplatina e sua incorporação ao
Império Português, como resultado da política externa agressiva adotada por D. João.
b) Abertura dos portos da Colônia às nações aliadas de Portugal, como a Inglaterra, dando início a uma fase de livre-comércio.

c) Ocorreu uma inversão da relação entre metrópole e colônia, já que a sede política do império passava do centro para a periferia.

d) Atendeu às exigências do comércio britânico, que conseguiu isenções alfandegárias.

e) Ocorreu a Revolução Pernambucana de1817, que defendia o separatismo com o governo republicano e a manutenção da escravidão.

 

respostas
Questão 1

Segundo estes acordos, o Brasil passaria a ter liberdade para comercializar com qualquer nação do mundo através da abertura de seus portos. Sob esse aspecto, o tratado concedia taxas preferenciais aos ingleses por conta do auxílio que este país prestou na fuga de Portugal para as terras brasileiras. Além disso, Portugal tomaria outras ações que permitissem o fim gradual da escravidão em terras brasileiras.

Voltar a questão
Questão 2

Do ponto de vista prático, a abertura dos portos brasileiros não permitiu somente a chegada de um maior volume de produtos manufaturados ao Brasil. A possibilidade de empreender relações comerciais com qualquer nação do mundo significava a chance de se inserir definitivamente no sistema econômico capitalista através da quebra do pacto colonial.

Voltar a questão
Questão 3

Na condição de morada da Corte, a cidade do Rio de Janeiro teve o seu cenário transformado com a criação da Biblioteca Nacional, a construção do Jardim Botânico e o surgimento de várias casas de comércio que atendiam o gosto refinado dos cortesãos vindos diretamente da Europa.  Ao longo do tempo, essas mudanças quebravam com aquela antiga imagem de colônia que diferia o Brasil do espaço metropolitano. 

Voltar a questão
Questão 4

A invasão da Guiana Francesa, ao norte, funcionava como uma espécie de represália do governo de Portugal contra a invasão das tropas napoleônica ao território português. Na região da Cisplatina, a presença de tropas lusitanas tinha por objetivo evitar que Napoleão Bonaparte tivesse condições de acessar a região do Prata e desse modo acessar as riquezas disponíveis nessa parcela do continente americano. 

Voltar a questão
Questão 5

Letra D. A abertura dos portos brasileiros não foi acompanhada pelo oferecimento de isenção impostos a Inglaterra. Na verdade, os ingleses foram beneficiados com o pagamento de uma taxa preferencial, menor em relação à de outros países que poderiam comercializar com o Brasil.

Voltar a questão
Leia o artigo relacionado a este exercício e esclareça suas dúvidas
artigo
relacionado
  • SIGA O BRASIL ESCOLA
Exercícios Brasil Escola