Topo
pesquisar

Exercícios sobre a colonização inglesa

Exercícios de História

Realizada tardiamente em relação aos processos espanhol e português, a colonização inglesa revestiu-se de características distintas, principalmente na economia e na religião. Publicado por: Tales dos Santos Pinto
questão 1

(PUC-RJ) A fundação da Virgínia e da Nova Inglaterra, no início do século XVII, fez a Inglaterra adentrar a disputa colonial no Novo Mundo. Nos vastos domínios dos impérios ibéricos nas Américas, foram produzidas sociedades muito diversas e complexas – por exemplo, as do V.R. da Nova Espanha, as da região caribenha e as do V.R. do Peru. Entretanto, também nas colônias britânicas, desde a sua formação, fortes diferenças acabaram forjando sociedades bem diversas. Essa diversidade foi expressão de vários fatores, entre eles estão:

I – O fato de os propósitos das Companhias de Comércio de Londres e de Plymouth terem sido radicalmente distintos, tal como as populações que transportaram para a América.

II – O predomínio dos interesses mercantis e escravistas nas colônias da Virgínia, ao sul, contrastando com as motivações de ordem mais religiosa e política dos puritanos que orientaram a ocupação das colônias ao norte.

III – A dificuldade de a Igreja Anglicana fazer valer a sua autoridade e administração nas colônias do norte, berço da intolerância religiosa, loci de separatistas religiosos – dos congregacionistas, presbiterianos, batistas e anabatistas etc.

IV – A decisão prévia do Rei James I de oferecer colônias particulares a donatários ou proprietários – como William Penn e Lord Baltimore – na região das Colônias do Meio.

Assinale a alternativa CORRETA:

(A) I e II estão corretas.

(B) III e IV estão corretas.

(C) II e IV estão corretas.

(D) II e III estão corretas.

(E) I e IV estão corretas

questão 2

(PUC-RJ) “Para o progresso do armamento marítimo e da navegação, que sob a boa providência e proteção divina interessam tanto à prosperidade, à segurança e ao poderio deste reino [...], nenhuma mercadoria será importada ou exportada dos países, ilhas, plantações ou territórios pertencentes à Sua Majestade, ou em possessão de Sua Majestade, na Ásia, América e África, noutros navios senão nos que [...] pertencem a súditos ingleses [...] e que são comandados por um capitão inglês e tripulados por uma equipagem com três quartos de ingleses [...], nenhum estrangeiro [...] poderá exercer o ofício de mercador ou corretor num dos lugares supracitados, sob pena de confisco de todos os seus bens e mercadorias [...]”.

Segundo Ato de Navegação de 1660. In: Pierre Deyon. O mercantilismo. São Paulo: Perspectiva, 1973, p. 94-95.

Por meio do Ato de Navegação de 1660, o governo inglês:

  1. estabelecia que todas as mercadorias comercializadas por qualquer país europeu fossem transportadas por navios ingleses.
  2. monopolizava seu próprio comércio e impulsionava a indústria naval inglesa, aumentando ainda mais a presença da Inglaterra nos mares do mundo.
  3. enfrentava a poderosa França retirando-lhe a posição privilegiada de intermediária comercial em nível mundial.
  4. desenvolvia a sua marinha, incentivava a indústria, expandia o Império, abrindo novos mercados internacionais ao seu excedente agrícola.
  5. protegia os produtos ingleses, matérias-primas e manufaturados, que deveriam ter sua saída dificultada, de modo a gerar acúmulo de metais preciosos no Reino inglês.
questão 3

Observe as duas imagens abaixo:

  1. Selo em comemoração ao Mayflower
    Crédito da Imagem: Steve Mann e Shutterstock.com

II) Dia de Ação de Graças, de Jean Leon Gerome Ferris (1863-1930)

Utilizando seus conhecimentos sobre o processo de colonização inglesa das Américas, é possível afirmar que:

  1. A imagem I representa a chegada dos puritanos ingleses ao norte do continente americano, e a imagem II indica que desde o início até os dias atuais a relação dos colonos britânicos com os indígenas norte-americanos foi sempre pacífica.
  2. A imagem I possibilita afirmar que o processo inicial de colonização realizada por ingleses é semelhante ao realizado, por exemplo, pelos portugueses na América, estimulando o deslocamento de famílias inteiras com o objetivo de formar povoados e não tanto a agricultura de exportação.
  3. A imagem II é uma representação do primeiro Dia de Ação de Graças, festa tradicional estadunidense, iniciada nos primórdios da colonização e comemorada até os dias atuais, cuja realização busca agradecer aos bons acontecimentos do ano.
  4. Tanto a imagem I quanto a imagem II são falsas idealizações do processo colonizador inglês na América, pois houve exclusivamente uma colonização baseada na monocultura e na escravidão, como nos espaços americanos controlados por espanhóis e portugueses.
questão 4

Observe as colunas abaixo.

I) Colônias do Norte

a) Monocultura baseada em produtos tropicais de exportação para a Europa e utilização de força de trabalho escrava africana.

II) Colônias Centrais

b) Caracterizada pela policultura e pela produção manufatureira, fomentando o mercado interno.

III) Colônias do Sul

c) Dinamismo econômico, com importantes centros comerciais, aliados a uma tolerância religiosa.

Qual das alternativas abaixo relaciona corretamente as duas colunas?

  1. I-b; II-c; III-a.
  2. I-b; II-a; III-c.
  3. I-c; II-b; III-a.
  4. I-a; II-b; III-c.
questão 5

Os calvinistas que habitavam a Inglaterra foram os primeiros a se deslocarem para a América do Norte para povoá-la e colonizá-la, fugindo da perseguição religiosa decorrente da criação do anglicanismo. Qual o outro nome pelo qual os calvinistas ingleses eram conhecidos?

  1. Huguenotes
  2. Quackers
  3. Anabatistas
  4. Puritanos
  5. Mórmons
respostas
Questão 1

Letra C. A diferença nos objetivos econômicos e políticos no sul e norte das colônias inglesas foi caracterizada pelo fato de no sul o trabalho escravo ser utilizado nas grandes fazendas de monocultura, e no norte haver a pequena propriedade e uma maior liberdade religiosa e política, não ocorrendo escravismo em larga escala. A destinação de colônias a particulares resultou também na criação de diversidade na sociabilidade dos habitantes das colônias do meio.

Voltar a questão
Questão 2

Letra B. As demais estão incorretas pelos seguintes motivos. A letra “a” refere-se às mercadorias de todos os países, mas o Ato referia-se aos produzidos na Inglaterra. A letra “c” está incorreta porque o enfrentamento à época era com a Holanda e não com a França. A letra “d” está errada porque o objetivo era o de não escoar o excedente agrícola. E a letra “e” é falsa também porque o objetivo do Ato era estimular o escoamento dos produtos manufaturados e não dificultar.

Voltar a questão
Questão 3

Letra C. As imagens retratam dois momentos da colonização inglesa. A imagem I refere-se à saída dos puritanos ingleses rumo à América, fugindo da perseguição religiosa e em busca da construção de uma sociedade onde poderiam professar sua fé. A imagem II é uma representação do Dia de Ações de Graças, festa tradicional estadunidense. Apesar de evidenciar uma confraternização com os indígenas, estes últimos foram praticamente exterminados pelos colonos ingleses durante a colonização, o que invalida a opção a. O deslocamento de famílias para um povoamento não pautado na exportação de gêneros agrícolas não ocorreu na América portuguesa, tornando incorreta a opção b. A colonização inglesa utilizou tanto a colonização baseada em pequenas propriedades e produção para o mercado interno, no Norte, quanto a produção em fazendas de monoculturas agrícolas, no Sul, invalidando a opção d.

Voltar a questão
Questão 4
Questão 5

Letra D. Os puritanos fixaram-se nas colônias do Norte, formando a Nova Inglaterra.

Voltar a questão
Leia o artigo relacionado a este exercício e esclareça suas dúvidas
artigo
relacionado
  • SIGA O BRASIL ESCOLA
Exercícios Brasil Escola