Topo
pesquisar

Exercícios sobre descolonização Afro-asiática

Exercícios de História

Analisar o contexto da Guerra Fria é importante para fazer os exercícios sobre descolonização Afro-asiática. Publicado por: Tales dos Santos Pinto
questão 1

(FGV-RJ) Leia o trecho da canção abaixo para responder à questão:

Até que a filosofia que sustenta uma raça

Superior e outra inferior

Seja finalmente e permanentemente desacreditada e abandonada,

Haverá guerra, eu digo, guerra.

(...)

Até que os regimes ignóbeis e infelizes,

Que aprisionam nossos irmãos em Angola, em Moçambique,

África do Sul, em condições subumanas,

Sejam derrubados e inteiramente destruídos, haverá

Guerra, eu disse, guerra.

(...)

Até esse dia, o continente africano

Não conhecerá a paz, nós, africanos, lutaremos,

Se necessário, e sabemos que vamos vencer,

Porque estamos confiantes na vitória

Do bem sobre o mal,

Do bem sobre o mal...

War. Bob Marley, 1976.

A canção War foi composta por Bob Marley a partir do discurso pronunciado pelo imperador da Etiópia, Hailé Selassié (1892-1975), em 1936, na Liga das Nações. As ideias do discurso, presentes na letra da canção acima, estão associadas:

a) Ao darwinismo social, que propunha a superioridade africana sobre as demais raças humanas.

b) Ao futurismo, que consagrava a ideia da guerra como a higiene e renovação do mundo.

c) Ao pan-africanismo, que defendia a existência de uma identidade comum aos negros africanos e a seus descendentes.

d) Ao sionismo, que defendia que o imperador Selassié era descendente do rei Salomão e da rainha de Sabá e deveria assumir o governo de Israel.

e) Ao apartheid, que defendia a superioridade branca e a política de segregação racial na África do Sul.

questão 2

(UFSM-RS) "A primeira coisa, portanto, é dizer-vos a vós mesmos: Não aceitarei mais o papel de escravo. Não obedecerei às ordens como tais, mas desobedecerei quando estiverem em conflito com a minha consciência. O assim chamado patrão poderá sussurrar-vos e tentar forçar-vos a servi-lo. Direis: Não, não vos servirei por vosso dinheiro ou sob ameaça. Isso poderá implicar sofrimentos. Vossa prontidão em sofrer acenderá a tocha da liberdade que não pode jamais ser apagada." (Mahatma Gandhi)

In: MOTA, Myriam; BRAICK, Patrícia. História das cavernas ao Terceiro Milênio. São Paulo: Moderna, 2005. p.615.

“Acenderá a tocha da liberdade que não pode jamais ser apagada” são palavras de Mahatma Gandhi (1869-1948) que, no contexto da Guerra Fria, inspiraram movimentos como

a) o acirramento da disputa por armamentos nucleares entre os EUA e a URSS, objetivando a utilização do arsenal nuclear como instrumento de dissuasão e amenização das disputas.

b) a reação dos países colonialistas europeus visando a diminuir o poder da Assembleia Geral da ONU e reforçar o poder do Secretário-Geral e do Conselho de Segurança.

c) as concessões unilaterais de independência às colônias que concordassem em formar alianças econômicas, políticas e estratégicas com suas antigas metrópoles, como a Comunidade Britânica de Nações e a União Francófona.

d) o reforço do regime de “apartheid” na África do Sul que, após prender o líder Nelson Mandela e condená-lo à prisão perpétua, procurou expandir a segregação racial para os países vizinhos, como a Rodésia e a Namíbia.

e) o não alinhamento político, econômico e militar aos EUA ou à URSS, decisão tomada pelos países do Terceiro Mundo reunidos na Conferência de Bandung, na Indonésia. 

questão 3

A utilização maciça de desfolhantes “pretendia arrasar a cobertura vegetal, para impedir que o adversário se camuflasse, e destruir as colheitas para matar de fome as populações e os combatentes. O segundo objetivo era explícito: como as operações de guerrilha dependiam estreitamente das colheiras locais para seu abastecimento, os agentes antiplantas possuíam um elevado potencial ofensivo para destruir ou limitar a produção de alimentos.”

GRENDEU, Francis. Quem Faz as guerras químicas. Le Monde Diplomatique, 1º janeiro de 2006.

O texto acima se refere a táticas utilizadas em uma guerra inserida no contexto da Descolonização Afro-asiática. À qual conflito se refere o texto?

a) A guerra de independência da Indonésia.

b) A guerra pela libertação da Argélia.

c) A guerra do Vietnã.

d) A guerra separatista do Congo.

e) A luta pela formação do Estado Palestino.

questão 4

Leia abaixo um trecho de entrevista dada pelo militante Henri Alleg sobre seu livro “A Questão”, referente à prisão e às torturas sofridas durante a luta pela independência da Argélia contra a França.

O aparecimento do livro em 1958 desencadeou a fúria das autoridades francesas. Daí a decisão de o apreender. Nesse tempo, polícias e CRS chegaram de repente, no meio da noite, à prisão de Barberousse. Começaram com um aviso: “Tudo em pelo!”. Havia na prisão umas salas comportando, em geral, uma centena de prisioneiros, e células individuais projectadas para uma pessoa, mas abarrotando de vários detidos. Eu estava com dois amigos. Os polícias fizeram sair primeiro os presos das salas. Os tipos saíram nus para o pátio com uma coberta pelas costas. Quanto aos outros presos, eles alinharam-nos no corredor que dava para as celas, com as mãos no ar, apoiando-se contra as paredes. Eu também fiquei assim, com as mãos no ar. Enquanto isso, equipes especiais de polícias em uniformes pretos, metralhadoras à bandoleira, esvaziavam as celas. Estavam à procura de documentos. Cada um de nós tinha cartas, dirigidas às famílias ou advogados. Eles levaram tudo. (...) Atrás de mim, ouvi um argelino que, em voz baixa, questionou o raid. Eu disse-lhe que eles tinham apreendido os documentos. Ele respondeu, rindo baixinho: “Talvez eles busquem uma segunda pergunta (Question).” Ele não sabia quem eu era. Isso tem-me inspirado. Ele tinha aprendido, por meio de seu advogado, que este testemunho fazia uma algazarra dos diabos lá fora.

(Retirado de Humanite.fr )

A Argélia conseguiu sua independência em 1962, após uma sangrenta luta contra os franceses. Outros países de colonização francesa conseguiram uma independência negociada e foram incluídos na chamada Comunidade Francesa, excetuando:

a) República dos Camarões.

b) Senegal.

c) Máli.

d) Madagascar.

e) Guiné.

respostas
Questão 1

Letra C. O Pan-Africanismo foi uma ideologia surgida em alguns setores de sociedades de vários países africanos que expressava uma tentativa de unificar as populações do continente em torno de uma identidade comum.

Voltar a questão
Questão 2

Letra E. A luta pela descolonização e pela independência dos países africanos e asiáticos resultou também na oposição às políticas imperialistas tanto dos EUA quanto da URSS, dando origem ao chamado movimento dos Países Não Alinhados, que envolvia o chamado Terceiro Mundo.

Voltar a questão
Questão 3

Letra C. Foi na guerra do Vietnã que os EUA utilizaram uma grande quantidade de armas químicas para tentar derrotar a guerrilha que eles enfrentavam. Apesar de todas as atrocidades cometidas, os vietnamitas conseguiram vencer os estadunidenses.

Voltar a questão
Questão 4

Letra E. O Guiné opôs-se à participação na Comunidade Francesa, pois tal participação manteria os laços de dominação criados durante a colonização.

Voltar a questão
Leia o artigo relacionado a este exercício e esclareça suas dúvidas
  • SIGA O BRASIL ESCOLA
Exercícios Brasil Escola