Topo
pesquisar

Exercícios sobre Formação da Monarquia Nacional Francesa

Exercícios de História

Por meio destes exercícios sobre Formação da Monarquia Nacional Francesa, você pode avaliar seus conhecimentos sobre o início do absolutismo francês. Publicado por: Cláudio Fernandes
questão 1

(FGV) Sobre a formação do absolutismo na França, é incorreto afirmar que:

a) seus antecedentes situam-se, também, nos reinados de Felipe Augusto, Luís IX e Felipe IV, entre os séculos XII e XIV.

b) fez-se necessária nesse processo a centralização dos exércitos, dos impostos, da justiça e das questões eclesiásticas;

c) a abolição da soberania dos nobres feudais não teve um importante papel nesse contexto;

d) a Guerra dos Cem Anos foi fundamental nesse processo;

e) durante esse processo que a aliança com a burguesia fez-se necessária para conter e controlar a resistência de nobres feudais.

questão 2

(Fatec- SP) "A França é uma monarquia. O rei representa a nação inteira, e cada pessoa não representa outra coisa senão um só indivíduo ante o rei. Em consequência, todo poder, toda autoridade, reside nas mãos do rei, e só deve haver no reino a autoridade que ele estabelece. Deve ser o dono, pode escutar os conselhos, consultá-los mas deve decidir. Deus que fez o rei dar-lhe-á as luzes necessárias, contanto que mostre boas intenções" (Luiz XIV - "Memórias sobre a Arte de Governar"). Podemos caracterizar o absolutismo monárquico posto em prática nos países europeus durante a Idade Moderna como:

a) uma aliança entre um monarca absolutista e a burguesia mercantil, a fim de dominar e excluir o poder da nobreza.

b) uma aliança bem-sucedida entre a burguesia e o proletariado.

c) uma forma de governo autoritária, cujo poder está centralizado nas mãos de uma pessoa que exerce todas as funções do Estado.

d) um sinônimo de tirania exercida pelo monarca sobre seus súditos.

e) um poder total concentrado nas mãos da nobreza, no qual cabia aos juízes e deputados a tarefa de julgar e legislar.

questão 3

Qual importância teve a criação da Assembleia dos Estados Gerais por Felipe IV, o Belo, para a consolidação da Monarquia Nacional Francesa?

a) isentou os comerciantes da cobrança de impostos, deixando-os livres da influência do rei.

b) garantiu ao rei a imposição de sua figura política sobre as demais instâncias da sociedade.

c) isentou a Igreja Católica de ter que prestar tributos à coroa.

d) resolveu o problema da falta de distribuição de terras no campo.

e) deu legitimidade política à burguesia.

questão 4

A Guerra dos Cem Anos foi um dos principais acontecimentos ocorridos no contexto da formação da Monarquia Nacional Francesa. Tal guerra contribuiu para a solidificação do Estado absolutista francês na medida em que:

a) os levantes populares e a reorganização do exército, durante a guerra contra os ingleses, deram ao rei Carlos VII poderes capazes de consolidar um Estado forte e moderno.

b) Joana D'Arc acabou fazendo com o que o exército francês fosse desestruturado de dentro para fora.

c) os ingleses compadeceram-se da França por causa da ação da Peste Negra neste Estado e perdoaram as dívidas da guerra.

d) os levantes de camponeses tiveram papel decisivo para a reforma agrária, feita no século XV.

e) as bases do poder real passaram a estar associadas diretamente à burguesia, e não mais às linhagens aristocráticas.

respostas
Questão 1

Letra C

No processo de formação da Monarquia Nacional Francesa, a centralização política na figura do rei foi de suma importância. Para que isso ocorresse, foi necessária a desarticulação dos nichos de poder distribuídos entre os senhores feudais.

Voltar a questão
Questão 2

Letra C

O monarca absolutista, que no Estado Nacional Francês teve sua expressão máxima na figura do rei Luís XIV (o “rei Sol”), concentrava em si os próprios fundamentos do Estado, isto é, a pessoa do rei é que garantia a legitimidade da nação, dele emanava os poderes executivo, judiciário e legislativo. Não havia uma constituição cidadã e democrática, com a devida separação de poderes, tal como apareceu após a Revolução Francesa.

Voltar a questão
Questão 3

Letra B

A criação da Assembleia dos Estados Gerais solidificou o poder do monarca sobre a sociedade como um todo, submetendo a burguesia comercial ascendente, a nobreza e o clero ao seu jugo, centralizando assim o poder político.

Voltar a questão
Questão 4

Letra A

Com o fim da guerra, em 1453, o rei Carlos VII instaurou as bases para o Estado plenamente absolutista ao conseguir debelar de vez a ameaça dos exércitos da Inglaterra. Algumas das medidas de Carlos VII foram: instaurar um exército real permanente e, associado à burguesia mercantil, criar uma série de novos impostos e de estruturas econômicas que configurariam o absolutismo.

Voltar a questão
Leia o artigo relacionado a este exercício e esclareça suas dúvidas
  • SIGA O BRASIL ESCOLA
Exercícios Brasil Escola