Topo
pesquisar

Exercícios sobre o Islamismo

Exercícios de História

Teste os seus conhecimentos: Faça exercícios sobre o Islamismo e veja a resolução comentada. Publicado por: Rainer Gonçalves Sousa
questão 1

(UFJF-MG) O islamismo, religião fundada por Maomé e de grande importância na unidade árabe, tem como fundamento:

a) o monoteísmo, influência do cristianismo e do judaísmo, observado por Maomé entre povos que seguiam essas religiões.

b) o culto dos santos e profetas através de imagens e ídolos.

c) o politeísmo, isto é, a crença em muitos deuses, dos quais o principal é Alá.

d) o princípio da aceitação dos desígnios de Alá em vida e a negação de uma vida pós-morte.

e) a concepção do islamismo vinculado exclusivamente aos árabes, não podendo ser professado pelos povos inferiores.

Ver Resposta
questão 2

(Vunesp) O islamismo, ideologia difundida a partir da Alta Idade Média, em que o poder político confunde-se com o poder religioso, era dotado de certa heterogeneidade, o que pode ser constatado na existência de seitas rivais como:

a) politeístas e monoteístas

b) sunitas e xiitas

c) cristãos e muezins

d) sunitas e cristãos

e) xiitas e politeístas

Ver Resposta
questão 3

(FGV-SP) A hégira, um dos eventos mais importantes do islamismo e que marca o início do calendário islâmico, corresponde:

a) à entrada triunfal de Maomé em Meca em 630.

b) ao casamento de Maomé com uma rica viúva, dona de camelos.

c) à fuga de Maomé e seus seguidores de Meca para Medina.

d) à revelação de Maomé que lhe foi transmitida pelo arcanjo Gabriel.

e) ao grande incêndio da Caaba em Meca em 615.

Ver Resposta
questão 4

(Vunesp) As invasões e dominação de vastas regiões pelos árabes na Península Ibérica provocaram transformações importantes para portugueses e espanhóis, que os diferenciaram do restante da Europa medieval. As influências dos árabes, na região, relacionaram-se a:

a) acordos comerciais entre cristãos e mouros, a fim de favorecer a utilização das rotas de navegação marítima em torno dos continentes africano e asiático, para obter produtos e especiarias.

b) conflitos entre cristãos e muçulmanos, que facilitaram a centralização da monarquia da Espanha e Portugal, sem necessitar do apoio da burguesia para efetivar as grandes navegações oceânicas.

c) difusão das ideias que ocasionaram a criação da Companhia de Jesus, responsável pela catequese nas terras americanas e africanas conquistadas através das grandes navegações.

d) acordos entre cristãos e muçulmanos, para facilitar a disseminação das ideias e ciências romanas, fundamentais, para o crescimento comercial e das artes náuticas.

e) contribuições para a cultura científica, possibilitando ampliação de conhecimentos, principalmente na matemática e astronomia, que permitiram criações de técnicas marítimas para o desenvolvimento das navegações oceânicas.

Ver Resposta
questão 5

(FUVEST) Os movimentos fundamentalistas, que tudo querem subordinar à lei islâmica (Sharia), são hoje muito ativos em vários países da África, do Oriente Médio e da Ásia. Eles tiveram a sua origem histórica:

a) no desenvolvimento do Islamismo, durante a Antiguidade, na Península Arábica;

b) na expansão da civilização árabe, durante a Idade Média, tanto a Ocidente quanto a Oriente;

c) na derrocada do Socialismo, depois do fim da União Soviética, no início dos anos noventa;

d) no estabelecimento do Império Turco-Otomano, com base em Istambul, durante a Idade Moderna;

e) na ocupação do mundo árabe pelos europeus, entre a segunda metade do século XIX e a primeira do século XX.

Ver Resposta
respostas
Questão 1

Letra A. Observando a biografia de Maomé, podemos ver que suas peregrinações junto às caravanas permitiram que ele tomasse conhecimento sobre os valores religiosos cristãos e judeus. Sob esse aspecto, vemos que a ação centralizadora imposta pela adoção do monoteísmo revela a influência que essas outras religiões tiveram no estabelecimento do islamismo.

Voltar a questão
Questão 2

Letra B. Xiitas e sunitas formam as mais importantes dissidências do mundo islâmico. Os xiitas são muçulmanos que realizam uma interpretação literal do Alcorão e não aceitam qualquer outra literatura na regulação de seu credo. Por outro lado, os sunitas admitem a Suna, livro que conta a biografia de Maomé, como um texto auxiliar na interpretação dos ensinamentos do Alcorão. Além disso, os xiitas acreditam que o poder político deveria ser controlado pelos descendentes diretos de Maomé, enquanto os sunitas acreditam que a escolha dos lideres políticos deve ser feita livremente.

Voltar a questão
Questão 3

Letra C. A hégira foi um dos mais importantes elementos da crença muçulmana, na medida em que tal fuga foi essencial para que Maomé organizasse as forças e os seguidores que lhe garantiriam o controle religioso da cidade de Meca. Mediante esse triunfo, Maomé conseguiu disseminar o islamismo por toda a Península Arábica.

Voltar a questão
Questão 4

Letra E. De fato, a cultura árabe foi responsável direta pela construção de um importante legado científico que beneficiou o pioneirismo ibérico na expansão marítimo-comercial.

Voltar a questão
Questão 5

Letra B. O ideal de expansão do povo árabe esteve relacionado ao desenvolvimento da chamada “guerra santa” contra os infiéis. No caso dos fundamentalistas, o ideal da “guerra santa” foi reinterpretado e adequado para a organização de ações terroristas que iam contra as nações ocidentais, principalmente os Estados Unidos, visto com responsável pela degradação de seus costumes e o aviltamento de sua autonomia política e religiosa.

Voltar a questão
Leia o artigo relacionado a este exercício e esclareça suas dúvidas
artigo
relacionado
  • SIGA O BRASIL ESCOLA
Exercícios Brasil Escola