Topo
pesquisar

Exercícios sobre Neocolonialismo

Exercícios de História

Com estes exercícios sobre Neocolonialismo, você pode avaliar o que aprendeu sobre o processo de expansão das nações europeias nos séculos XIX e XX. Publicado por: Cláudio Fernandes
questão 1

(UFG) Leia o texto a seguir:

Por mais que retrocedamos na História, acharemos que a África está sempre fechada no contato com o resto do mundo, é um país criança envolvido na escuridão da noite, aquém da luz da história consciente. O negro representa o homem natural em toda a sua barbárie e violência; para compreendê-lo devemos esquecer todas as representações europeias. Devemos esquecer Deus e as leis morais. HEGEL, Georg W. F. Filosofia de la historia universal. Apud HERNANDEZ, Leila M.G. A África na sala de aula: visita à história contemporânea. São Paulo: Selo Negro, 2005. p. 20-21. [Adaptado]

O fragmento é um indicador da forma predominante como os europeus observavam o continente africano no século XIX. Essa observação relacionava-se a uma definição sobre a cultura, que se identificava com a ideia de:

a) progresso social, materializado pelas realizações humanas como forma de se opor à natureza.

b) tolerância cívica, verificada no respeito ao contato com o outro, com vistas a manter seus hábitos.

c) autonomia política, expressa na escolha do homem negro por uma vida apartada da comunidade. d) liberdade religiosa, manifesta na relativização dos padrões éticos europeus.

e) respeito às tradições, associado ao reconhecimento do valor do passado para as comunidades locais.

questão 2

Podemos dizer que o neocolonialismo, no continente africano, produziu efeitos como:

a) o confronto entre os reinos de Songhai e Mali.

b) o alto desenvolvimento tecnológico de regiões como o Zaire, ou Congo Belga.

c) a exportação do modo de vida africano para a Europa.

d) as Guerras dos Bôeres.

e) a divisão territorial africana de acordo com cada tribo e etnia existente.

questão 3

(FGV-RJ) Entre novembro de 1884 e fevereiro de 1885, representantes de países europeus, dos Estados Unidos e do Império Otomano participaram de negociações sobre o continente africano. O conjunto de reuniões, que ficou conhecido como a Conferência de Berlim, tratou da:

a) incorporação da Libéria aos domínios norte-americanos, em troca do controle da África do Sul pela Inglaterra e Holanda.

b) independência de Angola e Moçambique e da incorporação do Congo ao império ultramarino português.

c) ocupação e do controle do território africano de acordo com os interesses das diversas potências representadas.

d) condenação do regime do Apartheid estabelecido na África do Sul e denunciado pelo governo britânico.

e) incorporação da Etiópia aos domínios italianos e à transformação do Egito em protetorado da Alemanha.

questão 4

Como forma de justificar a dominação dos continentes africano e asiático, as potências europeias valeram-se de teses científicas da época que pregavam a superioridade da civilização europeia com relação às demais. Essas teses foram difundidas pela doutrina do(a):

a) Liberalismo

b) Mercantilismo

c) Estamento Burocrático

d) Sociobiologia

e) Darwinismo Social

respostas
Questão 1

Letra A

O trecho do filósofo alemão Hegel expressa uma percepção dos intelectuais europeus do século XIX bastante peculiar no que tange às civilizações africanas. A percepção de Hegel está associada a uma visão progressiva da história da civilização, isto é, o progresso civilizacional tinha como ápice a civilização europeia. Os negros africanos – muitos deles organizados em tribos primitivas – estariam, segundo esse raciocínio, em uma posição bastante inferior ante o progresso histórico.

Voltar a questão
Questão 2

Letra D

As Guerras dos Boêres, travadas na virada do século XIX para o século XX entre os colonos holandeses fixados no Sul da África e o exército britânico, tiveram como motivação central a disputa por metais e pedras preciosas da região. A Inglaterra acabou por vencer os conflitos e permitir aos colonos holandeses um controle político tutelado da região, que ficou conhecida como União Sul-africana.

Voltar a questão
Questão 3

Letra C

A Conferência de Berlim procurou resolver de forma diplomática a tensão que havia entre as potências europeias referente à posse do território africano. O território do continente africano foi arbitrariamente dividido após os acordos da Conferência, de modo que cada nação da Europa interessada no continente ficou como metrópole de uma das áreas divididas.

Voltar a questão
Questão 4

Letra E

O Darwinismo Social, elaborado pelo sociólogo inglês Herbert Spencer, procurava transpor as teses do naturalista Charles Darwin a respeito da evolução das espécies e da seleção natural para a realidade sociocultural das civilizações do mundo. Desse modo, a Europa, no século XIX, seria superior às outras por ter sido ela a primeira a se adaptar ao meio natural (por mecanismos como o desenvolvimento da ciência, da indústria e dos sofisticados dispositivos políticos).

Voltar a questão
Leia o artigo relacionado a este exercício e esclareça suas dúvidas
artigo
relacionado
  • SIGA O BRASIL ESCOLA
Exercícios Brasil Escola