Topo
pesquisar

Exercícios sobre a organização social do Império Romano

Exercícios de História

Nestes exercícios sobre a organização social do Império Romano, você pode testar seus conhecimentos a respeito da composição e funcionamento da sociedade desse antigo Império. Publicado por: Cláudio Fernandes
questão 1

(USP) - Universidade de São Paulo.

“Contemplei a plebe com 300 sestércios por cabeça, em execução do testamento de meu pai; dei em meu quinto consulado 400 sestércios; no meu décimo primeiro consulado, distribuí doze vezes trigo comprado à minha custa; no meu décimo segundo Poder Tribunício dei, por três vezes, 400 sestércios por cabeça.

Nunca houve menos de 250 000 indivíduos para eu beneficiar com essas liberalidades.

No ano de meu décimo oitavo Poder Tribunício e de meu segundo consulado, dei a cada homem da plebe 60 dinheiros por cabeça. Durante o meu décimo terceiro consulado, dei 60 dinheiros aos cidadãos inscritos no circo para divertir a plebe”. (Suetônio, Vida dos Doze Césares)

a) O texto demonstra a continuidade da política de pão e circo na República e no Império Romano.

b) Percebemos, nas somas e quantias distribuídas, o empenho do príncipe em demonstrar sua caridade cristã.

c) O Poder Tribunício e o Poder Consular eram exercidos pela mesma pessoa e esse fato explica o poder absoluto dos governantes romanos.

d) O importante era somente a distribuição de moedas ao povo e não o trigo e os espetáculos circenses, como se diz tradicionalmente.

e) O Imperador faz questão de acentuar o caráter legal de seu poder, que advém de uma herança deixada por César.

questão 2

A organização social do Império Romano era dividida em três partes principais: a Ordem Senatorial, a Ordem Equestre e a Ordem Inferior. Sobre a Ordem Inferior, pode-se dizer que:

a) era constituída por aqueles que tinham renda superior a 400 mil sestércios e que podiam ocupar as funções políticas mais elevadas, no Senado Romano.

b) era constituída por aqueles que não tinham renda elevada, mas que possuíam grande participação na vida pública.

c) era constituída por aqueles que vinha das famílias patrícias, isto é, dos grupos sociais mais pobres da sociedade romana.

d) era constituída por aqueles que tinham renda inferior a 400 mil sestércios (moeda romana) e que, também, não podiam participar da vida pública.

e) era constituída exclusivamente por plebeus enriquecidos, que podiam exercer livremente quaisquer cargos públicos.

questão 3

(UEL/PR) A expansão imperial romana resultou, a partir do século I d.C., na utilização do trabalho escravo em grande escala e no aumento significativo do número de plebeus desocupados, aos quais se juntaram levas de pequenos agricultores arruinados. Isso incrementou o êxodo rural e provocou o inchamento das cidades, especialmente de Roma. Para amenizar o problema social dessas massas, o Estado passou a dar-lhes subsídios.

Essa política caracterizou-se pela distribuição de:

a) terras para os desocupados, caracterizando uma verdadeira reforma agrária, conhecida como a política agrária, de Licínio.

b) dinheiro para a aquisição de roupas e alimentos, combatendo a inflação que assolava a República, provocada pela política de Tucídides.

c) grãos a preços baixos e espetáculos públicos gratuitos, conhecida como a política do pão e circo, de Augusto.

d) sementes, instrumentos agrícolas e escravos para o cultivo de terras na Sicília e no norte da África: a política de colonização, de Suetônio.

e) escravos para estimular a agricultura da Península Ibérica, conhecida como a política agrícola, de Cláudio.

questão 4

A nova ordenação social determinada pelo primeiro imperador romano, Otávio Augusto, conseguiu desarticular a estrutura da sociedade romana típica da fase republicana, que era caracterizada:

a) pela polarização do poder entre sacerdotes e escribas.

b) pelo nascimento de cada pessoa e pela riqueza.

c) pelo poder concentrado nas mãos daqueles mais próximos do faraó.

d) pelas leis implementadas por Alexandre, o Grande, na Península Itálica.

e) pelas leis egípcias outorgadas por Júlio César quando se uniu à Cleópatra.

respostas
Questão 1

Letra E

No discurso de Seutônio, fica explícita a hierarquia política e social dos reis romanos sobre os demais membros da sociedade imperial romana e também o papel definidor que a riqueza (contada na moeda “sestércios”) tinha naquele contexto.

Voltar a questão
Questão 2

Letra D

A Ordem Inferior era composta por indivíduos com renda inferior a 400 mil sestércios. Esses indivíduos, apesar de gozarem de muitos direitos oferecidos pelo império, não podiam participar diretamente da vida pública.

Voltar a questão
Questão 3

Letra C

A política do “Pão e Circo” funcionou como um “elemento apaziguador” criado pelo Império Romano. O objetivo era evitar convulsões e revoltas sociais entre os grupos menos favorecidos da sociedade romana.

Voltar a questão
Questão 4

Letra B

A sociedade romana anterior ao período imperial era caracterizada principalmente pela origem de cada indivíduo (patrícia ou plebeia). Os nascidos patrícios eram herdeiros dos antigos clãs que construíram a civilização romana, portanto, eram grandes possuidores de terras e com grande presença na atividade política. Os nascidos plebeus, em contrapartida, mesmo que enriquecessem, tinha sua participação na vida política dificultada em razão de sua origem social não nobre.

Voltar a questão
Leia o artigo relacionado a este exercício e esclareça suas dúvidas
  • SIGA O BRASIL ESCOLA
Exercícios Brasil Escola