Topo
pesquisar

Exercícios sobre a religiosidade medieval

Exercícios de História

Nestes exercícios sobre a religiosidade medieval, é possível testar seus conhecimentos a respeito da importância da religião no seio da vida na Idade Média. Publicado por: Cláudio Fernandes
questão 1

(Puccamp) Preparando seu livro sobre o imperador Adriano, Marguerite Yourcenar encontrou numa carta de Flaubert esta frase: "Quando os deuses tinham deixado de existir e o Cristo ainda não viera, houve um momento único na história, entre Cícero e Marco Aurélio, em que o homem ficou sozinho". Os deuses pagãos nunca deixaram de existir, mesmo com o triunfo cristão, e Roma não era o mundo, mas no breve momento de solidão flagrado por Flaubert o homem ocidental se viu livre da metafísica - e não gostou, claro. Quem quer ficar sozinho num mundo que não domina e mal compreende, sem o apoio e o consolo de uma teologia, qualquer teologia? (Luiz Fernando Veríssimo. Banquete com os deuses).

A compreensão do mundo por meio da religião é uma disposição que traduz o pensamento medieval, cujo pressuposto é:

a) o antropocentrismo: a valorização do homem como centro do Universo e a crença no caráter divino da natureza humana.

b) a escolástica: a busca da salvação através do conhecimento da filosofia clássica e da assimilação do paganismo.

c) o panteísmo: a defesa da convivência harmônica de fé e razão, uma vez que o Universo, infinito, é parte da substância divina.

d) o positivismo: submissão do homem aos dogmas instituídos pela Igreja e não questionamento das leis divinas.

e) o teocentrismo: concepção predominante na produção intelectual e artística medieval, que considera Deus o centro do Universo.

questão 2

(Puccamp) Valendo-se de sua crescente influência religiosa, a Igreja passou a exercer importante papel em diversos setores da vida medieval:

a) como por exemplo nas Universidades, onde disseminaram o cultivo das línguas nacionais.

b) inclusive estimulando o avanço da ciência, sobretudo da medicina.

c) impedindo a divulgação de conhecimentos científicos através do estabelecimento do Index.

d) pois, enriquecida com as grandes doações de terras feitas pela burguesia, passou a se omitir, não se preocupando mais com a construção de Igrejas e Mosteiros.

e) servindo como instrumento de homogeneização cultural diante da fragmentação política da sociedade feudal.

questão 3

Leia o texto a seguir:

“A Igreja era, com frequência, o único edifício de pedra em toda a redondeza; era a única grande construção em muitas léguas, e seu campanário era um ponto de referência. Aos domingos e durante o culto, todos os habitantes podiam encontrar-se ali, e o contraste entre o edifício grandioso, com suas pinturas, talhas e esculturas, e as casas humildes em que as pessoas viviam, era esmagador.” (Adaptado de E. H. Gombrich. História da Arte. Rio de Janeiro: LTC Editora, 1993, p. 126.)

Neste texto, o grande historiador da arte, E. Gombrich, ressalta:

a) a importância central da religião cristã para a vida nas cidades medievais, expressa sobretudo na imponência do edifício da Igreja, se comparada com as casas comuns.

b) a indignação dos habitantes ao ver a construção da Igreja, tão imponente, em contraste com as suas casas humildes.

c) a importância do culto aos domingos, que era ecumênico e agregava cristãos, muçulmanos e judeus.

d) que a Igreja era construída com pedras porque era a forma mais fácil de construção.

e) que as pessoas humildes não queriam saber de religião, e sim das pinturas e esculturas que compunham a Igreja.

questão 4

Leia o texto e, em seguida, assinale a alternativa CORRETA:

“[...] Pouco a pouco, a Europa inteira vai e põe-se a venerar os santos, 'esses mortos muito especiais' […], cuja vida exemplar e a perfeição heroica transformam os restos corporais (as relíquias) em um depósito de sacralidade, um canal privilegiado de comunicação com a divindade e uma garantia de proteção celeste, até mesmo de eficácia miraculosa. Cada diocese tem, doravante, o seu santo padroeiro: mártir ou bispo fundador mais ou menos lendário, ele é um patronus, no sentido que esta palavra tinha na sociedade romana, ou seja, um poderoso protetor capaz de cuidar de sua clientela, um personagem influente na corte celeste [...]”. (Baschet, J. A civilização feudal. Do ano mil à colonização da América. São Paulo: Globo, 2006, p. 63-64.).

a) o texto ressalta o caráter nocivo dos santos e bispos durante a Europa medieval, já que eles exerciam um poder exacerbado sobre sua clientela.

b) a sacralidade dos restos mortais dos santos, segundo o autor, dava a imortalidade a quem as tivesse.

c) O santo padroeiro das dioceses, segundo o autor, era uma espécie de chefe policial, que zelava pela segurança dos membros da comunidade.

d) o texto fala da autoridade espiritual dos santos, bispos e mártires da Igreja, que acabavam se tornando protetores de suas comunidades.

e) segundo o texto, o título pratronus não fazia sentido no contexto da Idade Média.

respostas
Questão 1

Letra E

A religiosidade medieval da Cristandade, isto é, do Ocidente cristianizado, caracterizou-se pela articulação entre a tradição dos padres evangelizadores e as discussões filosóficas do período de transição da Idade Antiga para a Idade Média. Dessa articulação nasceram os dogmas da Igreja, isto é, um conjunto de preceitos que guiaria a ortodoxia cristã. O teocentrismo (conceito cunhado na era moderna), ou a visão de mundo centrada em Deus, era reflexo desse conjunto de dogmas que, consequentemente, disseminava-se pela produção cultural e intelectual da Idade Média. Desse modo, a alternativa E está correta

Voltar a questão
Questão 2

Letra E

A Igreja medieval assentou as bases para a formação da Cristandade (civilização cristã da Europa Ocidental). Sua autoridade moral e religiosa exerceu grande impacto sobre a vida cultural e social do homem medieval, bem como sobre as organizações políticas monárquicas e o sistema econômico feudalista. Portanto, a alternativa E está correta. 

Voltar a questão
Questão 3

Letra A

Os edifícios das Igrejas medievais geralmente eram construídos pela população, que via a importância da centralidade daquele tipo de edifício, do seu caráter imponente e suntuoso, bem como da necessidade de seu adorno com arte sacra. Portanto, a letra A está correta. 

Voltar a questão
Questão 4

Letra D

O texto de Bachet retrata o caráter fundamental da autoridade espiritual dos bispos e santos no contexto da Idade Média. Ainda não possuíssem poder político como os reis, os bispos representavam um grande modelo de conduta e de santidade para aqueles que viviam sob sua jurisdição. Um exemplo concreto dessa autoridade espiritual é o de Santo Agostinho, que foi bispo na cidade de Hipona, no norte da África. Portanto, a alternativa D está correta.

Voltar a questão
Leia o artigo relacionado a este exercício e esclareça suas dúvidas
artigo
relacionado
  • SIGA O BRASIL ESCOLA
Exercícios Brasil Escola