Topo
pesquisar

Exercícios sobre a Unificação Italiana

Exercícios de História

A unificação italiana foi um processo tardio de criação do Estado nacional italiano. Os exercícios abaixo o auxiliarão para conhecer mais sobre este processo histórico. Publicado por: Tales dos Santos Pinto
questão 1

(Unesp-SP) As unificações políticas da Alemanha e da Itália, ocorridas na segunda metade do século XIX, alteraram o equilíbrio político e social europeu. Entre os acontecimentos históricos desencadeados pelos processos de unificação, encontram-se:

  1. a ascensão do bonapartismo na França e o levante operário de Berlim.
  2. a aliança da Alemanha com a Inglaterra e a independência da Grécia.
  3. o nacionalismo revanchista francês e a oposição do papa ao Estado Italiano
  4. a derrota da Internacional operária e o início da União Europeia.
  5. o fortalecimento do Império austríaco e a derrota dos fascistas na Itália.
questão 2

A Unificação Italiana foi conseguida após várias batalhas ocorridas na segunda metade do século XIX, com vários líderes conduzindo-as de acordo com seus ideais. A partir das informações sobre a Unificação Italiana, indique a afirmativa que associa corretamente as duas colunas abaixo.

1) Filippo Buonarotti

a) Dentre outras ações, lutou pela libertação da Sicília contra o domínio Bourbon, em 1860, liderando ainda a tomada de Nápoles.

2) Giuseppe Garibaldi

b) Foi primeiro-ministro do Piemonte-Sardenha, defensor de uma monarquia constitucional e contrário aos ideais republicanos e socialistas.

3) Giuseppe Mazzini

c) Formou a sociedade secreta republicana dos carbonaris que lutou contra o domínio austríaco e pretendia constituir uma sociedade comunista.

4) Camilo Benso di Cavour

d) Fundou a Jovem Itália, defendia uma república italiana unitária, mas foi derrotado pelos monarquistas.

  1. 1-d; 2-c; 3-d; 4-a.
  2. 1-c; 2-d; 3-a; 4-b.
  3. 1-d; 2-c; 3-b; 4-a.
  4. 1-b; 2-c; 3-d; 4-a.
  5. 1-c; 2-a; 3-d; 4-b.
questão 3

(FGV-SP) Assinale a alternativa incorreta a respeito da unificação italiana.

  1. Os franco-piemonteses venceram os Austríacos em Magenta e Soferino em 1859, com o auxílio de Napoleão III.
  2. O Reino das Duas Sicílias, governado pelos Bourbons, foi conquistado por Giuseppe Garibaldi e seus “camisas vermelhas” em apenas alguns meses, em 1860.
  3. Veneza foi entregue aos italianos em 1866 como recompensa por terem participado da Guerra das Sete Semanas ao lado da Prússia contra a Áustria.
  4. Vítor Emanuel II tentou, em 1861, ser proclamado rei da Itália, mas foi impedido pelo primeiro-ministro Camilo Benso, o conde de Cavour.
  5. A unificação italiana se completou em 1870 quando, ao eclodir a Guerra Franco-Prussiana, as tropas francesas deixaram a Itália, possibilitando a anexação de Roma, que se tornou a capital do reino.
questão 4

Apesar das forças monarquistas se saírem vitoriosas no processo de unificação italiana e transformarem Roma na capital do reino, em 1870, o papa recusava-se a reconhecer o novo Estado italiano, no episódio conhecido como Questão Romana. A partir destas informações, responda:

  1. Quando a Questão Romana foi resolvida?
  2. Qual foi o acordo feito para que o papa reconhecesse o Estado italiano?
questão 5

No processo de unificação italiana, as pretensões do Reino do Piemonte-Sardenha em anexar territórios no norte italiano foram apoiadas por:

  1. Francisco II, Imperador da Áustria.
  2. Alexandre II, czar da Rússia.
  3. Napoleão III, Imperador da França.
  4. Matternich, chanceler da Áustria.
respostas
Questão 1

Letra C. A unificação alemã após a guerra Franco-Prussiana afetou os brios da classe dominante francesa que passou a nutrir uma oposição à Alemanha que resultaria, dentre outras coisas, na I Guerra Mundial. Já a oposição do papa ao Estado italiano ocorreu pelo fato da reunificação ter anexado também os Estados Pontifícios, subordinando estes territórios ao Estado italiano unificado.

Voltar a questão
Questão 2
Questão 3

Letra D. Ao contrário do que afirma a sentença, Vítor Emanuel II foi declarado rei da Itália em 1861.

Voltar a questão
Questão 4

Resposta A: Ela foi resolvida em 1929, quando o ditador Benito Mussolini assinou com o papa Pio XI o tratado de Latrão.

Resposta B: O acordo feito garantiu a criação de um território independente dentro da cidade de Roma, o Estado do Vaticano, que passava a pertencer à Igreja Católica.

Voltar a questão
Questão 5

Letra C. Napoleão III apoiou as anexações, mas retirou o apoio às anexações dos Estados Pontifícios, por medo da reação interna na França. Porém, com a saída das tropas francesas de Roma para enfrentar a Prússia na Guerra Franco-Prussiana, os italianos conseguiram tomar a cidade, tornando-a capital do Reino da Itália.

Voltar a questão
Leia o artigo relacionado a este exercício e esclareça suas dúvidas
artigo
relacionado
  • SIGA O BRASIL ESCOLA
Exercícios Brasil Escola