Topo
pesquisar

Exercícios sobre Ariano Suassuna

Exercícios de Literatura

Estes exercícios sobre Ariano Suassuna abordam as principais características da obra do escritor que foi um dos maiores representantes da cultura nordestina no Brasil. Publicado por: Luana Castro Alves Perez
questão 1

(UEL)

Leia o texto abaixo:

João Grilo: Ah isso é comigo. Vou fazer um chamado especial, em verso. Garanto que ela vem, querem ver? (Recitando.)

Valha-me Nossa Senhora, Mãe de Deus de Nazaré! A vaca mansa dá leite, a braba dá quando quer. A mansa dá sossegada, a braba levanta o pé. Já fui barco, fui navio, mas hoje sou escaler. Já fui menino, fui homem, só me falta ser mulher.

Encourado: Vá vendo a falta de respeito, viu?

João Grilo: Falta de respeito nada, rapaz! Isso é o versinho de Canário Pardo que minha mãe cantava para eu dormir. Isso tem nada de falta de respeito!

Já fui barco, fui navio, mas hoje sou escaler. Já fui menino, fui homem, só me falta ser mulher. Valha-me. Nossa Senhora, Mãe de Deus de Nazaré.

Cena igual à da aparição de Nosso Senhor, e Nossa Senhora, A compadecida, entra.

Encourado, com raiva surda: Lá vem a compadecida! Mulher em tudo se mete!

João Grilo: Falta de respeito foi isso agora, viu? A senhora se zangou com o verso que eu recitei?

A Compadecida: Não, João, porque eu iria me zangar? Aquele é o versinho que Canário Pardo escreveu para mim e que eu agradeço. Não deixa de ser uma oração, uma invocação. Tem umas graças, mas isso até a torna alegre e foi coisa de que eu sempre gostei. Quem gosta de tristeza é o diabo.

João Grilo: É porque esse camarada aí, tudo o que se diz ele enrasca a gente, dizendo que é falta de respeito.

A Compadecida: É máscara dele, João. Como todo fariseu, o diabo é muito apegado às formas exteriores. É um fariseu consumado.

Encourado: Protesto.
Manuel: Eu já sei que você protesta, mas não tenho o que fazer, meu velho. Discordar de minha mãe é que eu não vou.

(…)

(Fonte: Auto da Compadecida. 15 ed. Rio de Janeiro: Agir, 1979.)

A obra O Auto da Compadecida foi escrita para o teatro:

a) Por João Cabral de Melo Neto e aborda temas recorrentes do Nordeste brasileiro.

b) E seu autor, Ariano Suassuna, aborda o tema da seca que sempre marcou o Nordeste.

c) Pelos autores do Movimento Armorial, abordando temas religiosos e costumes populares.

d) Por Ariano Suassuna, tendo como base romances e histórias populares do Nordeste brasileiro.

e) Por João Cabral de Melo Neto e aborda temas religiosos divulgados pela literatura de cordel.

questão 2

Fundado por Ariano Suassuna em 18 de outubro de 1970, o Movimento Armorial teve como principais características:

a) Ruptura estética com o ideal da primeira fase modernista, exaltando principalmente a importância da produção cultural europeia e utilizando elementos greco-romanos para a construção de uma nova estética literária.

b) Exaltação do universo cultural e lúdico do Sertão em detrimento do universo cultural e lúdico manifestado nas demais regiões do país. Criação de uma arte erudita com elementos da identidade cultural do povo nordestino.

c) O Movimento Armorial foi a força motriz para um grupo de artistas criativos que demonstrou inconformismo com os moldes literários impostos pela academia, apresentando assim uma interessante proposta de inovação poética que subvertia a cultura oficial.

d) Entre as principais características do Movimento Armorial estão a exaltação da natureza e o racionalismo, cujo propósito literário era discutir a arte greco-romana, considerada modelo de perfeição, equilíbrio e beleza.

questão 3

Apesar de sua obra apresentar elementos de diferentes estéticas literárias, pode-se afirmar que Ariano Suassuna esteve alinhado com:

a) Movimento modernista da geração de 45.

b) Simbolismo.

c) Barroco.

d) Primeira fase modernista.

e) Arcadismo.

questão 4

CEDERJ – 2014

“A massificação procura baixar a qualidade artística para a altura do gosto médio. Em arte, o gosto médio é mais prejudicial do que o mau gosto... Nunca vi um gênio com gosto médio.”

(Ariano Suassuna)

Considerado um dos maiores dramaturgos do Brasil, Ariano Suassuna tem seu nome identificado por sua obra mais conhecida, O Auto da Compadecida, de 1955, e reputada, já em 1962, como um dos textos mais representativos da história do teatro brasileiro. Sobre o papel desse autor e de sua obra, assinale a alternativa correta.

a) A atualização do teatro nacional reuniu valores europeus, num movimento conhecido como “Os discípulos da Compadecida”.

b) A obra de Ariano Suassuna se confunde com a modernização do teatro brasileiro, incorpora e dá especial destaque à chamada cultura popular nordestina.

c) Ariano Suassuna tornou-se membro da Academia Brasileira de Letras, mas jamais conseguiu projeção nacional, a despeito da divulgação de suas obras.

d) O Auto da Compadecida é, em síntese, uma exaltação dos poderosos e uma crítica aos pobres, identificados como ignorantes e preguiçosos.

respostas
Questão 1

Alternativa “d”. A peça O Auto da Compadecida, escrita em 1955 por Ariano Suassuna, retoma elementos do teatro popular, encontrados nos autos medievais, e da literatura de cordel, exaltando os humildes e sua religiosidade e satirizando os poderosos e os religiosos que se preocupam apenas com questões materiais.

Voltar a questão
Questão 2

Alternativa “b”. O Movimento Armorial, criado por Ariano Suassuna e companheiros, pretendia construir uma arte erudita autenticamente brasileira, integrando elementos populares a elementos eruditos. Divergiu dos outros movimentos artísticos brasileiros por ter colocado em primeiro plano o universo cultural e lúdico do Sertão, em uma arte distante das preocupações sociopolíticas do regionalismo de 30.

Voltar a questão
Questão 3

Alternativa “a”. Embora tenha reunido em sua obra características de diferentes movimentos, entre eles o simbolismo, o barroco e a literatura de cordel, Ariano Suassuna foi cronologicamente alinhado ao movimento modernista da geração de 45.

Voltar a questão
Questão 4

Alternativa “b”. O teatro de Ariano Suassuna resgatou manifestações artísticas como o teatro popular dos brincantes, as danças dramáticas, o romance de origem ibérica, o recurso ao maravilhoso e a poesia épica, transpondo elementos eminentemente europeus para a cultura popular do Sertão.

Voltar a questão
Leia o artigo relacionado a este exercício e esclareça suas dúvidas
artigo
relacionado
  • SIGA O BRASIL ESCOLA
Exercícios Brasil Escola