Topo
pesquisar

Exercícios sobre elegia

Exercícios de Literatura

Para resolver estes exercícios sobre elegia, você deve conhecer as principais características desse tipo de poema do gênero lírico. Publicado por: Luana Castro Alves Perez
questão 1

A elegia é um tipo de poesia do gênero lírico cuja temática é bastante peculiar. Sobre esse tipo de poema, é correto afirmar:

I. Composição poética formada por 14 versos, geralmente com dois quartetos e dois tercetos. Um de seus maiores representantes foi o poeta português Luís Vaz de Camões.

II. É um pequeno poema pastoral que se apresenta, na maioria das vezes, em forma de um diálogo entre pastores.

III. Poema sobre assunto triste ou lutuoso. Pode ser composto por versos hexâmetros e pentâmetros alternados.

IV. No Brasil, um de seus maiores representantes foi o poeta ultrarromântico Fagundes Varela, autor do célebre poema Cântico do Calvário.

V. É um tipo de poema lírico recitado por ocasião de um casamento ou composto em louvor a ele.

a) III e IV.

b) I, II e V.

c) III e V.

d) I e II.

e) II, III e IV.

questão 2

Sobre o gênero lírico estão corretas, exceto:

a) Gênero marcado pela subjetividade dos textos. Presença de um eu lírico que manifesta e expõe seus sentimentos e sua percepção acerca do mundo.

b) As mais conhecidas estruturas formais do gênero lírico são a elegia, o soneto, o hino, a sátira, o idílio, a écloga e o epitalâmio.

c) São longos poemas narrativos, em que um acontecimento histórico protagonizado por um herói é celebrado.

d) Nota-se, no gênero lírico, a predominância de pronomes e verbos na 1ª pessoa e a exploração da musicalidade das palavras.

e) Os poemas do gênero lírico podem apresentar forma livre ou estruturas formais.

questão 3

Cântico do calvário

À memória de meu Filho
morto a 11 de dezembro de 1863

Eras na vida a pomba predileta
Que sobre um mar de angústias conduzia
O ramo da esperança. Eras a estrela
Que entre as névoas do inverno cintilava
Apontando o caminho ao pegureiro.

Eras a messe de um dourado estio.
Eras o idílio de um amor sublime.
Eras a glória, a inspiração, a pátria,
O porvir de teu pai! - Ah! no entanto,

Pomba, - varou-te a flecha do destino! (...)”.

O fragmento acima é parte do poema Cântico do Calvário, obra-prima do poeta ultrarromântico Fagundes Varela. Varela escreveu vários poemas elegíacos, sendo considerado o mais importante representante da elegia na literatura brasileira. Sobre Cântico do Calvário e seu autor, é correto afirmar:

I. No poema, o poeta coloca a mulher e o amor no centro de suas preocupações.

II. A elegia é recorrente na obra de Fagundes Varela, o que lhe possibilitou lamentar a perda de entes queridos.

III. Cântico do Calvário é a obra-prima inquestionável de Fagundes Varela, cuja temática é a morte precoce de seu filho.

IV. O poema tem como principais características o verso longo, farta adjetivação e tendência para temas solenes.

V. Cântico do Calvário é uma elegia em versos brancos, ou seja, versos que possuem métrica, mas não utilizam rimas.

a) I e V.

b) II, III e V.

c) III e IV.

d) II, IV e V.

e) I e IV.

questão 4

Leia os versos a seguir para responder à questão:

Correi, correi, oh! lágrimas saudosas, 
Legado acerbo da ventura extinta, 
Dúbios archotes que a tremer clareiam 
A lousa fria de um sonhar que é morto!

Fagundes Varela

Trabalhas sem alegria para um mundo caduco,
onde as formas e as ações não encerram nenhum exemplo.
Praticas laboriosamente os gestos universais,
sentes calor e frio, falta de dinheiro, fome e desejo sexual.

Carlos Drummond de Andrade

Na ribeira que secou

Bebia o gado que eu tinha;

Quando chegava à noitinha,

A voz das águas chamava,

E o rebanho que pastava

Deixava os tojos e vinha.

Miguel Torga

O que eu adoro em ti,
Não é a tua beleza.
A beleza, é em nós que ela existe.
A beleza é um conceito.
E a beleza é triste.
Não é triste em si,
Mas pelo que há nela de fragilidade e de incerteza.

Manuel Bandeira

Afastai nas janelas a cortina breve 
Que menos que à luz a vista só proscreve! 
Olhai o vasto campo, como jaz luminoso 
Sob o azul poderoso 
E limpo, e como aquece numa ardência leve 
Que na vista se inscreve! 
Já a noiva acordou.

Fernando Pessoa

Os fragmentos acima são, respectivamente:

a) epitalâmio – écloga – madrigal – elegia – elegia.

b) elegia – epitalâmio – elegia – écloga – madrigal.

c) madrigal – elegia – elegia – epitalâmio – écloga.

d) elegia – elegia – écloga – madrigal – epitalâmio.

respostas
Questão 1

Alternativa “a”. I. Soneto. II. Écloga. V. Epitalâmio.

Voltar a questão
Questão 2

Alternativa “c”. As características descritas nessa alternativa referem-se ao gênero épico, cujas histórias centram-se em personagens heroicos que participam de acontecimentos históricos grandiosos.

Voltar a questão
Questão 3

Alternativa “b”.

Voltar a questão
Questão 4

Alternativa “d”. Os versos de Miguel Torga são um exemplo de écloga, pequeno poema pastoral que se apresenta, na maioria das vezes, em forma de um diálogo entre pastores. Os versos de Manuel Bandeira são um exemplo de madrigal, pequena composição poética que encerra um pensamento delicado, terno ou galante. Os últimos versos, de Fernando Pessoa, são um exemplo de epitalâmio, tipo de poema lírico recitado por ocasião de um casamento ou composto em louvor a ele.

Voltar a questão
Leia o artigo relacionado a este exercício e esclareça suas dúvidas
artigo
relacionado
  • SIGA O BRASIL ESCOLA
Exercícios Brasil Escola