Topo
pesquisar

Exercícios sobre Jorge Amado

Exercícios de Literatura

Estes exercícios sobre Jorge Amado exigem conhecimentos sobre as principais características da obra de um dos mais populares escritores da literatura brasileira. Publicado por: Luana Castro Alves Perez
questão 1

(Enem – 2010)

Texto I

Logo depois transferiram para o trapiche o depósito dos objetos que o trabalho do dia lhes proporcionava. Estranhas coisas entraram então para o trapiche. Não mais estranhas, porém, que aqueles meninos, moleques de todas as cores e de idades as mais variadas, desde os
nove aos dezesseis anos, que à noite se estendiam pelo assoalho e por debaixo da ponte e dormiam, indiferentes ao vento que circundava o casarão uivando, indiferentes à chuva que muitas vezes os lavava, mas com os olhos puxados para as luzes dos navios, com os ouvidos
presos às canções que vinham das embarcações... 

AMADO, J. Capitães da Areia. São Paulo: Companhia das Letras, 2008 (fragmento).

Texto II

À margem esquerda do rio Belém, nos fundos do mercado de peixe, ergue-se o velho ingazeiro – ali os bêbados são felizes. Curitiba os considera animais sagrados, provê as suas necessidades de cachaça e pirão. No trivial contentavam-se com as sobras do mercado.

TREVISAN, D. 35 noites de paixão: contos escolhidos. Rio de Janeiro: BestBolso, 2009 (fragmento).

Sob diferentes perspectivas, os fragmentos citados são exemplos de uma abordagem literária recorrente na literatura brasileira do século XX. Em ambos os textos,

a) a linguagem afetiva aproxima os narradores dos personagens marginalizados.

b) a ironia marca o distanciamento dos narradores em relação aos personagens.

c) o detalhamento do cotidiano dos personagens revela a sua origem social.

d) o espaço onde vivem os personagens é uma das marcas de sua exclusão.

e) a crítica à indiferença da sociedade pelos marginalizados é direta.

questão 2

(UFPE)

Os comentários a seguir foram publicados na imprensa por ocasião da morte de um romancista brasileiro famoso. Analise-os.

1) "Mais do que qualquer outro autor, ele deixou um legado literário, detentor de enorme carisma. Suas tramas parecem puxar um prazeroso fio condutor de imagens que remetem às praias, ladeiras e paisagem humana, gente, mitos africanos e sabores de seu estado natal." (Schneider Carpegiani /JC)
2) "Apesar de estar o autor situado dentro do Romance Regional de 30, esse gênero não o limita, pois é um enorme guarda-chuva, abarcando várias facções. Diferente dos demais autores desta fase, suas narrativas trazem uma mínima tensão entre mundo e personagem. Estes se resolvem bem, sabendo adaptar-se às situações." (Lourival de Holanda / UFPE)

3) "Quem nasceu primeiro, a mulher brasileira, tal como é divulgada, ou essa imagem retratada em vários personagens desse criador admirado pelas suas criaturas adoráveis, sensuais, brejeiras, que viraram mulheres-símbolos de uma nação cuja variedade racial é a maior característica?" (Flávia de Gusmão /JC)

O autor em questão é:

a) José Lins do Rego

b) Gilberto Freyre

c) Jorge Amado

d) Guimarães Rosa

e) Graciliano Ramos

questão 3

São características da obra de Jorge Amado, exceto:

a) Produziu uma literatura ideológica nos anos 30 e 40, vertente que abandonou na última fase de sua produção literária, abrindo espaço para o romance de costumes provincianos, entre eles Gabriela, Cravo e Canela e Dona Flor e Seus Dois Maridos.

b) Depois de Lima Barreto e Euclides da Cunha, ambos representantes do Pré-Modernismo brasileiro, Jorge Amado certamente foi quem melhor apontou, por meio da literatura, as mazelas físicas, sociais e mentais do Brasil oligárquico e da Primeira República.

c) Em sua obra, destaca os marginalizados, os excluídos da sociedade, retratando-os de maneira estereotipada e folclórica.

d) A preocupação político-social foi um dos motes para a sua obra: denunciou a miséria e a opressão do trabalhador rural e das classes populares.

questão 4

Estão, entre as principais obras de Jorge Amado:

a) Capitães da areia, Terras do Sem-Fim e Dona Flor e Seus Dois Maridos.

b) Gabriela, Cravo e Canela, Tocaia grande e Amar, verbo intransitivo.

c) Tenda dos Milagres, Triste fim de Policarpo Quaresma e Urupês.

d) Cidades Mortas, Tieta do Agreste e Clara dos Anjos.

e) Seara Vermelha, Vidas secas e Sagarana.

respostas
Questão 1

Alternativa “d”. Os textos retratam os espaços onde vivem personagens marginalizados. Esses locais são índices da exclusão social, seja no livro de Jorge Amado, com os meninos abandonados, seja no fragmento de Dalton Trevisan, com os bêbados.

Voltar a questão
Questão 2

Alternativa “c”. Jorge Amado é um dos mais populares e lidos escritores da literatura brasileira. Jornalista, memorialista e romancista, debruçou-se sobre tipos populares, como os marginais, os pescadores, os marinheiros, entre outros, em uma tentativa de investigar e de mostrar ao Brasil os costumes provincianos da gente de sua terra, a Bahia. A preocupação político-social foi um dos motes para a sua obra: denunciou a miséria e a opressão do trabalhador rural e das classes populares. Suas obras são de cunho regionalista, e sua linguagem simples e coloquial aproximou seus romances do gosto popular, tendo sido, durante muito tempo, o escritor mais lido da literatura brasileira.

Voltar a questão
Questão 3

Alternativa “b”.  As características descritas na alternativa b fazem referência ao escritor Monteiro Lobato, um dos principais nomes do pré-modernismo.

Voltar a questão
Questão 4

Alternativa “a”. Amar, verbo intransitivo: Mário de Andrade; Triste fim de Policarpo Quaresma e Clara dos Anjos: Lima Barreto; Urupês e Cidades Mortas: Monteiro Lobato; Vidas secas: Graciliano Ramos; Sagarana: Guimarães Rosa.

Voltar a questão
Leia o artigo relacionado a este exercício e esclareça suas dúvidas
artigo
relacionado
  • SIGA O BRASIL ESCOLA
Exercícios Brasil Escola