Topo
pesquisar

Exercícios sobre Vinicius de Moraes

Exercícios de Literatura

Estes exercícios sobre Vinicius de Moraes abordam aspectos importantes da obra desse que é o mais querido e popular dos poetas brasileiros. Publicado por: Luana Castro Alves Perez
questão 1

(Ufscar)

Soneto de fidelidade

De tudo, ao meu amor serei atento
Antes, e com tal zelo, e sempre, e tanto
Que mesmo em face do maior encanto
Dele se encante mais meu pensamento.

Quero vivê-lo em cada vão momento
E em seu louvor hei de espalhar meu canto
E rir meu riso e derramar meu pranto
Ao seu pesar ou seu contentamento.

E assim, quando mais tarde me procure
Quem sabe a morte, angústia de quem vive
Quem sabe a solidão, fim de quem ama

Eu possa me dizer do amor (que tive):
Que não seja imortal, posto que é chama
Mas que seja infinito enquanto dure.

 

(Vinicius de Moraes)
 

Nos dois primeiros quartetos do soneto de Vinicius de Moraes, delineia-se a ideia de que o poeta

a) não acredita no amor como entrega total entre duas pessoas.

b) acredita que, mesmo amando muito uma pessoa, é possível apaixonar-se por outra e trocar de amor.

c) entende que somente a morte é capaz de findar com o amor de duas pessoas.

d) concebe o amor como um sentimento intenso a ser compartilhado, tanto na alegria quanto na tristeza.

e) vê, na angústia causada pela ideia da morte, o impedimento para as pessoas se entregarem ao amor.

questão 2

(CEFET - MG)

   Vinícius de Moraes, ao longo de sua trajetória de poeta, permitiu-se aderir a diferentes tendências estéticas, sejam anteriores ou contemporâneas à sua obra. NÃO apresentam os traços da estética indicada os versos transcritos em:

a) “E dentro das estruturas/ Via coisas, objetos/ Produtos, manufaturas./ Via tudo o que fazia/ O lucro do seu patrão/ E em cada coisa que via/ Misteriosamente havia/ A marca de sua mão.” PARNASIANISMO   

b) “O teu perfume, amada – em tuas cartas/ Renasce azul...– são tuas mãos sentidas!/ Relembro-as brancas, leves, fenecidas/ Pendendo ao longo de corolas fartas.” ROMANTISMO   

c) “Ah, jovens putas das tardes/ O que vos aconteceu/ (...) Em vossas jaulas acesas/ Mostrando o rubro das presas/ Falando coisas do amor/ E às vezes cantais uivando/ Como cadelas à lua/ Que em vossa rua sem nome/ Rola perdida no céu” NATURALISMO   

d) “– Era uma vez um poeta/ No morro do Cavalão/ Tantas fez que a dor-de-corno/ Bateu com ele no chão/ Arrastou ele nas pedras/ Espremeu seu coração/ Que pensa usted que saiu?/ Saiu cachaça e limão” MODERNISMO   

e) “Tensos/ Pela corda luminosa/ Que pende invisível/ E cujos nós são astros/ Queimando nas mãos/ Subamos à tona/ do grande mar de estrelas/ Onde dorme a noite/ Subamos” SIMBOLISMO 

questão 3

 

Soneto de devoção

Essa mulher que se arremessa, fria

E lúbrica em meus braços, e nos seios

Me arrebata e me beija e balbucia

Versos, votos de amor e nomes feios.

 

Essa mulher, flor de melancolia

Que se ri dos meus pálidos receios

A única entre todas a quem dei

Os carinhos que nunca a outra daria.

 

Essa mulher que a cada amor proclama

A miséria e a grandeza de quem ama

E guarda a marca dos meus dentes nela.

 

Essa mulher é um mundo! - uma cadela

Talvez... - mas na moldura de uma cama

Nunca mulher nenhuma foi tão bela!

(Vinicius de Moraes)

 

Sobre o poema de Vinicius de Moraes é correto afirmar:

a) Predominância de elementos místicos e religiosos, características da primeira fase da poesia de Vinicius de Moraes.

b) Presença do erotismo, recriado a partir de uma forma clássica e de uma linguagem crua e direta.

c) Emprego de uma linguagem direta e quase didática para manifestar solidariedade às classes oprimidas e também à mulher.

d) Apresenta elementos que revelam grande preocupação com a condição humana e o desejo de superar, através da transcendência mística, as sensações de culpa do pecado do amor carnal.

questão 4

Vinicius de Moraes está, temática e cronologicamente, vinculado ao

a) Parnasianismo.

b) Romantismo.

c) Modernismo.

d) Simbolismo.

e) Neo-Simbolismo.

respostas
Questão 1

Alternativa “d”.

Voltar a questão
Questão 2

Alternativa “a”. O poema Operário em construção é o melhor exemplo da poesia social de Vinicius de Moraes. Diferentemente do que emprega o Parnasianismo, no poema pode-se observar o emprego de uma linguagem simples e direta, distante do rebuscamento encontrado na poesia parnasiana.

Voltar a questão
Questão 3

Alternativa “b”. No poema Soneto de devoção, de Vinicius de Moraes, podemos encontrar características da chamada poesia sensual, fase em que o poeta demonstrou maior proximidade com o mundo material ao explorar temas como o sensualismo, o amor e a mulher.

Voltar a questão
Questão 4

Alternativa “c”. Além de ter sido um dos mais famosos compositores da música popular brasileira, Vinicius de Moraes foi também poeta significativo da segunda fase do Modernismo.

Voltar a questão
Leia o artigo relacionado a este exercício e esclareça suas dúvidas
artigo
relacionado
  • SIGA O BRASIL ESCOLA
Exercícios Brasil Escola