Topo
pesquisar

Exercícios sobre Lei de Dalton

Exercícios de Química

Os exercícios sobre Lei de Dalton envolvem o cálculo da pressão total de uma mistura de gases com base no somatório das pressões parciais dos gases que formam a mistura. Publicado por: Jennifer Rocha Vargas Fogaça
questão 1

(Mack-SP) Uma mistura de 1,5 mol de gás carbônico, 8 g de metano (16 g/mol) e 44,8 L de monóxido de carbono está contida em um balão de 30 L nas CNTP. É correto dizer que

Dado: volume molar nas CNTP = 22,4 L/mol.
a) a pressão parcial do monóxido de carbono é o dobro da do metano.
b) a pressão parcial do metano é o triplo da do gás carbônico.
c) a pressão do gás carbônico é 1/4 da do monóxido de carbono.
d) a pressão parcial do monóxido de carbono é o quádruplo da do metano.
e) a pressão total é igual a 4 atm.

questão 2

(UFAM) Um sistema composto pela mistura de três gases, A, B e C, está a uma temperatura de 27ºC e apresenta uma pressão de 4 atm. Considerando que o volume total do sistema seja 37 litros e que os gases A e B apresentam respectivamente pressões parciais 2 e 1 atm, a quantidade de matéria dos gases A, B, e C é, respectivamente:

Dado: R = 0,082 atm . L . mol-1 . K-1.

a)0,5 mol; 0,25 mol; 0,25 mol
b)3,0 mols; 2,0 mols; 1;0 mol
c)33 mols; 16 mols; 16 mols
d)3,0 mols; 1,5 mols; 1,5 mols
e)1,5 mols; 3,0 mols; 1,5 mols

questão 3

Qual é a pressão total da mistura gasosa formada por 3 mol de um gás A e 2 mol de um gás B, considerando que a temperatura final do sistema é de 300 K e o volume é de 15 L.

a) 8,2 atm.

b) 9,84 atm.

c)18,45 atm.

d) 12,3 atm.

e) 7,6 atm.

questão 4

Um recipiente de 20 L, de paredes indeformáveis, contém 2 mol de dióxido de carbono, 3 mol de oxigênio e 5 mol de argônio. O sistema está com temperatura constante de 27 ºC. Assinale a alternativa que indica corretamente a pressão total da mistura, a pressão parcial do argônio, a pressão parcial do oxigênio e o volume do dióxido de carbono, respectivamente:

a) 12,3 atm, 6,15 atm, 3,69 atm, 4 L.

b)12,3 atm, 3,69 atm, 6,15 atm, 2,46 L.

c)12,3 atm, 6,15 atm, 3,69 atm, 20 L.

d) 12,3 atm, 2,46 atm, 6,15 atm, 10 L.

e) 12,3 atm, 2,46 atm, 6,15 atm, 3,69 L.

respostas
Questão 1

Alternativa “d”.

É necessário calcular a fração da quantidade de matéria (X) de cada gás na mistura. Para tal, precisamos primeiro encontrar os valores da quantidade de matéria (n):

nCO2 = 1,5 mol

Cálculo de nCH4: Cálculo de nCO:

1 mol -------- 16g 1 mol -------- 22,4 L
nCH4 --------- 8g nCO --------- 44,8 L
nCH4 = 0,5 mol nCO = 2,0 mol

- Cálculo da fração da quantidade de matéria de cada gás:

XCO2 =            nCO2             
               
nCO2 + nCH4 + nCO

XCO2 =        1,5       
        
1,5 + 0,5 + 2,0

XCO2 = 0,375 ou 37,5 % = % em pressão parcial

XCH4 =        nCH4           
         
nCO2 + nCH4 + nCO

XCH4 =           0,5          
             
1,5 + 0,5 + 2,0

XCH4 = 0,125 ou 12,5 % = % em pressão parcial

XCO =         nCO            
       
nCO2 + nCH4 + nCO

XCO =         2,0          
        
1,5 + 0,5 + 2,0

XCO = 0,5 ou 50 % = % em pressão parcial

A pressão parcial do monóxido de carbono (50%) é o quádruplo da pressão parcial do metano (12,5%).

Voltar a questão
Questão 2

Alternativa “d”.

Ptotal = 4 atm; PA = 2 atm; PB = 1 atm; PC = 1 atm.

PTOTAL . V = nTOTAL . R . T

nTOTAL = PTOTAL . VL
                    R . T

nTOTAL =            4 atm . 37 L          
      (0,082 atm . L . mol-1 . K-1.) . (300K)

nTOTAL = 6 mols

     PA             nA                           PB         =       nB                  PB          =      nC       
   PTOTAL        nTOTAL                 PTOTAL         nTOTAL              PTOTAL        nTOTAL

nA = PA . nTOTAL                       nB = PB . nTOTAL                            nC = PC . nTOTAL
               
PTOTAL                                         PTOTAL                                   PTOTAL

nA = 2 . 6                                           nB = 1 . 6                                                nC = 1 . 6
          
4                                                             4                                                 4

nA = 3 mol                                         nB = 1,5 mol                                         nC = 1,5 mol 

Voltar a questão
Questão 3

Alternativa “a”.

PTOTAL . V = nTOTAL . R . T

PTOTAL . 15 L = 5 mol . 0,082 . 300

PTOTAL = 8,2 atm

Voltar a questão
Questão 4

Alternativa “a”.

* Pressão total da mistura:

PTOTAL . V = nTOTAL . R . T

PTOTAL . 20 L = 10 mol . 0,082 . 300

PTOTAL = 12,3 atm

* Pressão parcial do argônio:

     PAr         nAr    
 PTOTAL       nTOTAL

PAr = nAr . PTOTAL 
                  
nTOTAL

PAr =  5 . 12,3  
              
10

Par = 6,15 atm

* Pressão parcial do oxigênio:

   PO2    =     nO2     
PTOTAL     nTOTAL

PO2 = nO2 . PTOTAL
                   
nTOTAL

PO2 = 3 . 12,3 
           
10

Par = 3,69 atm

*Volume do dióxido de carbono:

P . VCO2 = nCO2. R . T

VCO2 = nCO2. R . T
                 P

VCO2 = 2 . 0,082 . 300
                  12,3

VCO2 = 4 L

Voltar a questão
Leia o artigo relacionado a este exercício e esclareça suas dúvidas
artigo
relacionado
  • SIGA O BRASIL ESCOLA
Exercícios Brasil Escola