Topo
pesquisar

Exercícios sobre o Iluminismo nas Américas

Exercícios de História da América

Esta lista de exercícios sobre o Iluminismo nas Américas apresenta questões que vão testar seus conhecimentos tanto sobre o Iluminismo quanto sobre a História da América. Publicado por: Cláudio Fernandes
questão 1

(UFF) “Consideramos evidente as seguintes verdades: que todos os homens foram criados iguais; que receberam de seu Criador certos direitos inalienáveis; que entre eles estão os direitos à vida, à liberdade e à busca da felicidade.” (Declaração de Independência dos Estados Unidos da América, 2 de julho de 1776).

Essa passagem denota:

a) o desejo do Congresso Continental de delegados das Treze Colônias no sentido de empreender reformas profundas na sociedade do novo país.

b) a utilização de categorias do Direito Natural Racional, no contexto das ideias do Iluminismo.

c) que o Congresso Continental, apesar de rebelde à Inglaterra, permanecia fiel ao ideário do absolutismo, pois deste emanavam os ideais que defendia.

d) influência das reformas empreendidas no século XVIII pelos chamados "déspotas esclarecidos" da Europa.

e) que os delegados das Treze Colônias tinham uma concepção ingênua e equivocada das sociedades humanas.

questão 2

(FUVEST/SP) Da Independência dos Estados Unidos (1776), da Revolução Francesa (1789) e do processo de independência da América Ibérica (1808-1824), pode-se dizer que todos esses movimentos:

a) decidiram implementar a abolição do trabalho escravo e da propriedade privada;

b) tiveram início à pressão popular radical e terminaram sob o peso de execuções em massa;

c) conseguiram, com apoio da burguesia ilustrada, viabilizar a Revolução Industrial;

d) adotaram ideias democráticas e defenderam a superioridade do homem comum;

e) sofreram influências das ideias ilustradas, mas variaram no encaminhamento das soluções políticas.

questão 3

Leia o poema a seguir:

[...]

Banquetes. Gamão. Notícias.
Livros. Gazetas. Querelas.
Alvarás. Decretos. Cartas.
A Europa a ferver em guerras.
Portugal todo de luto:
triste Rainha o governa!
Ouro! Ouro! Pedem mais ouro!
E sugestões indiscretas:
Tão longe o trono se encontra!
Quem no Brasil o tivera!
Ah, se Dom José II
põe a coroa na testa!
Uns poucos de americanos,
por umas praias desertas,
já libertaram seu povo
da prepotente Inglaterra!
Washington. Jefferson. Franklin.
(Palpita a noite, repleta
de fantasmas, de presságios...)
E as ideias.

Os versos acima são parte do “Romance XXI, ou Das Ideias”, publicado pela poetisa Cecília Meireles no volume O Romanceiro da Inconfidência, de 1953, que tem por tema principal a Inconfidência Mineira. Com bases nos oito versos finais do poema, é possível afirmar que:

a) Cecília Meireles ignora o fato de que as ideias iluministas tenham influenciado a “libertação do povo” americano e, tampouco, os inconfidentes de Minas Gerais.

b) O termo “as ideias”, que compõe o título do poema, refere-se a ideias de fantasmas e de presságios, e não a ideias filosófico-políticas.

c) Cecília Meireles faz referência às ideias iluministas que permearam o processo de independência dos EUA e finaliza com o termo “as ideias”, que remete, mais uma vez, ao Iluminismo.

d) a Inconfidência Mineira não teve nenhuma influência das ideias iluministas.

e) Os americanos citados eram todos fiéis à coroa inglesa.

questão 4

Veja o trecho a seguir: “[…] Santander escrevia aos homens de seu presente e futuro, assim como tentava resolver consigo mesmo o ressentimento cultivado contra o antigo amigo e chefe [Simon Bolívar]. Porque falava ao seu presente, a sua obra maior era o repouso granadino sob o constitucionalismo e a referência iluminista. Em parágrafo próximo ao final de suas Memórias, o exame de sua carreira pública apontava um permanente símbolo a sustentar o combate, a liberdade.” (FREDRIGO, Fabiana de Souza. Passados recontados e futuros possíveis: considerações sobre a narrativa autobiográfica de Francisco de Paula Santander. Dimensões, vol. 28, 2012 p. 290).

Francisco Santander foi, ao lado de Simon Bolívar, um dos chamados “libertadores da América”. Sobre a referência ao “símbolo da liberdade”, apontado no texto, é possível dizer que:

a) Santander, influenciado pelas ideias iluministas, partia em defesa da liberdade como forma de justificação da luta contra o domínio espanhol na América Ibérica.

b) Santander possuía uma grande rivalidade com Simon Bolívar por esse último defender os espanhóis e trair a causa da independência.

c) A liberdade, para Santander, não implicava libertar o povo, e sim libertar as classes abastadas de pessoas nascidas na América.

d) Apesar de Santander defender as ideias iluministas, os iluministas franceses desprezavam a luta pela liberdade da América Ibérica.

e) Nenhuma das alternativas.

respostas
Questão 1

Letra b

As fontes do Direito Natural permeiam a Constituição dos Estados Unidos, que foi concebida por homens fortemente imbuídos da tradição iluminista britânica e escocesa, e não da matriz francesa, como aconteceu com os revolucionários franceses de 1789. Isso acentua a complexidade do fenômeno do iluminismo, que não pode ser reduzido a uma só tradição.

Voltar a questão
Questão 2

Letra E

Os três processos históricos citados no enunciado da questão tiveram influência direta das “ideias ilustradas”, isto é, das ideias desenvolvidas pelos pensadores iluministas no século XVIII. Contudo, cada qual tomou um caminho diverso em razão da formação social e da conjuntura específica de cada região. Os franceses, por exemplo, tinham uma influência direta de pensadores como Rousseau e Voltaire e reagiram contra um Estado absolutista secular. Nos EUA, as ideias políticas eram permeadas pelo iluminismo de matriz britânica e escocesa. Na América Ibérica, a influência maior também veio do iluminismo francês, porém a luta era contra a metrópole espanhola.

Voltar a questão
Questão 3

Letra C

Nesse trecho do poema, Cecília Meireles traça uma ligação direta entre as “ideias” do Iluminismo e o processo político de libertação que, por influência dessas ideias, desencadeou-se nos Estados Unidos. Essas mesmas ideias povoavam a capitania de Minas Gerais no século XVIII e moldavam as ações dos inconfidentes.

Voltar a questão
Questão 4

Letra A

A ideia de liberdade tornou-se a principal bandeira das ações políticas influenciadas pelo Iluminismo. Isso não apenas na Europa, mas também no continente americano. Francisco Santander dedicou boa parte de sua vida à causa da liberdade e procurou fazer dela o símbolo de toda a luta dos latino-americanos contra a coroa espanhola.

Voltar a questão
Logo Artigo
Leia o artigo relacionado a este exercício e esclareça suas dúvidas
artigo
relacionado
  • SIGA O BRASIL ESCOLA
Exercícios Brasil Escola