Whatsapp

Exercícios sobre a abolição da escravatura

Exercícios de História do Brasil

Faça estes exercícios que tratam da abolição da escravatura, acontecimento que marcou a proibição definitiva da escravidão no Brasil, em 1888. Publicado por: Daniel Neves Silva
questão 1

(TJ-SC) No Brasil as primeiras leis antiescravistas foram assinadas a partir de meados do século XIX. A lei que extinguiu o tráfico negreiro no nosso país, decretada em 1850, foi:

a) Lei Visconde do Rio Branco

b) Lei do tráfico de Bill Aberdeen

c) Lei Eusébio de Queirós

d) Lei Saraiva-Cotegipe

e) Lei Áurea

questão 2

(Instituto Excelência - adaptado) Na segunda metade do século XIX, surgiu o movimento abolicionista, que defendia a abolição da escravidão no Brasil. Um dos principais abolicionistas foi:

a) Américo Vespúcio

b) Luís Gama

c) Deodoro da Fonseca

d) Conde D’Eu

e) Barão de Cotegipe

questão 3

Leia o trecho:

Nessa época não era incomum assistir a procissões, participar de rituais, cerimônias emocionais nos teatros das cortes ou de manifestações pelo fim da escravidão, que perdia em eficácia e aceitação. Por mais que o governo tentasse recorrer a táticas “reformistas” — como a promulgação da Lei dos Sexagenários —, o resultado começava a ser o oposto. E os ataques vinham de todo lado, isso sem falar das rebeliões escravas que estouravam nos quatro cantos do país.

SCHWARCZ, Lilia Moritz e STARLING, Heloísa Murgel. Brasil: uma biografia. São Paulo: Companhia das Letras, 2015. p. 307.

A respeito desse trecho, ele:

a) evidencia a grande pressão social que a monarquia enfrentou, na década de 1880, pelo fim da escravidão e ressalta que a luta dos escravos também teve peso importante nisso.

b) sugere que as propostas reformistas da monarquia conseguiram enfraquecer o abolicionismo.

c) ressalta que, embora as revoltas dos escravos fossem frequentes, a população seguia apoiando em massa a manutenção da escravidão.

d) afirma que as disputas políticas entre liberais e conservadores eram o grande fator que motivava a causa abolicionista.

e) Todas as respostas estão corretas.

questão 4

Em 1885 foi promulgada a Lei dos Sexagenários, também conhecida como Lei Saraiva-Cotegipe. Essa lei determinava que os escravos com mais de 60 anos seriam libertos e que, como forma de indenização, trabalhariam por mais três anos para seu antigo senhor. Essa lei é enxergada pelos historiadores como:

a) um ganho legítimo do movimento abolicionista.

b) uma medida reformista dos escravocratas com o intuito de retardar o avanço do abolicionismo no Brasil.

c) um mecanismo para encarecer o preço do escravo, a fim de atender aos interesses dos traficantes de africanos.

d) o resultado de uma negociação realizada entre políticos e ex-escravos abrigados em um quilombo nos arredores do Rio de Janeiro.

e) o resultado da pressão internacional sobre o Brasil.

questão 5

(Ameosc – adaptado) Sobre a legislação abolicionista brasileira, relacione a coluna 1 com a coluna 2.

Coluna 1

(1) Lei dos Sexagenários

(2) Lei do Ventre Livre

(3) Lei Áurea

Coluna 2

( ) Determinou a libertação de todos os filhos nascidos de mulheres escravizadas a partir de sua promulgação.

( ) Decretou a abolição completa e imediata da escravidão.

( ) Dava liberdade aos escravizados que tivessem mais de 60 anos de idade.

Após análise, assinale a alternativa que apresenta a sequência CORRETA dos itens acima, de cima para baixo:

a) 2, 3, 1.

b) 1, 3, 2.

c) 1, 2, 3.

d) 2, 1, 3.

e) 3, 1, 2.

questão 6

(Aprender – adaptado) “O abolicionismo foi um movimento político e ideológico que visava à abolição da escravatura e do comércio de escravos. Um dos grandes símbolos da abolição da escravatura no Brasil foi uma plantação de flores no Rio de Janeiro. Sendo assim, as flores subversivas viraram símbolo da causa, quem colocava _______ na lapela ou a cultivava no jardim da casa confessava sua fé abolicionista.”

(Adaptado de: http://www.primaveragarden.com.br/a-flor-subversiva)

Qual o nome da flor que esteve associada ao movimento abolicionista e que preenche corretamente a lacuna?

a) Rosas

b) Margaridas

c) Gérberas

d) Camélias

e) Cravos

questão 7

Na década de 1860, além do Brasil, quais eram os últimos países da América que ainda utilizavam de mão de obra escravizada?

a) Colômbia e Equador

b) México e Panamá

c) Chile e Argentina

d) Porto Rico e Cuba

e) Costa Rica e Venezuela

questão 8

Lei inglesa da década de 1840 que impôs uma pressão sobre o tráfico negreiro, forçando o Brasil a proibi-lo em 1850:

a) Bill of Rights

b) Intolerable Acts

c) Bill Aberdeen

d) Poor Laws

e) Nenhuma das alternativas

questão 9

Qual das alternativas abaixo não foi uma forma de resistência utilizada pelos escravizados contra a escravidão:

a) fugas

b) revoltas

c) formação de quilombos

d) recusa a trabalhar

e) todas as anteriores

questão 10

A Lei Áurea foi assinada por qual autoridade da monarquia brasileira:

a) D. Pedro II

b) Conde D’Eu

c) Princesa Isabel

d) D. Pedro I

e) D. Teresa Cristina

questão 11

Abolicionista que defendia a distribuição de terra para os ex-escravizados:

a) José do Patrocínio

b) Deodoro da Fonseca

c) André Rebouças

d) Adelina

e) Dragão do Mar

questão 12

A defesa do abolicionismo se deu de muitas maneiras no final do século XIX. Um dos movimentos mais conhecidos por sua atuação nesse sentido foi o caifazes. O que foi o movimento caifazes?

a) Um movimento que auxiliava na fuga de escravizados.

b) Um quilombo formado próximo de Niterói.

c) Um escritório de advocacia que defendia judicialmente os escravizados.

d) Um jornal que defendia a causa em São Paulo.

e) Uma associação de moradores abolicionistas de Salvador.

questão 13

Qual das leis abaixo não tratava especificamente sobre a questão da escravidão:

a) Lei Eusébio de Queirós

b) Lei do Ventre Livre

c) Lei Saraiva-Cotegipe

d) Lei Áurea

e) Lei Saraiva

respostas
Questão 1

LETRA C

A lei que colocou fim ao tráfico negreiro no Brasil foi a Lei Eusébio de Queirós, promulgada em 1850. Ela foi resultado de anos de pressão da Inglaterra para que o Brasil colocasse fim no tráfico negreiro. A última ação da Inglaterra tinha sido colocar-se como responsável por monitorar o Atlântico Sul, à procura de navios negreiros, com o respaldo de uma lei chamada Bill Aberdeen. Essa lei inglesa acirrou as relações entre Brasil e Reino Unido e forçou o império a proibir definitivamente o tráfico de escravos.

Voltar a questão
Questão 2

LETRA B

Luís Gama era um advogado negro que atuou energicamente contra a escravidão no Brasil. Foi um dos grandes nomes do movimento abolicionista no século XIX, mas morreu antes de ver sua luta concretizar-se em vitória. Seu falecimento aconteceu em 1882, por complicações de diabetes. Atualmente é considerado o patrono da abolição da escravidão no Brasil.

Voltar a questão
Questão 3

LETRA A

O trecho faz menção à intensa mobilização social que aconteceu na defesa da abolição do trabalho escravo, sobretudo no final da década de 1880. O movimento abolicionista realizava eventos públicos e as pessoas manifestavam publicamente seu apoio à causa. A pressão social foi um elemento importante, mas a atuação dos escravos, fugindo e rebelando-se constantemente, foi outra causa muito importante para a abolição.

Voltar a questão
Questão 4

LETRA B

A Lei dos Sexagenários foi resultado de uma mobilização conservadora que aconteceu no Brasil entre 1870 e 1880. Os escravocratas, percebendo o crescimento do abolicionismo, começaram a articular-se para barrar o avanço da causa abolicionista no Brasil. Eles criaram associações em defesa da sua causa e atuaram politicamente para defender seus interesses. A Lei dos Sexagenários foi interpretada com uma tentativa dos escravocratas de enfraquecer o abolicionismo.

Voltar a questão
Questão 5

Letra A

Sobre as leis abolicionistas, a Lei do Ventre Livre foi a que libertou os filhos das escravizadas a partir de 1871; a Lei dos Sexagenários libertou os escravizados com mais de 60 anos de idade; e a Lei Áurea foi a responsável pela abolição do trabalho escravizado no Brasil.

Voltar a questão
Questão 6

Letra D

As camélias brancas tornaram-se símbolo do abolicionismo devido aos escravizados que fugiam e se refugiavam no quilombo do Leblon. Lá eles cultivavam a flor e a vendiam para arrecadar algum dinheiro. Usar uma camélia branca, no fim do século XIX, tornou-se demonstração pública de defesa da abolição.

Voltar a questão
Questão 7

Letra D

Sabemos que o Brasil foi o último país da América a abolir com o trabalho escravizado. Depois da Guerra de Secessão nos Estados Unidos, além do Brasil, só dois países ainda mantiveram esse tipo de mão de obra: Porto Rico e Cuba. A escravidão nesses locais foi abolida em 1873 e 1879 respectivamente.

Voltar a questão
Questão 8

Letra C

O Bill Aberdeen, conhecido na Inglaterra como Slave Trade Supression Act ou Aberdeen Act, foi uma lei de 1845 que concedeu direitos à Marinha Real britânica de monitorar o Atlântico Sul e aprisionar embarcações que estivessem realizando o tráfico de africanos escravizados. A pressão inglesa e o risco de entrar em guerra com a nação mais rica do mundo fizeram o Brasil proibir o tráfico negreiro cinco anos depois.

Voltar a questão
Questão 9

Letra E

A abolição do trabalho escravizado só foi possível porque os escravos lutaram contra a instituição da escravidão. Suas formas de resistência se davam de diversas maneiras: fugas dos locais onde eram escravizados, e, a partir de então, mudavam-se para outras cidades ou então formavam quilombos; muitos se recusavam a trabalhar se suas condições não melhorassem; outros se rebelavam contra os seus algozes.

Voltar a questão
Questão 10

Letra C

O projeto que resultou na Lei Áurea foi proposto por um político chamado João Alfredo, mas a assinatura da lei, colocando-a em vigor, foi realizada pela princesa Isabel, em 13 de maio de 1888.

Voltar a questão
Questão 11

Letra C

André Rebouças foi um dos grandes ícones da luta pela abolição do trabalho escravizado no Brasil no século XIX. Ele defendia que a abolição deveria vir acompanhada de ações de inclusão da população negra, e uma dessas iniciativas seria a distribuição de terras para os libertos como forma de integrá-los e dar-lhes um meio de se sustentarem.

Voltar a questão
Questão 12

Letra A

Os caifazes foram um movimento que defendeu a causa do abolicionismo. Esse grupo surgiu em São Paulo, na década de 1880, e atuava dando auxílio para que escravizados pudessem fugir de onde viviam nessa condição. Eles criaram uma rede de solidariedade para que os escravizados fugidos conseguissem se integrar na sociedade.

Voltar a questão
Questão 13

Letra E

A Lei Saraiva, de 1881, não legislou sobre a escravidão ou a questão abolicionista, embora o contexto tenha influenciado sua criação. Essa lei realizou reformas profundas no sistema eleitoral brasileiro, estabelecendo condições que limitavam o acesso da população ao exercício da cidadania.

Voltar a questão
Logo Artigo
Leia o artigo relacionado a este exercício e esclareça suas dúvidas
Artigo
Relacionado