Topo
pesquisar

Exercícios sobre a Conferência de Munique

Exercícios de História

Com estes exercícios, você pode avaliar seus conhecimentos sobre a Conferência de Munique, realizada em setembro de 1938 e que tinha o objetivo de evitar a guerra na Europa. Publicado por: Daniel Neves Silva
questão 1

A Conferência de Munique aconteceu em setembro de 1938 e reuniu representantes da Itália, França, Grã-Bretanha e Alemanha. Durante essa conferência, debateram-se as ambições dos alemães sobre qual região:

a) Danzig (Polônia)

b) Alsácia (França)

c) Sudetos (Checoslováquia)

d) Schleswig-Holstein (Dinamarca)

e) Áustria

questão 2

As intenções de expansão territorial dos alemães sobre a região dos Sudetos na Checoslováquia faziam parte de uma ideologia que era muito comum na Alemanha desde o século XIX e que o Nazismo havia herdado. Estamos falando do:

a) Reichstag

b) Wehrmacht

c) Schwerpunkt

d) Lebensraum

e) Blitzkrieg

questão 3

A Conferência de Munique foi organizada por Hermann Göring e contou com a presença do primeiro-ministro britânico com o intuito de se chegar a um consenso sobre a anexação dos Sudetos. A política colocada em prática pelo primeiro-ministro britânico recebeu o nome de:

a) Política da diplomacia

b) Política de negociação pela paz

c) Política de negociação territorial

d) Política de pacificação

e) Política de apaziguamento

questão 4

A Conferência de Munique contou com representantes de diferentes nações. Qual alternativa apresenta uma personalidade que NÃO ESTEVE nessa conferência em 1938:

a) Paul Reynaud

b) Édouard Daladier

c) Adolf Hitler

d) Benito Mussolini

e) Neville Chamberlain

respostas
Questão 1

LETRA C

A Conferência de Munique reuniu-se para debater a crise diplomática causada pelo interesse da Alemanha em ocupar e anexar a região dos Sudetos, na Checoslováquia. A região possuía uma vasta população de origem étnica alemã (conhecidos como sudetos alemães) e isso foi utilizado como argumento por Hitler para defender a sua anexação ao território alemão. Ao final da conferência, os alemães receberam o direito de ocupar os Sudetos.

Voltar a questão
Questão 2

LETRA D

O expansionismo territorial defendido por Adolf Hitler era ideologicamente justificado a partir de um conceito conhecido como Lebensraum (“espaço vital”, na tradução para o português). Esse conceito defendia que os alemães, por “serem” um povo “superior”, tinham o direito de constituir um império que incorporasse vastas somas de territórios que historicamente haviam sido ocupados por povos de origem germânica.

Aprofunde-se no tema: O que foi o “Espaço Vital” Nazista?

Voltar a questão
Questão 3

LETRA E

A política imposta por Neville Chamberlain e por Édouard Daladier ficou conhecida como “política de apaziguamento”. A ideia era realizar o máximo de concessões para os alemães (mas dentro de um limite razoável) para evitar que uma nova guerra generalizada se iniciasse no continente europeu. Durante a Conferência de Munique, os britânicos cederam os Sudetos para os alemães com a promessa de que eles não fariam novas exigências territoriais.

Voltar a questão
Questão 4

LETRA A

Paul Reynaud não esteve na Conferência de Munique, pois, durante sua realização, era Ministro das Finanças do governo de Édouard Daladier, o primeiro-ministro francês na época. Diferentemente de Daladier, Reynaud não defendia a ideia de “apaziguar” as coisas, cedendo os Sudetos para os alemães. Na verdade, ele defendia uma política de enfrentamento contra a ameaça dos nazistas. Foi primeiro-ministro francês durante um período de três meses em 1940.

Aprofunde-se neste conteúdo: Nazismo

Voltar a questão
Leia o artigo relacionado a este exercício e esclareça suas dúvidas
artigo
relacionado
  • SIGA O BRASIL ESCOLA
Exercícios Brasil Escola