Whatsapp

Enem: lista de exercícios sobre desequilíbrios ambientais

Exercícios de Biologia

Esta lista de exercícios sobre desequilíbrios ambientais testará seus conhecimentos sobre esse assunto estudado em ecologia. Publicado por: Frederico da Mata
questão 1

(Enem 2020) Os impactos ambientais das usinas hidrelétricas são motivo de polêmica nas discussões sobre desenvolvimento sustentável. Embora usualmente relacionadas ao conceito de “energia limpa” ou associadas à ideia de “sustentabilidade”, essas usinas podem causar vários problemas ambientais. Destaca-se a proliferação de determinadas espécies aquáticas em relação a outras, ocasionando a perda de diversidade das comunidades de peixes (ictiofauna) do local.

Disponível em: http://ciencia.hsw.com.br. Acesso em: 25 mar. 2013 (adaptado).

Em um primeiro momento, as mudanças na composição dessas comunidades devem-se

a) às alterações nos habitats causadas pela construção das barragens.

b) à poluição das águas por substâncias liberadas no funcionamento da usina.

c) ao aumento da concentração de CO2 na água produzido pelo represamento do rio.

d) às emissões de gases de efeito estufa pela decomposição da matéria orgânica submersa.

e) aos impactos nas margens da barragem em função da pressão exercida pela água represada.

questão 2

(Enem 2020) Pesquisadores delimitaram Unidades Evolutivas Significativas (UES) de cinco espécies pertencentes a diferentes grupos de vertebrados, distribuídos em oito áreas distintas, como mostra o quadro. Cada UES representa uma população isolada histórica e geneticamente diferenciada e apresenta prioridade para manejo e conservação.

Quadro de Unidades Evolutivas Significativas (UES) de cinco espécies de diferentes grupos de vertebrados

MIRANDA, N. E. O.; ALMEIDA JR., E. B.; COLLEVATTI, R. G. Priorizando áreas para a conservação com base em Unidades Evolutivas Significativas (ESU). Genética na Escola, n.1, 2015 (adaptado).

Considerando a área 4, a espécie que terá prioridade nas estratégias de conservação pertence a que grupo?

a) Ave

b) Anfíbio

c) Roedor

d) Lagarto

e) Morcego

questão 3

(Enem 2018) Corredores ecológicos visam mitigar os efeitos da fragmentação dos ecossistemas promovendo a ligação entre diferentes áreas, com o objetivo de proporcionar o deslocamento de animais, a dispersão de sementes e o aumento da cobertura vegetal. São instituídos com base em informações como estudos sobre o deslocamento de espécies, sua área de vida (área necessária para o suprimento de suas necessidades vitais e reprodutivas) e a distribuição de suas populações.

Disponível em: www.mma.gov.br.
Acesso em: 30 nov. 2017 (adaptado).

Nessa estratégia, a recuperação da biodiversidade é efetiva porque

a) propicia o fluxo gênico.

b) intensifica o manejo de espécies.

c) amplia o processo de ocupação humana.

d) aumenta o número de indivíduos nas populações.

e) favorece a formação de ilhas de proteção integral.

questão 4

(Enem 2016) Nos ambientes tropicais, os modelos convencionais de produção agrícola têm gerado degradação dos recursos naturais e um manejo cada vez mais caro e trabalhoso. Pela legislação brasileira, os sistemas agroflorestais (SAFs) são sistemas de uso e ocupação do solo em que plantas lenhosas perenes são manejadas em associação com plantas herbáceas, arbustivas, arbóreas, culturas agrícolas e forrageiras em uma mesma unidade de manejo, de acordo com arranjo espacial e temporal, com alta diversidade de espécies e interações entre esses componentes.

Disponível em: www.ambienteduran.eng.br.
Acesso em: 4 ago. 2012 (adaptado).

Os SAFs são atualmente muito adotados como estratégia de manejo ambiental no Brasil porque

a) garantem a produção de plantas exóticas.

b) possibilitam a manutenção de monocultura típica.

c) aumentam a produção com culturas transgênicas.

d) permitem a utilização do solo com culturas diversas.

e) favorecem a adaptação de plantas lenhosas madeireiras.

questão 5

(Enem 2014) Adubação verde, uma das maneiras de cultivar e tratar bem o solo, é uma técnica agrícola que consiste no cultivo de espécies de plantas com elevado potencial de produção de massa vegetal, semeadas em rotação, sucessão e até em consórcio com culturas de interesse econômico. No cultivo em rotação, o adubo verde pode ser incorporado ao solo após a roçada para posterior plantio da cultura de interesse econômico, ou mantido em cobertura sobre a superfície do terreno, fazendo-se o plantio direto da cultura na palhada.

SILVA, A.C.F. Adubação verde e o manejo de cobertura do solo. Jornal Vanguarda, 15 abr 2010.
Disponível em: www.jvanguarda.com.br (adaptado).

A técnica de adubação verde é vantajosa por

a) permitir correção química refinada do solo.

b) liberar gradualmente sais minerais diversos.

c) viabilizar uma adubação rápida em regiões frias.

d) permitir o arraste da massa vegetal, evitando excesso.

e) limitar a respiração do solo, diminuindo nematoides indesejados.

questão 6

(Enem 2010) Deseja-se instalar uma estação de geração de energia elétrica em um município localizado no interior de um pequeno vale cercado de altas montanhas de difícil acesso. A cidade é cruzada por um rio, que é fonte de água para consumo, irrigação das lavouras de subsistência e pesca. Na região, que possui pequena extensão territorial, a incidência solar é alta o ano todo. A estação em questão abastecerá apenas o município apresentado.

Qual forma de obtenção de energia, entre as apresentadas, é a mais indicada para ser implantada nesse município de modo a causar o menor impacto ambiental?

a) Termelétrica, pois é possível utilizar a água do rio no sistema de refrigeração.

b) Eólica, pois a geografia do local é própria para a captação desse tipo de energia.

c) Nuclear, pois o modo de resfriamento de seus sistemas não afetaria a população.

d) Fotovoltaica, pois é possível aproveitar a energia solar que chega à superfície do local.

e) Hidrelétrica, pois o rio que corta o município é suficiente para abastecer a usina construída.

questão 7

(Enem 2009) A economia moderna depende da disponibilidade de muita energia em diferentes formas, para funcionar e crescer. No Brasil, o consumo total de energia pelas indústrias cresceu mais de quatro vezes no período entre 1970 e 2005. Enquanto os investimentos em energias limpas e renováveis, como solar e eólica, ainda são incipientes, ao se avaliar a possibilidade de instalação de usinas geradoras de energia elétrica, diversos fatores devem ser levados em consideração, tais como os impactos causados ao ambiente e às populações locais.

RICARDO, B.; CAMPANILI, M. Almanaque Brasil Socioambiental.
São Paulo: Instituto Socioambiental, 2007 (adaptado).

Em uma situação hipotética, optou-se por construir uma usina hidrelétrica em região que abrange diversas quedas d’água em rios cercados por mata, alegando-se que causaria impacto ambiental muito menor que uma usina termelétrica. Entre os possíveis impactos da instalação de uma usina hidrelétrica nessa região, inclui-se

a) a poluição da água por metais da usina.

b) a destruição do habitat de animais terrestres.

c) o aumento expressivo na liberação de CO2 para a atmosfera.

d) o consumo não renovável de toda água que passa pelas turbinas.

e) o aprofundamento no leito do rio, com a menor deposição de resíduos no trecho de rio anterior à represa.

questão 8

(Enem 2014) Os impactos da construção de represas são relativamente bem documentados para muitas bacias hidrográficas. Estes impactos estão relacionados ao tamanho, volume, tempo de retenção de água do reservatório, localização geográfica e posição no trajeto do rio.

As alterações na região produzem efeitos e impactos, tais como

a) elevação da taxa de reprodução dos peixes da região pelo aumento da área inundada.

b) diminuição da quantidade de CO2 na atmosfera pela formação do reservatório.

c) maior incidência de doenças endêmicas transmitidas por mosquitos da região.

d) alteração dos níveis de precipitação pela ampliação do lençol freático.

e) aumento na quantidade de água no ciclo hidrográfico da bacia atingida.

questão 9

(Enem 2020) As plantas, em sua fase de crescimento, necessitam de grande quantidade de carbono, sequestrado pela fotossíntese, para a produção de biomassa.

O sequestro de carbono pelas plantas é aumentado

a) reciclando papel.

b) mantendo intactas as florestas nativas.

c) fazendo o replantio das áreas degradadas.

d) evitando a queima de madeira e de áreas de floresta.

e) substituindo a madeira de bens duráveis por materiais alternativos.

questão 10

(Enem 2008) O potencial brasileiro para gerar energia a partir da biomassa não se limita a uma ampliação do Pró-álcool. O país pode substituir o óleo diesel de petróleo por grande variedade de óleos vegetais e explorar a alta produtividade das florestas tropicais plantadas. Além da produção de celulose, a utilização da biomassa permite a geração de energia elétrica por meio de termelétricas a lenha, carvão vegetal ou gás de madeira, com elevado rendimento e baixo custo.

Cerca de 30% do território brasileiro é constituído por terras impróprias para a agricultura, mas aptas à exploração florestal. A utilização de metade dessa área, ou seja, de 120 milhões de hectares, para a formação de florestas energéticas permitiria produção sustentada do equivalente a cerca de 5 bilhões de barris de petróleo por ano, mais que o dobro do que produz a Arábia Saudita atualmente.

José Walter Bautista Vidal. Desafios Internacionais para o século XXI.
Seminário da Comissão de Relações Exteriores e de Defesa Nacional da Câmara dos Deputados, ago./2002 (com adaptações).

Para o Brasil, as vantagens da produção de energia a partir da biomassa incluem

a) implantação de florestas energéticas em todas as regiões brasileiras com igual custo ambiental e econômico.

b) substituição integral, por biodiesel, de todos os combustíveis fósseis derivados do petróleo.

c) formação de florestas energéticas em terras impróprias para a agricultura.

d) importação de biodiesel de países tropicais, em que a produtividade das florestas seja mais alta.

e) regeneração das florestas nativas em biomas modificados pelo homem, como o Cerrado e a Mata Atlântica.

questão 11

(Enem 2007) A figura abaixo é parte de uma campanha publicitária.

Campanha publicitária sobre o tráfico de animais

Com Ciência Ambiental, nº 10, abr./2007.

Essa campanha publicitária relaciona-se diretamente com a seguinte afirmativa:

a) o comércio ilícito da fauna silvestre, atividade de grande impacto, é uma ameaça para a biodiversidade nacional.

b) a manutenção do mico-leão-dourado em jaula é a medida que garante a preservação dessa espécie animal.

c) o Brasil, primeiro país a eliminar o tráfico do mico-leão-dourado, garantiu a preservação dessa espécie.

d) o aumento da biodiversidade em outros países depende do comércio ilegal da fauna silvestre brasileira.

e) o tráfico de animais silvestres é benéfico para a preservação das espécies, pois garante-lhes a sobrevivência.

questão 12

(Enem 2020) Pesquisadores coletaram amostras de água de um rio em pontos diferentes, distantes alguns quilômetros um do outro. Ao longo do rio, há locais de águas limpas, como também locais que recebem descarga de esgoto de área urbana, e locais onde há decomposição ativa com ausência de peixes. Os pesquisadores analisaram dois parâmetros: oxigênio dissolvido (OD) e demanda bioquímica de oxigênio (DBO) em cada ponto de coleta de água, obtendo o gráfico:

Gráfico mostra valores permitidos de OD e DBO para água destinada a consumo.

Valores limites permitidos para águas doces destinadas ao abastecimento para o consumo humano após tratamento convencional, segundo Resolução Conama n. 357/2005: OD≥5mgL–1 e DBO ≤ 5mgL–1.

O OD é proveniente da atmosfera e da fotossíntese que ocorre no curso-d’água e sua concentração é função das variáveis físicas, químicas e bioquímicas locais. A DBO é a quantidade de oxigênio consumido por microrganismos em condições aeróbicas para degradar uma determinada quantidade de matéria orgânica, durante um período de tempo, numa temperatura de incubação específica.

Disponível em: www.programaaguaazul.rn.gov.br.
Acesso em: 16 ago. 2014 (adaptado).

Qual ponto de amostragem da água do rio está mais próximo ao local em que o rio recebe despejo de esgoto?

a) 1

b) 2

c) 3

d) 4

e) 5

questão 13

(Enem 2019) Observe o esquema que ilustra duas situações no ambiente marinho.

Esquema ilustrativo de menor e maior fluxo de nutrientes no ambiente marinho

Disponível em: www.teachoceanscience.net.
Acesso em: 7 jul. 2015 (adaptado).

Qual é o processo responsável pela diminuição da concentração de oxigênio no lado B do esquema?

a) Lixiviação

b) Eutrofização

c) Volatilização

d) Fermentação

e) Bioacumulação

questão 14

(Enem 2009) A seca extrema que atingiu a região amazônica em 2005 provocou problemas de saúde em 90% da população pobre de Rio Branco (AC). A principal causa foi a fumaça liberada, em grandes quantidades, pelas queimadas, que se intensificaram devido ao clima. A concentração de fumaça ficou três vezes maior que o limite crítico estabelecido pelo Ministério do Meio Ambiente, e a de fuligem, mais do que dobrou.

Ciência hoje, Rio de Janeiro, v. 42, nº. 252, p.54, set./2008 (adaptado).
A fumaça liberada pelas queimadas

a) é responsável pelos altos índices pluviométricos na região amazônica.

b) possui gases do efeito estufa e pode influenciar a temperatura global.

c) pode tornar-se menor à medida que as fronteiras agrícolas do país aumentarem.

d) é útil para a formação de nuvens, na manutenção da umidade relativa característica da região.

e) é maior no período de cheias, pois possui mais matéria orgânica que no período de estiagem.

questão 15

(Enem 2014) Cientistas acreditam que a concentração de dióxido de carbono na atmosfera tem aumentado devido, principalmente, à sua liberação durante a queima de combustíveis fósseis. O dióxido de carbono é um dos componentes da atmosfera que retém a radiação infravermelha na superfície da Terra, e o aumento na sua concentração contribui para o aquecimento global. Uma das medidas propostas para combater este problema é o consumo de biocombustíveis no lugar de combustíveis fósseis.

A citada medida se justifica porque o consumo de biocombustíveis

a) é energeticamente menos eficiente que o consumo de combustíveis fósseis.

b) libera menos dióxido de carbono na atmosfera que o consumo de combustíveis fósseis.

c) não resulta na emissão de poluentes, como acontece com o consumo de combustíveis fósseis.

d) não provoca o esgotamento de um recurso não renovável, como acontece com o consumo de combustíveis fósseis.

e) não aumenta a concentração de dióxido de carbono na atmosfera, como acontece com o consumo de combustíveis fósseis.

questão 16

(Enem 2020) O uso de equipamentos elétricos custa dinheiro e libera carbono na atmosfera. Entretanto, diferentes usinas de energia apresentam custos econômicos e ambientais distintos. O gráfico mostra o custo, em centavo de real, e a quantidade de carbono liberado, dependendo da fonte utilizada para converter energia. Considera-se apenas o custo da energia produzida depois de instalada a infraestrutura necessária para sua produção.

Gráfico mostra custo e quantidade de carbono liberada por cada fonte de energia.

CAVALCANTE, R. O vilão virou herói. Superinteressante, jul. 2007.

Em relação aos custos associados às fontes energéticas apresentadas, a energia obtida a partir do vento é

a) mais cara que a energia nuclear e emite maior quantidade de carbono.

b) a segunda fonte mais cara e é livre de emissões de carbono.

c) mais cara que a energia solar e ambas são livres de emissões de carbono.

d) mais barata que as demais e emite grandes quantidades de carbono.

e) a fonte que gera energia mais barata e livre de emissões de carbono.

questão 17

(Enem 2017) O aumento da pecuária em decorrência do crescimento da demanda de carne pela população humana tem sido alvo de grandes preocupações por pesquisadores e ambientalistas. Essa preocupação ocorre em virtude de o metabolismo de animais como os ruminantes produzirem e liberarem gás metano para a atmosfera. Essa preocupação está relacionada com a intensificação de qual problema ambiental?

a) Eutrofização.

b) Chuva ácida.

c) Bioacumulação.

d) Inversão térmica.

e) Aquecimento global.

questão 18

(Enem 2016) O Painel Intergovernamental de Mudanças Climáticas (na sigla em inglês, IPCC) prevê que nas próximas décadas o planeta passará por mudanças climáticas e propõe estratégias de mitigação e adaptação a elas. As estratégias de mitigação são direcionadas à causa dessas mudanças, procurando reduzir a concentração de gases de efeito estufa na atmosfera. As estratégias de adaptação, por sua vez, são direcionadas aos efeitos dessas mudanças, procurando preparar os sistemas humanos às mudanças climáticas já em andamento, de modo a reduzir seus efeitos negativos.

IPCC, 2014. Climate Change 2014: synthesis report.
Disponível em: http://ar5-syr.ipcc.ch. Acesso em: 22 out. 2015 (adaptado).

Considerando as informações do texto, qual ação representa uma estratégia de adaptação?

a) Construção de usinas eólicas.

b) Tratamento de resíduos sólidos.

c) Aumento da eficiência dos veículos.

d) Adoção de agricultura sustentável de baixo carbono.

e) Criação de diques de contenção em regiões costeiras.

questão 19

(Enem 2013) Sabe-se que o aumento da concentração de gases como CO2, CH4 e N2O na atmosfera é um dos fatores responsáveis pelo agravamento do efeito estufa. A agricultura é uma das atividades humanas que pode contribuir tanto para a emissão quanto para o sequestro desses gases, dependendo do manejo da matéria orgânica no solo.

ROSA, A. H.; COELHO, J. C. R. Cadernos Temáticos da Química Nova na Escola. São Paulo, n. 5 nov. 2003 (adaptato).

De que maneira as práticas agrícolas podem ajudar a minimizar o agravamento do efeito estufa?

a) Evitando a rotação de culturas.

b) Liberando o CO2 presente no solo.

c) Aumentando a quantidade matéria orgânica do solo.

d) Queimando a matéria orgânica que se deposita no solo.

e) Atenuando a concentração de resíduos vegetais do solo.

questão 20

(Enem 2013) Algumas estimativas apontam que, nos últimos cem anos, a concentração de gás carbônico na atmosfera aumentou em cerca de 40%, devido principalmente à utilização de combustíveis fósseis pela espécie humana. Alguns estudos demonstram que essa utilização em larga escala promove o aumento do efeito estufa.

Outros fatores de origem antrópica que aumentam o efeito estufa são

a) chuva ácida e destruição da camada de ozônio.

b) alagamento e inversão térmica.

c) erosão e extinção das espécies.

d) poluição das águas e do solo.

e) queimada e desmatamento.

respostas
Questão 1

Letra A. Hidrelétricas são fontes mais limpas de energia, porém ainda utilizamos construções imensas e gigantescos represamentos de água. Com isso, temos uma alteração de habitats, pois parte dos rios se tornam lagos, todo o fluxo de nutrientes é alterado e espécies menos seletivas ou especialistas acabam se beneficiando mais do que outras.

Voltar a questão
Questão 2

Letra B. Analisando a tabela, especificamente a área 4, percebe-se que a UES 4 de anfíbios não ocorre em outras áreas, sendo assim é única e deve ser prioridade na estratégia de conservação. Nas outras espécies, pode-se observar que as UES são encontradas na área 4 e também em outras áreas, sendo assim não seriam o foco para preservação.

Voltar a questão
Questão 3

Letra A. Corredores ecológicos são verdadeiras pontes de ligação entre populações de uma mesma espécie que podem ter sido separadas por cidades, estradas ou outras construções humanas. Em relação à biodiversidade, deve-se lembrar que a separação de uma população pode dar início a um processo de especiação e seleção natural ou artificial. Com a instalação de um corredor ecológico, garantimos maior fluxo gênico, pois essas populações separadas podem continuar reproduzindo e seguindo um processo de seleção natural.

Voltar a questão
Questão 4

Letra D. Os sistemas agroflorestais (SAFs) são uma alternativa à monocultura, em que se esgota os recursos de uma faixa do solo e não é oferecido um ciclo de retorno da matéria orgânica e outros elementos ao solo, tornando-o infértil. Com as SAFs, ocorre o plantio de vários tipos de culturas ao mesmo tempo, utilizando os recursos de forma mais equilibrada e diversa, além da recuperação do solo, com o ciclo da matéria orgânica advindo da decomposição de partes das plantas cultivadas.

Voltar a questão
Questão 5

Letra B. Adubação verde é um tipo de adubação sem compostos químicos não naturais. Nesse cultivo, utilizam-se os restos de uma cultura para devolver nutrientes ao solo, continuando um ciclo de decomposição da matéria orgânica. Sendo assim, com a decomposição, o solo recebe vários nutrientes, como os sais minerais, aos poucos.

Voltar a questão
Questão 6

Letra D. No município em questão, uma usina hidrelétrica poderia trazer prejuízos à agricultura e à captação de água. Além disso, por estar em um vale, a represa causaria um impacto indesejado. A energia eólica se torna inviável pela presença de montanhas, tornando o acesso difícil. A energia termoelétrica possui um impacto ambiental altíssimo, similarmente à nuclear. Foi citado no texto que a incidência solar é alta o ano todo, o que propicia a instalação de uma usina fotovoltaica.

Voltar a questão
Questão 7

Letra B. A instalação de uma usina hidrelétrica envolve o desmatamento de uma grande área para a construção da barragem, além da área de represamento, constituindo, assim, um impacto gigantesco sobre vários habitats terrestres na região.

Voltar a questão
Questão 8

Letra C. Represas de hidrelétricas geram impactos ambientais em relação à alteração do ambiente e dos habitats naturais, beneficiando alguns seres em detrimento de outros. Com a ampliação de uma área alagada, surgiria uma quantidade maior de ambientes propícios para o desenvolvimento de larvas de mosquitos, que aumentam sua população rapidamente e podem multiplicar a incidência de doenças endêmicas.

Voltar a questão
Questão 9

Letra C. A questão cita que o momento de maior sequestro de carbono é a fase de crescimento das plantas, então o replantio das áreas degradadas seria a opção correta para aumentar o processo em questão, já que uma nova área passaria por todos os estágios de sucessão ecológica. Há a proposta de uma forma de retirar o carbono que está na atmosfera, e não de evitar a liberação desse gás.

Voltar a questão
Questão 10

Letra C. A utilização de terras impróprias para a agricultura seria a uma grande vantagem, pois para implantar a produção de energia a partir da biomassa não seria necessário desmatamento, ou seja, não haveria interferência na cadeia produtiva, uma vez que o Brasil, como país tropical, já possui grande capacidade de produção florestal e de biomassa. A formação de florestas energéticas não implicaria em aumentar a degradação ambiental causada por outras fontes de energia.

Voltar a questão
Questão 11

Letra A. A imagem se refere ao tráfico de animais silvestres, que causa prejuízos imensos à biodiversidade nacional, uma vez que essa prática retira indivíduos aptos à reprodução de seu ambiente natural e os condenam a condições de solidão e isolamento, visando o comércio e lucro. A retirada desses indivíduos de seu habitat provoca a diminuição da população natural até níveis críticos, podendo causar sua extinção.

Voltar a questão
Questão 12

Letra A. A questão fala sobre despejo de esgoto em cursos de rios, sendo que na presença de grande quantidade de matéria orgânica proveniente do esgoto há alta proliferação de algas aeróbicas. Sendo assim, o local de coleta mais próximo do despejo terá uma grande demanda de oxigênio DBO, pois as algas consomem a matéria orgânica do esgoto e, para isso, seu metabolismo necessita de grande quantidade de oxigênio. Isso caracteriza o ponto de amostragem 1.

Voltar a questão
Questão 13

Letra B.

Como vimos na questão anterior, a grande disponibilidade de nutrientes em um meio aquático potencializa a reprodução de algas que utilizam o oxigênio dissolvido na água. Com isso, elas acabam afetando todo o ambiente, causando morte de outros seres, o que aumenta a quantidade de matéria orgânica, fenômeno denominado eutrofização.

Voltar a questão
Questão 14

Letra B. A fumaça citada no texto é proveniente de queimadas, um processo de combustão em que partículas são convertidas em energia e resíduos desse processo são liberados para a atmosfera. Esses compostos na forma de gases, principalmente o CO2, aumentam o efeito estufa e colaboram com o aquecimento global.

Voltar a questão
Questão 15

Letra E.

A questão pede uma justificativa, ou seja, uma vantagem da utilização do biocombustível. Sabemos que o uso desses combustíveis também libera poluentes, como o CO2, porém esse elemento é utilizado por plantas (utilizadas na produção de biocombustíveis) durante seu crescimento e desenvolvimento, o que balanceia a quantidade emitida pela combustão. Vale ressaltar que a questão generaliza o aspecto da emissão e sequestro de carbono, pois isso não ocorre de forma tão eficiente a ponto de não aumentar a concentração de CO2 na atmosfera. O exercício foca no fato de que com a utilização de combustíveis fósseis, estamos retirando um carbono já aprisionado na litosfera e jogando-o na atmosfera, enquanto que o biocombustível retira e, ao mesmo tempo, sequestra esse composto da atmosfera.

Voltar a questão
Questão 16

Letra B. Analisando o gráfico, percebe-se que a energia eólica possui um gasto inferior à solar e maior que a nuclear, e estas também não apresentam emissões de carbono. A alternativa B representa a segunda fonte mais cara e também livre de emissões de carbono.

Voltar a questão
Questão 17

Letra E. Em relação ao gás metano produzido pelos animais e liberado para a atmosfera, a alternativa correta seria o aquecimento global, uma vez que o metano é um gás estufa, responsável por 15 a 20% do aumento do efeito estufa. Esse potencial está relacionado à grande capacidade de captação de radiação desse gás, o que auxilia no aumento da temperatura do planeta.

Voltar a questão
Questão 18

Letra E. O texto deixa claro que uma estratégia de mitigação é uma opção para se conviver com o problema, preparando os sistemas humanos para suportar as mudanças climáticas já em andamento. Entre as alternativas, a ação mais eficaz seria a criação de diques ou barreiras de contenção do volume dos oceanos, aumentado significativamente, consequência do aquecimento global.

Voltar a questão
Questão 19

Letra C

Um dos efeitos positivos da agricultura é a capacidade de sequestro de carbono, uma vez que para o desenvolvimento da planta é necessário o processo de fotossíntese, que utiliza CO2 para a produção de glicose (C₆H₁₂O₆). Além disso, outros compostos orgânicos são constituídos com base no carbono e, sendo assim, não retornam para a atmosfera, ficando aprisionados no solo. A agricultura aumenta a quantidade de matéria orgânica do solo, consumindo CO2 da atmosfera.

Voltar a questão
Questão 20

Letra E. As pesquisas mais recentes comprovam que as ações humanas que mais impulsionam o efeito estufa estão relacionadas aos processos que envolvem combustão e retirada de cobertura vegetal que fixa carbono. Dessa forma, as queimadas e o desmatamento estão diretamente relacionados ao agravamento do efeito estufa. Outros fenômenos, como chuva ácida, inversão térmica, erosão e poluição da água, estão ligados a ações antrópicas que levam a outros fatores que influenciam o aumento do efeito estufa, porém apenas a alternativa E apresenta ações diretas.

Voltar a questão