Whatsapp

Exercícios sobre deriva continental

Exercícios de Geografia

Esta lista de exercícios sobre a teoria da deriva continental medirá seus conhecimentos sobre como se deu a configuração física dos continentes. Publicado por: Mateus Campos
questão 1

A teoria da deriva continental, proposta por Alfred Wegener em 1912, explica a

A) movimentação dos objetos celestes.

B) configuração atual dos continentes.

C) ocorrência de terremotos e vulcões.

D) presença de rochas na astenosfera.

E) formação das três zonas climáticas.

questão 2

A teoria da deriva continental defende que os atuais seis continentes terrestres formavam um único continente, denominado:

A) Laurásia.

B) Pangeia.

C) Eurásia.

D) Ocidente.

E) Pantalassa.

questão 3

A movimentação das placas tectônicas, defendida pela teoria da deriva continental, indica que os dois continentes globais formados por meio de uma única porção de terra foram chamados de

A) Laurásia e Pantalassa.

B) Pangeia e Gondwana.

C) Europa e Eurasiano.

D) Pangeia e Pantalassa.

E) Laurásia e Gondwana.

questão 4

Assinale a alternativa que aponta corretamente uma evidência defendida pela teoria da deriva continental quanto à movimentação das placas litosféricas do planeta:

A) A ocorrência de grandes falhas geológicas no centro dos Estados Unidos.

B) A semelhança entre os contornos continentais da África e América do Sul.

C) A continuação dos desertos entre os continentes Ásia e América do Sul.

D) A formação de grandes cadeias montanhosas entre a Europa e a Eurásia.

E) A distribuição dos climas e das vegetações em todo o hemisfério oriental.

questão 5

Conforme a teoria da deriva continental, a distribuição de espécies animais diferentes ao redor do globo é explicada pela

A) diferença de temperatura entre os polos mundiais.

B) presença de eventos chuvosos na faixa temperada.

C) redução do volume de espécies por causa do relevo.

D) extinção de animais devido às condições climáticas.

E) movimentação das camadas litosféricas terrestres.

questão 6

Atualmente, sabe-se que as ocorrências descritas pela teoria da deriva continental são fruto de vários processos, com destaque para a

A) ocorrência de terremotos derivados de estabilidade terrestre.

B) acentuação do aquecimento do planeta por causa do efeito estufa.

C) periodicidade das eras glaciais decorrentes de mudanças do clima.

D) movimentação do planeta por meio de fenômenos como a rotação.

E) instabilidade dos grandes blocos terrestres que formam a litosfera.

questão 7

A teoria da deriva continental e a teoria das placas tectônicas explicam a ocorrência de alguns fenômenos, como a

A) ocorrência da lixiviação no solo.

B) precipitação de chuvas ácidas.

C) origem do tectonismo terrestre.

D) solidificação da água da chuva.

E) presença de zonas climáticas.

questão 8

O movimento das placas tectônicas, defendido pelas pesquisas científicas que culminaram na teoria da deriva continental e, posteriormente, na teoria das placas tectônicas, ocorre por meio da ação do

A) subsolo.

B) clima.

C) relevo.

D) oceano.

E) magma.

questão 9

(Enem 2021 – PPL)

A enorme fenda que pode separar o Chifre da África do resto do continente

Em 18 de março, algo estranho aconteceu: a terra começou a se abrir. “Minha mulher começou a gritar para os vizinhos, pedindo ajuda para tirar nossos pertences de casa”, contou Eliud Njoroge. Desde então, a fenda no piso de cimento de sua casa não parou de crescer, fazendo com que a família de Njoroge e muitas outras fossem evacuadas.

Disponível em: www.bbc.com. Acesso em: 5 nov. 2018 (adaptado).

O fenômeno apresentado no texto ocorre devido ao(à)

A) movimento de placa tectônica.

B) alteração de fatores climáticos.

C) desmatamento de vegetação nativa.

D) intemperismo da estrutura pedológica.

E) assoreamento de mananciais hídricos.

questão 10

(Enem 2017) O terremoto de 8,8 na escala Richter que atingiu a costa oeste do Chile, em fevereiro, provocou mudanças significativas no mapa da região. Segundo uma análise preliminar, toda a cidade de Concepción se deslocou pelo menos três metros para o oeste. Buenos Aires moveu-se cerca de 2,5 centímetros para oeste, enquanto Santiago, mais próxima do local do evento, deslocou-se quase 30 centímetros para o oeste-sudoeste. As cidades de Valparaíso, no Chile, e Mendoza, na Argentina, também tiveram suas posições alteradas significativamente (13,4 centímetros e 8,8 centímetros, respectivamente).

Revista InfoGNSS, Curitiba, ano 6, n. 31, 2010.

No texto, destaca-se um tipo de evento geológico frequente em determinadas partes da superfície terrestre. Esses eventos estão concentrados em

A) áreas vulcânicas, onde o material magmático se eleva, formando cordilheiras.

B) faixas costeiras, onde o assoalho oceânico recebe sedimentos, provocando tsunamis.

C) estreitas faixas de intensidade sísmica, no contato das placas tectônicas, próximas a dobramentos modernos.

D) escudos cristalinos, onde as rochas são submetidas aos processos de intemperismo, com alterações bruscas de temperatura.

E) áreas de bacias sedimentares antigas, localizadas no centro das placas tectônicas, em regiões conhecidas como pontos quentes.

questão 11

(UEG 2018) Sobre a estrutura geológica da Terra e sua dinâmica, tem-se o seguinte:

A) Estima-se que, da superfície terrestre ao seu centro, a profundidade média seja de, aproximadamente, 15.500 km.

B) O conjunto das crostas continental e oceânica, chamado de litosfera, constitui a esfera rígida do planeta Terra.

C) As regiões localizadas nas zonas de subducção e/ou afastamento das placas continentais são as mais estáveis do planeta.

D) O núcleo terrestre corresponde à metade da estrutura do planeta e é constituído principalmente por alumínio e sílica.

E) Os vulcões são fenômenos geológicos que ocorrem exclusivamente nas áreas de contato das placas tectônicas.

questão 12

(Fatec 2010) A teoria da “tectônica de placas”, hoje mais do que comprovada empiricamente, explica fenômenos como vulcões, terremotos e tsunamis. Segundo essa teoria, as placas tectônicas

A) atritam entre si nas extremidades da Terra, derretendo as calotas polares.

B) movem-se porque flutuam debaixo dos solos dos oceanos, causando abalos no continente.

C) deslizam sobre o magma do interior da Terra e chocam-se em alguns pontos da crosta.

D) movimentam-se em conjunto, desenvolvendo abalos sísmicos coordenados e previsíveis.

E) encostam uma na outra e bloqueiam seu movimento natural, causando abalos nos mares.

respostas
Questão 1

Alternativa B

A teoria da deriva continental tem como objetivo explicar a configuração dos continentes terrestres. Essa teoria determina que eles são ativos, ou seja, realizam deslocamentos distintos por meio de um substrato instável.

Voltar a questão
Questão 2

Alternativa B

A única massa continental presente no planeta em tempos remotos era a Pangeia. A teoria da deriva continental explica que, por meio da movimentação das placas tectônicas, houve a divisão dessa grande massa de terra, formando os atuais continentes terrestres.

Voltar a questão
Questão 3

Alternativa E

A teoria da deriva continental defende que Pangeia deu origem a dois grandes blocos de terra: Laurásia e Gondwana. Essa divisão foi fruto da movimentação constante da camada litosférica planetária.

Voltar a questão
Questão 4

Alternativa B

A semelhança entre os contornos da América do Sul e da África é um dos principais argumentos que afirmam que, em tempos remotos, ambos os continentes faziam parte de um grande bloco de terra que se desmembrou por meio da movimentação das placas tectônicas.

Voltar a questão
Questão 5

Alternativa E

A movimentação das placas tectônicas explica, dentre outros fatos, as divisões entre as espécies animais e vegetais presentes no planeta. A desintegração dos continentes gerou uma diversidade de espécies que apresenta uma espacialidade geográfica específica.

Voltar a questão
Questão 6

Alternativa E

A teoria da deriva continental afirma que o substrato terrestre é instável. Logo, as camadas da litosfera apresentam movimentações distintas que resultaram, dentre outros fatores, na configuração atual dos continentes.

Voltar a questão
Questão 7

Alternativa C

O tectonismo terrestre tem a sua origem na movimentação das placas tectônicas. A força gerada por essa movimentação tem a capacidade de ocasionar os chamados terremotos. Esses fenômenos ocorrem em diversas escalas e têm grande potencial destrutivo.

Voltar a questão
Questão 8

Alternativa E

A movimentação do magma terrestre, por meio das correntes de convecção localizadas no manto, são o elemento que causa a instabilidade das camadas litosféricas terrestres.

Voltar a questão
Questão 9

Alternativa A

A movimentação dos continentes terrestres, como a presente na região denominada Chifre da África, tem como causa o deslocamento das placas tectônicas. A crosta terrestre é dinâmica e está em constante movimento, reconfigurando a formação dos continentes pelo globo.

Voltar a questão
Questão 10

Alternativa C

O evento geológico descrito é o terremoto. Ele ocorre em zonas tectonicamente instáveis, notadamente em áreas de contato de placas tectônicas, caracterizadas pela intensa atividade sísmica.

Voltar a questão
Questão 11

Alternativa B

A litosfera é a camada rígida do planeta. Ela está em constante movimentação, por meio da atuação das correntes de convecção do magma nas placas tectônicas terrestres, reconfigurando assim o desenho dos continentes do planeta.

Voltar a questão
Questão 12

Alternativa C

A teoria das placas tectônicas foi desenvolvida posteriormente à teoria da deriva continental. Ela também defende que o planeta é formado por um conjunto instável de placas litosféricas, que realizam movimentos constantes, ocasionando diversos fenômenos, como os terremotos.

Voltar a questão
Logo Artigo
Leia o artigo relacionado a este exercício e esclareça suas dúvidas
Artigo
Relacionado