Whatsapp

Exercícios sobre o Segundo Reinado

Exercícios de História do Brasil

Esta lista de exercícios testará os seus conhecimentos a respeito do Segundo Reinado, período no qual o Brasil foi governado pelo imperador D. Pedro II. Publicado por: Daniel Neves Silva
questão 1

(TJ-SC) Sobre a Revolução Farroupilha, assinale a única alternativa que está INCORRETA.

a) Os promotores dessa revolução foram os estancieiros gaúchos que pretendiam separar-se politicamente do Brasil.

b) Foi a mais longa guerra civil brasileira.

c) Bento Gonçalves foi um dos líderes dessa revolta.

d) Foi um movimento liderado pelas elites empobrecidas, extremamente organizado militarmente e voltado para a solução dos problemas das camadas mais pobres da população do Rio Grande do Sul, e norte do Uruguai e Argentina.

e) Esse movimento teve também causas econômicas: o principal produto da região, o charque, comercializado no mercado interno foi taxado de forma elevada, o que facilitou a concorrência do charque platino, privilegiado pelas baixas taxas alfandegárias.

questão 2

(Consesp) Assinale a alternativa que apresenta o fato que marcou o início do Segundo Reinado no Brasil.

a) Noite das Garrafadas

b) Abdicação de Dom Pedro I

c) Golpe da Maioridade

d) Confederação do Equador

e) Ato Adicional de 1834

questão 3

(Instituto AOCP) Durante o Segundo Reinado, vários fatores contribuíram decisivamente para que a economia brasileira entrasse em um período de relativa prosperidade. No que diz respeito a esses fatores, assinale a alternativa correta.

a) Aumento da exportação de café, com a consequente formação de capitais para a indústria nascente.

b) Diversificação da atividade agrícola, com o surgimento de novos produtos de exportação, como cacau, borracha e café, além dos produtos tradicionais como açúcar e algodão; crescimento das atividades industriais e de serviços, impulsionado pelo café.

c) Início do processo de imigração, com a vinda de muitos italianos para trabalhar nos cafezais, verificando-se um expressivo aumento do mercado interno para os produtos industriais; adoção, por parte das fazendas de café, de equipamentos aperfeiçoados, fato que estimulou a indústria nacional.

d) Criação da tarifa Alves Branco, em 1844, que aumentou as taxas aduaneiras de artigos manufaturados importados, dando impulso ao processo de instalação de fábricas no Brasil; criação de leis que obrigavam a União a comprar produtos nacionais, a fim de estimular a indústria brasileira.

e) Início da Segunda Revolução Industrial, com a aplicação da força motriz do vapor em vários setores da produção, como o descaroçador do algodão, elevando a produtividade do trabalho e rompendo com o caráter monocultural da agricultura brasileira.

questão 4

(Instituto AOCP) A partir da década de 1880, verifica-se um substancial aumento na imigração europeia para o Brasil, em especial, italianos, alemães e portugueses, para trabalharem nas fazendas de café em substituição aos escravos. Sobre o assunto, assinale a alternativa correta.

a) A Igreja Católica, partindo do princípio de que todos os homens eram filhos de Deus, portanto, tinham alma, começou a pressionar D. Pedro II a dar liberdade aos escravos. Além disso, por serem maioria, temia-se uma revolta dos escravos em escala nacional.

b) Os africanos eram inadaptáveis ao trabalho agrícola e pouco lucrativos. Por isso os proprietários de terra deram início à sua substituição por imigrantes europeus, mais trabalhadores e conformados com a sua sorte.

c) A partir de meados do século XIX, consolidou-se a percepção de que a escravidão estava com os dias contados. Simultaneamente, transformações econômicas e sociais na Europa, que resultaram em crescimento demográfico, barateamento e aumento de escala dos transportes terrestres e marítimos, combinados com crises industriais e tensões sociais que provocaram grandes fluxos migratórios, tornaram os imigrantes, na visão da elite ilustrada brasileira, um substituto ideal dos escravos africanos.

d) Os proprietários de terras e de escravos, na sua grande maioria falidos, viam na abolição da escravatura um meio de obter compensações financeiras. Por isso deram início ao processo de imigração, trazendo europeus, que eram mais baratos, pressionando o Imperador a abolir a escravidão, indenizando-os.

e) Os imigrantes, enganados pela promessa de que o governo brasileiro lhes daria terras após 10 anos de trabalho na lavoura, vieram em grande número para o Brasil, decepcionando-se em seguida, aderindo, de um modo geral, ao anarquismo.

questão 5

Qual foi a primeira província brasileira invadida pelos paraguaios durante a Guerra do Paraguai?

a) Santa Catarina

b) Mato Grosso

c) Rio Grande do Sul

d) Paraná

e) Rio de Janeiro

questão 6

Qual foi a revolta provincial que aconteceu em Pernambuco na década de 1840?

a) Revolução Pernambucana

b) Confederação do Equador

c) Guerra dos Mascates

d) Revolta da Armada

e) Revolução Praieira

questão 7

Lei que aboliu o tráfico negreiro no ano de 1850:

a) Lei do Ventre Livre.

b) Lei Saraiva.

c) Lei dos Sexagenários.

d) Lei Eusébio de Queirós.

e) Lei Áurea.

questão 8

Quem foi o responsável pela Proclamação da República no dia 15 de novembro de 1889?

a) José do Patrocínio

b) Deodoro da Fonseca

c) Floriano Peixoto

d) Benjamin Constant

e) Conde d’Eu

questão 9

A Lei Saraiva, de janeiro de 1881, legislava sobre:

a) a escravidão.

b) o sistema eleitoral.

c) o Exército.

d) a área da saúde.

e) o Carnaval no Rio de Janeiro.

questão 10

O grande nome do pequeno ciclo de industrialização que o Brasil viveu no Segundo Reinado foi:

a) Visconde de Ouro Preto.

b) Barão de Santos.

c) Duque de Caxias.

d) Barão de Mauá.

e) Barão de Cotegipe.

questão 11

A Questão Christie, que aconteceu entre 1862 e 1865, foi um problema diplomático que envolveu o Brasil e qual país?

a) Argentina

b) Uruguai

c) Estados Unidos

d) Portugal

e) Reino Unido

questão 12

O acordo que colocou fim à Guerra dos Farrapos em 1845 foi:

a) Tratado do Poncho Verde.

b) Tratado dos Pampas.

c) Tratado Farroupilha.

d) Acordo de Porto Alegre.

e) Acordo de Duque de Caxias.

respostas
Questão 1

LETRA D

A revolta que resultou na Guerra dos Farrapos não foi um movimento da elite empobrecida do Rio Grande do Sul, mas, sim, dos estancieiros, grupo que fazia parte da elite econômica da província. Ela também não aconteceu para resolver os problemas dos pobres, mas, sim, para atender aos interesses dessa própria elite.

Voltar a questão
Questão 2

LETRA C

O Golpe da Maioridade, acontecimento de 1840, foi o evento que marcou o início do Segundo Reinado. Esse evento foi um golpe parlamentar que resultou na antecipação da maioridade de Pedro de Alcântara para que ele pudesse assumir o trono do Brasil com apenas 14 anos.

Voltar a questão
Questão 3

LETRA B

A economia brasileira durante o Segundo Reinado tinha no café o seu principal impulsionador, mas presenciou a ascensão de produtos como o cacau e a borracha, que se tornaram importantes em algumas regiões do país. Houve ainda um crescimento industrial financiado pelos cafeicultores, sobretudo em São Paulo.

Voltar a questão
Questão 4

LETRA C

Os imigrantes europeus que vinham para o Brasil se mudavam em busca de melhores condições de sobrevivência, uma vez que na Europa emprego, terra e alimento eram cada vez mais difíceis de serem obtidos. Muitos cafeicultores, percebendo o enfraquecimento da escravidão, começaram a incentivar a vinda de trabalhadores europeus remunerados.

Voltar a questão
Questão 5

LETRA B

A invasão do Paraguai, ainda em 1864, foi uma das primeiras ações da Guerra do Paraguai. Nesse acontecimento os paraguaios enviaram tropas para ocupar o Mato Grosso, região onde havia disputas de fronteira com o Paraguai. Só em 1868 que o Brasil conseguiu expulsar os paraguaios do território mato-grossense.

Voltar a questão
Questão 6

LETRA E

A Revolução Praieira aconteceu de 1848 a 1850, sendo uma revolta causada pela disputa política travada entre praieiros, aliados dos liberais, e conservadores. Essa foi a última revolta de caráter liberal em Pernambuco, e a derrota dos liberais os afastou do poder político por mais de uma década.

Voltar a questão
Questão 7

LETRA D

A Lei Eusébio de Queirós, de 1850, foi a responsável pela proibição do tráfico negreiro, o comércio que trazia africanos escravizados para o Brasil. Essa lei foi resultado sobretudo da pressão realizada pela Inglaterra para que o Brasil colocasse fim ao comércio de escravos.

Voltar a questão
Questão 8

LETRA A

O responsável pela Proclamação da República no Brasil, no dia 15 de novembro de 1889, foi José do Patrocínio. Ele era vereador e fez a proclamação na Câmara Municipal do Rio de Janeiro.

Voltar a questão
Questão 9

LETRA B

A Lei Saraiva ou Decreto nº 3.029, de 9 de janeiro de 1881, foi uma lei que propôs alterações no sistema eleitoral do Brasil. Entre as medidas estavam o fim do voto censitário e a exigência de uma assinatura para que o eleitor pudesse se alistar.

Voltar a questão
Questão 10

LETRA D

Irineu Evangelista de Sousa é o nome do Barão de Mauá, um dos grandes envolvidos com a industrialização do Brasil no Segundo Reinado. Ele foi responsável pela construção de uma fundição de ferro e um estaleiro, bem como financiou a construção das primeiras estradas de ferro em nosso país. Os negócios dele faliram na década de 1870.

Voltar a questão
Questão 11

LETRA E

A Questão Christie foi um conflito diplomático travado entre o Brasil e o Reino Unido. Foi causado por uma série de desentendimentos entre os dois países, sobretudo por conta da ação do diplomata britânico William Dougal Christie. As relações diplomáticas do Brasil com o Reino Unido ficaram rompidas de 1862 a 1865.

Voltar a questão
Questão 12

LETRA A

O Tratado do Poncho Verde foi um acordo assinado em 1º de março de 1845. Esse tratado reuniu as lideranças dos farrapos e representantes do Império, colocando fim à Guerra dos Farrapos, conflito que se estendeu de 1835 a 1845. Entre as determinações desse acordo, estava, por exemplo, a concessão de anistia aos envolvidos.

Voltar a questão
Logo Artigo
Leia o artigo relacionado a este exercício e esclareça suas dúvidas
Artigo
Relacionado