Whatsapp

Exercícios sobre os governos militares

Exercícios de História do Brasil

Com estes exercícios, você pode avaliar seus conhecimentos sobre os governos militares que existiram no Brasil de 1964 a 1985 e caracterizaram o período da Ditadura Militar. Publicado por: Daniel Neves Silva
questão 1

O Golpe de 1964 foi uma conjunção de eventos que começou com uma rebelião militar, passou por um golpe parlamentar e, por fim, entregou o poder a uma junta militar. Os historiadores sabem que a conspiração golpista era debatida e organizada no Brasil desde, pelo menos, 1962. O golpe de 1964 destituiu qual presidente do poder:

a) Jânio Quadros

b) João Goulart

c) Getúlio Vargas

d) Juscelino Kubitschek

e) Leonel Brizola

questão 2

Até hoje se debate a inércia de João Goulart enquanto o golpe acontecia, entre 31 de março e 2 de abril. Sabe-se também que foi proposto a Goulart oferecer resistência armada aos golpistas, mas o presidente rejeitou essa hipótese porque sabia que isso arrastaria o Brasil para uma guerra civil. A proposta de resistência armada foi realizada por:

a) Juscelino Kubitschek

b) Ulysses Guimarães

c) Leonel Brizola

d) Jânio Quadros

e) Amaury Kruel

questão 3

Ao todo, durante o período da Ditadura Militar (1964-1985), o Brasil contou com cinco presidentes militares instituídos pela Junta Militar ou via eleições indiretas. Selecione a alternativa que apresenta o nome de uma personalidade que não foi presidente do Brasil durante esse período:

a) Olímpio Mourão

b) Emílio Médici

c) Humberto Castelo Branco

d) Arthur Costa e Silva

e) Ernesto Geisel

questão 4

Carlos Lacerda foi um dos principais nomes civis que fez campanha abertamente a favor do golpe militar. Durante toda a Quarta República, o político conservador incendiou o cenário político brasileiro até que, finalmente, um golpe contra a democracia foi realizado. Poucos anos depois, insatisfeito com os rumos que os governos militares haviam tomado, Carlos Lacerda organizou uma campanha de resistência civil que ficou conhecida como:

a) Ação Popular

b) Frente Ampla

c) Diretas Já

d) Aliança de Libertação Nacional

e) Movimento Nacional Revolucionário

questão 5

(Fundatec) As explicações para a ocorrência do Golpe Militar de 1964 são elaboradas a partir da perspectiva historiográfica. Qual das alternativas a seguir apresenta uma explicação de cunho marxista para a ocorrência desse evento?

a) O Golpe de 1964 foi fundamentalmente o resultado do emperramento do sistema político, ao invés de uma reação a iniciativas governamentais: o golpe militar resultou mais da imobilidade do

Governo Goulart do que de qualquer política coerente por este patrocinada e executada.

b) O Golpe pode ser explicado a partir da reconstituição linear e cronológica da história brasileira desde Getúlio Vargas, que indica que a destituição de Goulart, apesar do forte apoio dos civis, foi primeiro e, sobretudo, uma operação militar, benfeitora patriarcal de toda a sociedade do país.

c) Além da ação ideológica coordenada pelo Instituto de Pesquisa de Estudos Sociais e Instituto

Brasileiro de ação democrática, foi necessário construir uma rede de apoio dentro das Forças

Armadas: a partir de uma atmosfera de inquietação política, conseguiram coordenar diversos grupos militares de forma a proporcionar o raciocínio estratégico para o Golpe de 1964.

d) As razões imediatas do Golpe de 1964 derivaram da inabilidade de Goulart em reequilibrar o sistema político, pois até o evento teria havido no Brasil um padrão de relacionamento entre os militares e os civis caracterizado como moderador; no entanto, os militares se sentiram diretamente ameaçados em função da falta de disciplina e hierarquia, suposto passo inicial para a suposta dissolução das Forças Armadas.

e) Nenhuma das anteriores.

questão 6

(Amauc) Quais foram os “presidentes” da Ditadura Militar no Brasil?

a) Castelo Branco, Jânio de Oliveira Quadros, Emilio Garrastazu Médici, Ernesto Geisel e João Baptista de Figueiredo.

b) Castelo Branco, Arthur da Costa e Silva, Eurico Gaspar Dutra, Ernesto Geisel e João Baptista de Figueiredo.

c) Castelo Branco, Arthur da Costa e Silva, Emilio Garrastazu Médici, Prudente de Morais e João Baptista de Figueiredo.

d) Castelo Branco, Arthur da Costa e Silva, Emilio Garrastazu Médici, Ernesto Geisel e João Baptista de Figueiredo.

e) Rodrigues Alves, Arthur da Costa e Silva, Emilio Garrastazu Médici, Ernesto Geisel e João Baptista de Figueiredo.

questão 7

(Ieses – adaptado) Foi o Ato Constitucional decretado pelo Presidente Costa e Silva que previa, entre outras medidas, a suspensão dos direitos políticos, do habeas corpus e das garantias constitucionais individuais:

a) AI-5.

b) AI-4.

c) AI-1.

d) AI-2.

e) AI-3.

questão 8

 (AGIRH – adaptado) Corte Interamericana de Direitos Humanos (CIDH), em julho de 2018, condenou o Estado brasileiro:

a) pela morte do jornalista Vladimir Herzog, em 1975, durante a ditadura militar no Brasil.

b) pela prisão do ex-presidente Lula.

c) pelo aumento de mortes de crianças faveladas.

d) pela corrupção sem limites dos políticos brasileiros.

e) pelo Atentado do Riocentro.

  

questão 9

Qual foi o candidato dos militares na eleição presidencial de 1985?

a) José Sarney.

b) Paulo Maluf.

c) Ulysses Guimarães.

d) Jânio Quadros.

e) Tancredo Neves.

questão 10

Em 1979, durante o processo de abertura da política brasileira, vários partidos políticos foram criados. Qual alternativa corresponde a um partido que NÃO surgiu nesse momento?

a) PFL.

b) PDS.

c) PT.

d) PMDB.

e) PDT.

questão 11

Qual foi o órgão estabelecido com o propósito de investigar os crimes cometidos por agentes dos governos do período da Ditadura Militar?

a) Comissão de Investigação.

b) Comissão Nacional da Verdade.

c) Comissão Parlamentar de Inquérito.

d) Sindicância de Investigação da Ditadura.

e) Nenhuma das alternativas acima.

questão 12

Qual dos acontecimentos abaixo não se passou durante o período da Ditadura Militar?

a) Passeata dos Cem Mil.

b) Atentado do Riocentro.

c) Ato Institucional nº 3.

d) Eleição Presidencial de 1965.

e) Eleições para governador em 1982.

respostas
Questão 1

LETRA B

O Golpe de 1964 aconteceu durante o período de 31 de março a 9 de abril, com a destituição oficial do presidente no dia 2 de abril, quando Auro de Moura declarou vaga a presidência do Brasil. O presidente do Brasil à época era João Goulart, que havia sido empossado em 7 de setembro de 1961. Durante seu governo, Jango foi amplamente contestado, sobretudo por causa das reformas de base que pretendia realizar. Com o golpe, Jango exilou-se no Uruguai.

Voltar a questão
Questão 2

LETRA C

Leonel Brizola era cunhado de João Goulart e uma das maiores lideranças da esquerda brasileira à época. Em 1961, já havia tido papel fundamental na campanha da legalidade que garantiu a posse de João Goulart. Brizola era conhecido por defender que as reformas de base deveriam acontecer de qualquer maneira e, quando o golpe aconteceu, sugeriu a Goulart que resistisse, mas esse rejeitou a hipótese.

Voltar a questão
Questão 3

LETRA A

Olímpio Mourão nunca foi presidente do Brasil durante o período da Ditadura Militar. Ele foi o líder da rebelião militar que aconteceu em Juiz de Fora e deu início à marcha de militares e golpistas civis pela destituição do presidente João Goulart, em 1964.

Voltar a questão
Questão 4

LETRA B

O movimento de resistência civil criado por Carlos Lacerda ficou conhecido como Frente Ampla e contou com a adesão de nomes como Juscelino Kubitschek e João Goulart, o presidente destituído pelo golpe de 1964. A Frente Ampla foi criada por Carlos Lacerda oficialmente em 1966 e exigia o retorno do Brasil aos caminhos da democracia. O manifesto da Frente Ampla defendia a organização de eleições livres e diretas para a escolha de presidente do país. Essa organização foi proibida de funcionar pela Ditadura a partir de 1968.

Voltar a questão
Questão 5

Letra C.

O golpe civil-militar se deu por meio de uma aliança que envolveu civis e militares ao longo dos primeiros anos da década de 1960. A articulação civil pelo golpe ocorreu em grande parte dentro do Ipes e do Ibad, instituições mencionadas na alternativa. No campo militar, a ideia de um golpe era gestada desde a década de 1950.

Voltar a questão
Questão 6

Ao todo, houve cinco “presidentes” durante o período da Ditadura Militar. Eles foram:

Voltar a questão
Questão 7

Letra A.

O AI-5, também conhecido como Ato Institucional número 5, foi uma norma legal que foi baixada pelo governo militar em 1968. Essa norma marcou o endurecimento da ditadura no Brasil, inaugurando o período mais repressivo dos militares no poder. O AI-5 ampliou consideravelmente o poder dos militares sobre o país.

Voltar a questão
Questão 8

Letra A.

Em 2018, o Brasil foi condenado pela Corte Interamericana de Direitos Humanos por conta da morte do jornalista Vladimir Herzog. Em 1975, ele foi convocado a depor no DOI/CODI, em São Paulo, por ter ligação com o Partido Comunista Brasileiro. Herzog foi preso, interrogado, torturado e assassinado por agentes da ditadura.

Voltar a questão
Questão 9

Letra B.

Na eleição de 1985, Paulo Maluf, concorrendo pelo Partido Democrático Social (PDS), o partido sucessor do Arena, foi candidato a presidente do Brasil. Ele disputou o cargo com Tancredo Neves e acabou derrotado no Colégio Eleitoral.

Voltar a questão
Questão 10

Letra A.

Em 1979, o bipartidarismo que marcava a política brasileira deixou de existir e cinco novos partidos surgiram nesse cenário: PT, PMDB, PDT, PDS e PTB. O partido que não surgiu nesse período é o PFL, Partido da Frente Liberal. Esse partido surgiu em 1985, após um racha que houve internamente no PDS.

Voltar a questão
Questão 11

Letra B.

A Comissão Nacional da Verdade (CNV) foi um órgão temporário que existiu no Brasil de 2011 a 2014 cujo papel era investigar os crimes cometidos pelo Estado brasileiro durante o período da Ditadura Militar. A CNV concluiu que o Estado brasileiro praticou uma série de ações que são consideradas crimes contra a humanidade.

Voltar a questão
Questão 12

Letra D.

Entre os acontecimentos mencionados, o único que não aconteceu foi a eleição presidencial de 1965. O golpe civil-militar de 1964 fez com que a eleição presidencial de 1965 fosse cancelada pelos militares. Essa eleição fazia parte do calendário eleitoral brasileiro, uma vez que, de acordo com a Constituição de 1946, essa eleição deveria acontecer. O cancelamento dessa eleição fez com que muitos ex-apoiadores do golpe se tornassem opositores dos militares.

Voltar a questão
Logo Artigo
Leia o artigo relacionado a este exercício e esclareça suas dúvidas
Artigo
Relacionado