Exercícios sobre Idade Antiga

Exercícios de História

Teste o que você sabe a respeito da Idade Antiga, período da história humana que se estendeu de 3500 a.C. até 476 d.C. Publicado por: Daniel Neves Silva
questão 1

Qual foi a doença que afetou o Império Romano no final do século II d.C. e que causou a morte de cerca de cinco milhões de pessoas:

a) Peste de Atenas

b) Peste Antonina

c) Peste Justiniana

d) Peste Negra

e) Peste Romana

questão 2

Grande império que se estabeleceu na região da Anatólia e que chegou a rivalizar com o Egito Antigo entre os séculos XIV a.C. e XIII a.C.:

a) assírios

b) elamitas

c) fenícios

d) hititas

e) caldeus

questão 3

A taurocatapsia era um ritual que fazia parte da cultura dos:

a) cretenses

b) micênicos

c) romanos

d) etruscos

e) celtas

questão 4

A Epopeia de Gilgamesh foi uma história originária da:

a) Grécia

b) Egito

c) Canaã

d) Mesopotâmia

questão 5

Quais os nomes dos dois irmãos Graco, conhecidos por procurarem realizar reformas em benefício dos pobres na República Romana:

a) Tibério e Caio

b) Júlio César e Bruto

c) Marco Aurélio e Augusto

d) Otávio e Marco Antônio

e) Lépido e Rômulo

questão 6

Conflito travado entre romanos e cartaginenses pela hegemonia econômica do mar Mediterrâneo:

a) Guerra de Troia

b) Guerras Médicas

c) Guerras Púnicas

d) Guerra do Peloponeso

e) Guerra Judaico-Romana

questão 7

Por qual motivo os egípcios mumificavam os seus mortos:

a) era uma prática realizada em respeito a Rá, o deus Sol.

b) porque assim os faraós ordenavam.

c) porque a pessoa, ao falecer, tornava-se um deus, que deveria ser tratado com respeito.

d) a fim de preservar-se o corpo da pessoa para a vida após a morte.

e) nenhum dos fatores anteriores.

questão 8

Qual das regiões a seguir não contou com a presença dos celtas:

a) Escandinávia

b) Ilhas Britânicas

c) Ásia Menor

d) Europa Central

e) Península Ibérica

questão 9

(Consesp - adaptado) As Guerras Médicas, também conhecidas como Guerras Greco-Persas, foram

a) conflitos militares entre as cidades-estado de Atenas e Esparta.

b) duas guerras ocorridas na Antiguidade, entre as cidades-estado gregas e os persas do Império Aquemênida (primeiro Império Persa).

c) episódios isolados de conflitos ocorridos entre os anos de 431 e 404 a.C. Essa guerra foi relatada detalhadamente por dois historiadores da Grécia Antiga, Xenofonte e Tucídides.

d) conflitos sangrentos que se arrastaram por mais de 200 anos e só terminaram em abril de 404 a.C., após a rendição de Atenas e a conquista espartana em Helesponto.

e) nenhuma das alternativas.

questão 10

(Gualimp) Considerando as características da religião e religiosidade egípcia, leia as afirmações e responda:

I. Os antigos egípcios eram politeístas, seus deuses tinham formas humanas, humanas e animais, ou somente formas animais.

II. Os antigos egípcios cultuavam o sol como um deus, chamado de Rá.

III. Os egípcios nunca foram monoteístas, e recusavam totalmente qualquer ideia unificadora na religião.

IV. A mumificação era uma técnica de conservação do corpo, que, segundo suas crenças, deveria ser preservado para quando a alma voltasse, e era de exclusividade do Faraó.

V. O chamado Livro dos mortos era uma reunião de textos de orientação das obrigações que o morto deveria cumprir em sua viagem para o além.

Estão CORRETOS:

a) Apenas os itens I e II.

b) Apenas os itens III e IV.

c) Apenas os itens I, II e V.

d) Apenas os itens III, IV e V.

e) Todos os itens.

questão 11

(Fundatec) Dorigo (2011) enfatiza que, no momento da história grega em que ocorre a consolidação da pólis, tem-se início o período denominado:

a) Pré-Homérico

b) Homérico

c) Arcaico

d) Clássico

e) Helenístico

questão 12

(AMEOSC - adaptado) Qual fator geográfico possibilitou o desenvolvimento da civilização egípcia na Antiguidade?

a) A presença de cidades que possuíam conhecimento avançado em técnicas de produção de armamento.

b) A existência de florestas que produziam frutos para o consumo da população.

c) A existência do rio Nilo, que, além de fertilizar as terras e possibilitar a prática da agricultura, servia para a pesca.

d) O clima chuvoso da região, que favorecia a prática da agricultura.

e) Nenhuma das alternativas.

respostas
Questão 1

LETRA B

A Peste Antonina foi uma pandemia que se espalhou pelos territórios do Império Romano no final do século II d.C. Fala-se que a doença agiu entre os anos de 165 a 180 nas terras romanas, mas existem relatos de que ela continuou até o final do século. A peste antonina foi um surto de varíola e responsável pela morte de cerca de cinco milhões de pessoas.

Voltar a questão
Questão 2

LETRA D

Os hititas foram um povo de origem indo-europeia que se estabeleceu na Anatólia (atual Turquia) por volta do segundo milênio a.C., e lá formaram um poderoso império que rivalizou com grandes exemplos da época, como os assírios e os egípcios. Com os egípcios, acabaram protagonizando uma das grandes batalhas da Antiguidade, a Batalha de Kadesh.

Voltar a questão
Questão 3

LETRA A

A taurocatapsia consiste basicamente no ato de saltar sobre um touro que se lança na direção de uma pessoa. Essa prática foi registrada pelos cretenses em esculturas e afrescos e fazia parte de um ritual de adoração do touro, um dos principais deuses desse povo que habitou a ilha de Creta.

Voltar a questão
Questão 4

LETRA D

A Epopeia de Gilgamesh foi uma das histórias mais populares da Mesopotâmia. Ela foi encontrada por arqueólogos e estava registrada em 12 tábuas de argila que continham 300 versos cada. Essa história é de origem suméria, e versões semelhantes foram encontradas em outros povos, como os hititas e os hurritas.

Voltar a questão
Questão 5

LETRA A

Tibério e Caio Graco foram dois irmãos que alcançaram cargos políticos na República Romana e procuraram aprovar medidas em benefício dos plebeus, entre elas a reforma agrária. Eles atuaram no século II a.C., mas suas iniciativas foram abertamente rejeitadas por patrícios, e ambos foram perseguidos e mortos por seu trabalho.

Voltar a questão
Questão 6

LETRA C

As Guerras Púnicas foram três conflitos travados entre romanos e cartaginenses, entre os séculos III a.C. e II a.C. Foram motivadas pela rivalidade dos dois impérios, e a hegemonia do mar Mediterrâneo estava em jogo. Esse conflito resultou na vitória romana e na destruição definitiva de Cartago.

Voltar a questão
Questão 7

LETRA D

A mumificação dos mortos no Egito era uma prática realizada em reprodução ao que havia acontecido com um importante deus deles: Osíris. Tinha a finalidade de garantir a preservação do corpo para que ele pudesse novamente receber a alma da pessoa e, assim, renascer no outro mundo. A preservação do corpo, portanto, manteria a vida após a morte.

Voltar a questão
Questão 8

LETRA A

Das regiões mencionadas, a única que não recebeu os povos celtas foi a Escandinávia. Os celtas surgiram na Europa Central e espalharam-se por diversas regiões, alcançando a península Ibérica, a Ásia Menor e as ilhas Britânicas.

Voltar a questão
Questão 9

LETRA B

As Guerras Médicas foram dois conflitos que aconteceram no século V a.C. entre gregos e persas. A guerra foi motivada pelo apoio dado por Atenas às cidades jônicas (na Ásia Menor) que tinham se rebelado contra os persas, que decidiram, então, lançar uma expedição punitiva contra os gregos. Os persas foram derrotados nas duas guerras.

Voltar a questão
Questão 10

LETRA C

Os egípcios eram politeístas, portanto, acreditavam na existência de vários deuses, e, em um dado momento, foram monoteístas. O principal deus do panteão egípcio era o deus Sol, chamado de Rá, e, sim, o Livro dos mortos dava uma série de orientações para serem cumpridas na vida após a morte.

Voltar a questão
Questão 11

LETRA C

A pólis surgiu no período Arcaico e foi uma evolução do genos, modelo de comunidade rural que surgiu na Grécia no período Homérico, depois que a civilização micênica entrou em decadência no final do segundo milênio a.C. As duas principais pólis gregas foram Atenas e Esparta, cidades de grande poder durante o período Clássico.

Voltar a questão
Questão 12

LETRA C

A presença do rio Nilo era o fator que garantia a sobrevivência humana no Egito. O rio e as suas cheias garantiam a fertilidade do solo, o que permitia o desenvolvimento de uma rica agricultura. Além disso, o rio fornecia água para a sobrevivência humana e complementava a alimentação dos egípcios com a pesca.

Voltar a questão
Logo Artigo
Leia o artigo relacionado a este exercício e esclareça suas dúvidas
Artigo
Relacionado