Topo
pesquisar

Exercícios sobre a Formação do Estado Nacional Britânico

Exercícios de História

O Estado Nacional Britânico foi formado ao longo de alguns séculos, recheados de conflitos internos entre a nobreza e também com outros países. Publicado por: Tales dos Santos Pinto
questão 1

(FCC-SP) A Magna Carta (1215), aceita por João Sem-Terra, da Inglaterra, reveste-se de grande importância porque, entre outros aspectos:

  1. assegurava aos homens livres proteção contra  as arbitrariedades do poder político.
  2. solucionava o conflito entre o Estado e a Igreja, decorrente do assassinato do bispo Thomas Beckett.
  3. eliminava a influência política dos condes e barões na vida inglesa.
  4. fazia com que a estrutura do governo inglês perdesse suas características feudais.
  5. pôs fim a longa disputa com Felipe Augusto sobre os feudos ingleses na França.
questão 2

(FEI-SP) Os problemas de heranças feudais, que haviam confundido destinos e províncias, tornaram inevitável a Guerra dos Cem Anos entre França e Inglaterra. A eclosão desse conflito:

  1. deu-se no primeiro quartel do século XI, a partir de problemas de sucessão no trono francês sobre o qual a Inglaterra tinha fortes interesses.
  2. teve como causa principal a disputa pela região de Flandres que, feudatária da França, atraía fortes interesses econômicos da Inglaterra.
  3. ocorreu na primeira metade do século XIV, a partir da disputa entre os dois países sobre inúmeros territórios flamengos e italianos.
  4. foi provocada pelas disputas políticas entra a Rosa Vermelha (de Lancaster) e a Rosa Branca (de York).
  5. aconteceu graças a interesses manufatureiros da França sobre Flandres, região feudatária da Inglaterra.
questão 3

Ao final da Guerra dos Cem Anos (1337-1453), a Inglaterra vivenciou uma guerra interna que seria fundamental para a consolidação da centralização do poder político. Qual foi esse conflito?

  1. Revolução Gloriosa.
  2. Guerra Civil Inglesa.
  3. Guerra das Duas Rosas.
  4. Guerra dos Sete Anos.
questão 4

Sobre a formação da monarquia nacional inglesa é incorreto afirmar:

  1. na Magna Carta (1215) firmou-se a criação do chamado Grande Conselho, que tinha a prerrogativa de impedir o rei de aprovar novas leis sem o consentimento da nobreza britânica.
  2. Henrique II (1154 – 1189) foi o primeiro imperador da dinastia Tudor e, preocupado em ampliar seus poderes, fez com que as suas leis fossem válidas apenas para a Inglaterra, formando um corpo de juízes encarregado de instituir tribunais por todo o reino.
  3. o Grande Conselho instituído pela Carta magna ampliou seus poderes ao longo do tempo. No século XIV, o Conselho passou a dividir-se entre a Câmara dos Lordes e a Câmara dos Comuns, formando assim o Parlamento Inglês.
  4. a Guerra das Duas Rosas resolveu-se somente quando o Lancaster Henrique Tudor buscou o apoio da burguesia para dar fim à contenda. Após ser nomeado Henrique VII, deu início à dinastia Tudor, que inaugurou o estabelecimento dos regimes absolutistas na Inglaterra.
respostas
Questão 1

Letra A. A Magna Carta garantia a todos os indivíduos livres o julgamento de acordo com as leis britânicas.

Voltar a questão
Questão 2

Letra B. Apesar das intensas batalhas ocorridas durante essa guerra, ao seu final, ambos os Estados em conflito realizaram um processo de centralização do poder. Flandres foi o estopim da Guerra dos Cem Anos, insuflada ainda por problemas sucessórios em alguns territórios no continente europeu.

Voltar a questão
Questão 3

Letra C. Ao final da Guerra dos Cem Anos, as disputas dinásticas levaram as casas de Lancaster e York a lutarem entre si. O nome da guerra se deve ao símbolo das duas casas representadas por duas Rosas, uma Vermelha, de Lancaster, e outra Branca, de York.

Voltar a questão
Questão 4

Letra B. Henrique II foi o primeiro imperador da dinastia Plantageneta, estendendo seu poder para toda a Grã-Bretanha e não apenas à Inglaterra.

Voltar a questão
Leia o artigo relacionado a este exercício e esclareça suas dúvidas
  • SIGA O BRASIL ESCOLA
Exercícios Brasil Escola