Topo
pesquisar

Exercícios sobre poemas de Manuel Bandeira

Exercícios de Literatura

Os exercícios sobre poemas de Manuel Bandeira vão ajudar na compreensão das características literárias de um dos nossos mais importantes poetas da Literatura brasileira. Publicado por: Luana Castro Alves Perez
questão 1

ENEM – 2011

Estrada

Esta estrada onde moro, entre duas voltas do caminho,

Interessa mais que uma avenida urbana.

Nas cidades todas as pessoas se parecem.

Todo mundo é igual. Todo mundo é toda a gente.

Aqui, não: sente-se bem que cada um traz a sua alma.

Cada criatura é única.

Até os cães.

Estes cães da roça parecem homens de negócios:

Andam sempre preocupados.

E quanta gente vem e vai!

E tudo tem aquele caráter impressivo que faz meditar:

Enterro a pé ou a carrocinha de leite puxada por um bodezinho manhoso.

Nem falta o murmúrio da água, para sugerir, pela voz dos símbolos,

Que a vida passa! que a vida passa!

E que a mocidade vai acabar.

BANDEIRA, M. O ritmo dissoluto. Rio de Janeiro: Aguilar, 1967.

A lírica de Manuel Bandeira é pautada na apreensão de significados profundos a partir de elementos do cotidiano. No poema Estrada, o lirismo presente no contraste entre campo e cidade aponta para

a) desejo do eu lírico de resgatar a movimentação dos centros urbanos, o que revela sua nostalgia com relação à cidade.

b) a percepção do caráter efêmero da vida, possibilitada pela observação da aparente inércia da vida rural.

c) a opção do eu lírico pelo espaço bucólico como possibilidade de meditação sobre a sua juventude.

d) a visão negativa da passagem do tempo, visto que esta gera insegurança.

e) a profunda sensação de medo gerada pela reflexão acerca da morte.

questão 2

(FUVEST)

Leia o poema de Manuel Bandeira para responder ao teste:

Não sei dançar

Uns tomam éter, outros cocaína.

Eu já tomei tristeza, hoje tomo alegria.

Tenho todos os motivos menos um de ser triste.

Mas o cálculo das probabilidades é uma pilhéria...

Abaixo Amiel!

E nunca lerei o diário de Maria Bashkirtseff.

Sim, já perdi pai, mãe, irmãos.

Perdi a saúde também.

É por isso que sinto como ninguém o ritmo do jazz-band.

Uns tomam éter, outros cocaína.

Eu tomo alegria!

Eis aí por que vim assistir a este baile de terça-feira gorda.(...) 

(Libertinagem, Manuel Bandeira)

Sobre os versos transcritos, assinale a alternativa incorreta:

a) A melancolia do eu lírico é apenas aparente: interiormente ele se identifica com a atmosfera festiva do carnaval, como se percebe no tom exclamativo de "Eu tomo alegria!".

b) A perda dos familiares e da saúde são aspectos autobiográficos do autor presentes no texto.

c) A alegria do carnaval é meio de evasão para eu lírico, que procura alienar-se de seu sofrimento.

d) O último verso transcrito associa-se ao título do poema, pois o eu lírico não participa, de fato, do baile de carnaval.

e) O eu lírico revela, em tom bem-humorado e descompromissado, ser uma pessoa exageradamente sensível.

questão 3

Sobre Manuel Bandeira, assinale a alternativa incorreta:

a) Manuel Bandeira compõe, ao lado de Oswald e Mário de Andrade, a tríade maior da primeira fase modernista.

b) Os temas mais comuns de suas obras são a paixão pela vida, a morte, o amor e o erotismo, a solidão, a angústia existencial, o cotidiano e a infância.

c) A obra de Manuel Bandeira é permeada por elementos do pós-Parnasianismo, do pós-Simbolismo e também pelas experiências concretistas das décadas de 1950 e 1960.

d) Como romancista, Manuel Bandeira alcançou o equilíbrio ao reunir análise sociológica e psicológica, retratando o universo sertanejo nordestino na figura do fazendeiro autoritário, assim como na figura do caboclo comum.

questão 4

Assinale a alternativa que contém as principais características do estilo de Manuel Bandeira:

a) Primou por uma escrita direta e simples, embora tenha tido grande conhecimento das formas clássicas de estruturação de poemas, elementos que também podem ser encontrados em sua obra.

b) Sua linguagem é marcada pelo experimentalismo e bastante influenciada pela linguagem popular. Buscou a recriação da linguagem a partir do contato com os falares regionais.

c) Sua linguagem é permeada pelo uso do coloquialismo e inovações. Algumas de suas obras apresentam características mais calmas e intimistas, enquanto outras trazem a política e as críticas para o debate literário.

d) Introduziu novas características à literatura nacional através do experimentalismo. Sua obra apresenta características intimistas, com foco no inconsciente das personagens.

respostas
Questão 1

Alternativa “b”. No poema de Manuel Bandeira, há a oposição entre o campo e a cidade, na qual podemos observar que, para o eu lírico, o campo é superior ao mundo metropolitano, já que a vida no interior permite a reflexão sobre a existência humana em razão do estilo de vida mais calmo e vagaroso.

Voltar a questão
Questão 2

Alternativa “a”.

Voltar a questão
Questão 3

Alternativa “d”. A alternativa incorreta revela algumas das características da obra de Graciliano Ramos, importante romancista brasileiro.

Voltar a questão
Questão 4

Alternativa “a”. Bandeira ficou conhecido como “mestre do verso livre” por associar perfeitamente forma e conteúdo. Grande conhecedor da métrica, Bandeira atuou como professor de Literatura, portanto possuía grande conhecimento sobre o tema. Alternativa b: Graciliano Ramos. Alternativa c: Mário de Andrade. Alternativa d: Clarice Lispector.

Voltar a questão
Leia o artigo relacionado a este exercício e esclareça suas dúvidas
  • SIGA O BRASIL ESCOLA
Exercícios Brasil Escola