Whatsapp

Exercícios sobre Getúlio Vargas

Exercícios de História do Brasil

Faça estes exercícios que tratam da vida e da trajetória política de uma das figuras mais importantes da história brasileira: Getúlio Vargas. Publicado por: Daniel Neves Silva
questão 1

As historiadoras Lilia Schwarcz e Heloísa Starling definem um projeto político relacionado a Vargas da seguinte maneira:

“[Esse projeto político] identificava na questão social o grande problema das massas trabalhadoras no Brasil, entendia que a solução para essa questão exigia a intervenção do Estado, e enxergava na legislação social introduzida nos anos 1930 a base de um amplo programa de reformas que se propunha a oferecer proteção legal ao trabalhador.”

SCHWARCZ, Lilia Moritz e STARLING, Heloísa Murgel. Brasil: uma biografia. São Paulo: Companhia das Letras, 2015. p. 394.

Esse projeto político relacionado ao ex-ditador foi muito forte no Partido Trabalhista Brasileiro (PTB), nas décadas de 1950 e 1960, e foi adotado por políticos da época, como Leonel Brizola e João Goulart. Estamos falando do:

a) comunismo

b) socialismo

c) populismo

d) fascismo

e) trabalhismo

questão 2

“O sr. Getúlio Vargas, senador, não deve ser candidato à Presidência. Candidato, não deve ser eleito. Eleito, não deve tomar posse. Empossado, devemos recorrer à revolução para impedi-lo de governar.”

SCHWARCZ, Lilia Moritz e STARLING, Heloísa Murgel. Brasil: uma biografia. São Paulo: Companhia das Letras, 2015. p. 401.

Essa frase foi dita por um dos grandes nomes de oposição a Vargas na década de 1950. Era membro da União Democrática Nacional (UDN), foi governador e alvo de um atentado. Referimo-nos a:

a) Jânio Quadros

b) Carlos Lacerda

c) Ademar de Barros

d) Eduardo Campos

e) Juarez Távora

questão 3

A Revolução de 1930 foi o acontecimento responsável por levar Getúlio Vargas à presidência do Brasil. O nascimento da Revolução de 1930 tem relação direta com o governo de Washington Luís, pois:

a) o presidente aumentou impostos sobre o leite que era produzido pela oligarquia mineira.

b) o presidente barrou a posse de Getúlio Vargas para a presidência do estado do Rio Grande do Sul.

c) membros do governo mandaram assassinar João Pessoa, aliado político de Vargas.

d) o presidente recusou-se a nomear um candidato mineiro na eleição presidencial de 1930.

e) o presidente dissolveu o Congresso e anulou a eleição de 1930.

questão 4

Qual acontecimento da década de 1930 possibilitou a Vargas explorar o anticomunismo para construir o autoritarismo que o permitiu dar o golpe do Estado Novo em 1937?

a) Intentona Comunista

b) Coluna Prestes

c) Intentona Integralista

d) Revolução Constitucionalista de 1932

e) Surgimento do Queremismo

questão 5

(Ibade) No contexto da Ditadura do Estado Novo (1937 – 1945), é correto afirmar que:

a) na tentativa de acabar com o regime autoritário, iniciou-se em São Paulo a chamada Revolução Constitucionalista Paulista.

b) criou-se a Petrobras através da campanha “O petróleo é nosso”.

c) realizou-se a construção da Companhia Siderúrgica Nacional (CSN).

d) foi momento de intensos embates políticos entre a Argentina de Peron e o Brasil comandado por Getúlio Vargas.

e) estabeleceu-se que o voto iria ser censitário, ou seja, por renda.

questão 6

(Coseac) Com base no Plano Cohen, que revelava “instruções da Internacional Comunista para a ação de seus agentes no Brasil”, o presidente Getúlio Vargas solicitou imediatamente ao Congresso autorização para decretar o estado de guerra pelo prazo de 90 dias. A aprovação da medida abriu caminho para:

a) a perda de apoio político e da governabilidade de Getúlio Vargas, pois ficou logo depois provado que o documento era uma fraude.

b) uma transição da ditadura para a democracia que garantiu a consolidação de valores republicanos.

c) a ascensão do integralismo liderado por Plínio Salgado, que apoiou fortemente a ditadura varguista.

d) o golpe do Estado Novo, desfechado em 10 de novembro de 1937, e só em 1945 ficou provado que o plano era uma fraude.

e) a eclosão do movimento legalista que resultou no conflito entre o estado de São Paulo e as tropas federais.

questão 7

(TJ-SC) Assinale a única alternativa verdadeira referente à Revolução de 1930:

a) A revolução ocorreu durante o governo de Prudente de Morais.

b) A Revolução de 1930 marcou o fim da República da Espada.

c) A questão da sucessão do Presidente Ernesto Geisel e o surgimento da Aliança Liberal antecederam a Revolução de 1930.

d) Pela primeira vez na história do Brasil República, nas eleições que levaram à Revolução de 1930 não houve registro de fraude.

e) Getúlio Vargas assumiu o poder como líder civil dessa revolução, à frente de um movimento que agrupou as oligarquias dissidentes da Aliança Liberal e os militares rebeldes do movimento tenentista.

questão 8

(Ioplan) No que se refere ao presidente do Brasil Getúlio Vargas, assinale a alternativa INCORRETA.

a) Permaneceu no poder por 19 anos, de 1930 a 1945 e de 1951 a 1954.

b) Foi chamado de “o pai dos pobres”.

c) Em 1903, ingressou na faculdade de Economia, em Porto Alegre, concluindo o curso em 1907, voltando em seguida para São Borja.

d) Getúlio Vargas ingressou na política como deputado estadual, após, ocupou os cargos de deputado federal, Ministro da Fazenda e governador do Rio Grande do Sul.

e) Em 1954, isolado no Palácio do Catete, no Rio de Janeiro, redigiu seu testamento e suicidou-se com um tiro no peito.

questão 9

Em 1930, Getúlio Vargas concorreu à presidência pela Aliança Liberal contra o candidato paulista Júlio Prestes. O vice de Getúlio Vargas foi:

a) Luís Carlos Prestes

b) Cassiano Ricardo

c) Carlos Lacerda

d) Ademar de Barros

e) João Pessoa

questão 10

A respeito da trajetória política de Getúlio Vargas, selecione a alternativa correta:

a) derrotou um processo de impeachment levantado contra ele em 1954.

b) convocou um plebiscito para consultar a população sobre a questão do voto feminino.

c) governou o Brasil no Estado Novo com os integralistas.

d) abriu as fronteiras do Brasil para receber os judeus fugidos da Alemanha.

e) fez uma aliança com Perón para estabelecer uma aliança sindicalista entre Brasil e Argentina.

questão 11

O segundo governo de Getúlio Vargas foi bastante tumultuado. A crise que precipitou o suicídio do presidente, em agosto de 1954, foi:

a) o golpe militar promovido por Café Filho.

b) o atentado da rua Tonelero.

c) o impeachment de 1954.

d) o fracasso na criação da Eletrobras.

e) a criação da Petrobras.

questão 12

Em 1932, o poder de Getúlio Vargas foi desafiado por opositores no que ficou conhecido como Revolução Constitucionalista de 1932. Esse acontecimento se passou em qual estado brasileiro:

a) Paraíba

b) Rio de Janeiro

c) Minas Gerais

d) Rio Grande do Sul

e) São Paulo

respostas
Questão 1

LETRA E

O trabalhismo surgiu no Brasil por meio da aproximação de Getúlio Vargas com os trabalhadores a partir da primeira metade da década de 1940. Esse projeto político ganhou força quando o ex-governante criou o PTB ao final da Era Vargas. Esse partido abrigou diversos políticos que defenderam o projeto trabalhista, ao longo das décadas de 1950 e 1960, e aproximou-se de movimentos de esquerda que também defendiam os trabalhadores.

Voltar a questão
Questão 2

LETRA B

Carlos Lacerda era um jornalista que depois se tornou membro da UDN, sendo um dos grandes opositores de Getúlio Vargas durante seu segundo governo. Era conservador, foi eleito governador da Guanabara (antigo Distrito Federal) e apoiou o golpe de 1964, sendo cassado pelos militares tempos depois. Em 1954, foi alvo de um atentado contra a sua vida: a Atentado da Rua Tonelero. Esse acontecimento deu início a uma grande crise política no segundo governo de Vargas.

Voltar a questão
Questão 3

LETRA D

Tudo começou quando o presidente Washington Luís, representante da oligarquia paulista, anunciou que apoiaria Júlio Prestes — outro paulista — para a sucessão da presidência. Esse anúncio enfureceu membros da oligarquia mineira, que deveriam ter um de seus nomes indicado pelo presidente. Esses se aliaram com a oligarquia gaúcha e juntos lançaram Vargas como candidato na eleição presidencial de 1930.

Voltar a questão
Questão 4

LETRA A

Mesmo antes da Intentona Comunista de 1935, Vargas já realizava medidas que encaminhavam o país para o autoritarismo, mas, com essa tentativa fracassada de golpe realizada pelos comunistas, ele conseguiu explorar o anticomunismo para acelerar os seus objetivos. Assim, contando com o apoio do Congresso, impôs uma série de medidas autoritárias, e, com apoio do Exército, realizou o golpe em 1937.

Voltar a questão
Questão 5

LETRA C

Entre as alternativas, a correta faz menção à construção da Companhia Siderúrgica Nacional, a CSN. Essa siderúrgica foi construída depois de um decreto-lei de 30 de janeiro de 1941 e foi resultado das negociações entre Brasil e Estados Unidos por conta da Segunda Guerra Mundial. Os norte-americanos forneceram um empréstimo para que o Brasil construísse a siderúrgica em Volta Redonda.

Voltar a questão
Questão 6

LETRA D

O Plano Cohen foi um documento forjado e utilizado por Getúlio Vargas como justificativa para realizar o golpe do Estado Novo, em 1937. Esse plano havia sido escrito por Olímpio Mourão, militar que fazia parte da Ação Integralista Brasileira, e era parte de uma simulação dos integralistas sobre um fictício golpe comunista que poderia acontecer no Brasil.

Voltar a questão
Questão 7

LETRA E

Getúlio Vargas não idealizou o levante militar que ficou conhecido como Revolução de 1930, mas tomou parte do movimento quando ele demonstrou que seria vitorioso. Esse movimento foi resultado da não aceitação dos membros da Aliança Liberal quanto à derrota de Vargas na eleição presidencial de 1930.

Voltar a questão
Questão 8

LETRA C

Getúlio Dornelles Vargas não ingressou na Faculdade de Economia, mas sim na Faculdade de Direito de Porto Alegre, em 1904. Logo depois de finalizar o seu curso, ele foi eleito deputado estadual pelo Partido Republicano Rio-Grandense.

Voltar a questão
Questão 9

LETRA E

A Aliança Liberal era uma chapa composta de oligarcas que haviam rompido com os paulistas, como os gaúchos e mineiros, além de contar com tenentistas que desejavam promover reformas no Brasil. Para concorrer com Júlio Prestes, a Aliança Liberal lançou Getúlio Vargas como presidente e João Pessoa como vice.

Voltar a questão
Questão 10

LETRA A

Em janeiro de 1954, foi votado na Câmara Federal um processo de impeachment com o objetivo de derrubar Vargas da presidência. O processo foi resultado da ação da União Democrática Nacional, a UDN, para desestabilizar o governo, e teve como ponto de partida as investigações que envolviam o caso Última Hora.

Voltar a questão
Questão 11

LETRA B

O atentado da rua Tonelero aconteceu em Copacabana, no Rio de Janeiro, no dia 5 de agosto de 1954. Foi um atentado contra a vida do jornalista Carlos Lacerda, o maior opositor político do presidente. Foi fracassado, mas resultou na morte de um major da Aeronáutica, iniciando uma forte crise política no governo de Vargas. Dezenove dias depois, Vargas cometeu suicídio.

Voltar a questão
Questão 12

LETRA E

A Revolução Constitucionalista de 1932 foi uma pequena guerra civil que mobilizou o estado de São Paulo contra o governo Vargas. Os paulistas queriam que uma nova Constituição fosse elaborada e que eles pudessem nomear o interventor que governaria o estado. No entanto, os historiadores entendem o acontecimento como uma reação da oligarquia paulista para recuperar o poder perdido depois de 1930.

Voltar a questão
Logo Artigo
Leia o artigo relacionado a este exercício e esclareça suas dúvidas
Artigo
Relacionado