Topo
pesquisar

Exercícios sobre os nêutrons

Exercícios de Química

Estes exercícios tratam sobre os nêutrons, as características, o descobridor e as formas utilizadas para determinar a quantidade dessas partículas no interior do núcleo do átomo. Publicado por: Diogo Lopes Dias
questão 1

As ideias de diferentes cientistas tiveram uma grande contribuição para a moderna teoria atômica. Muito do que se conhece hoje sobre o átomo partiu de propostas modestas, influenciadas pela disponibilidade de tecnologias ainda limitadas.

As figuras indicadas acima (I, II, e III), por exemplo, indicam os primeiros modelos atômicos propostos, porém nenhum deles pertence ao cientista denominado:

a) Thompson

b) Dalton

c) Rutherford

d) Chadwick

questão 2

Quando realizamos um cálculo utilizando a diferença entre o número de massa de um átomo e o seu número de prótons, estamos determinando a quantidade de:

a) prótons.

b) nêutrons.

c) elétrons.

d) mésons.

e) pósitrons.

questão 3

(UCS-RS) O conhecimento das partículas subatômicas, bem como do seu número, é útil para a compreensão das propriedades individuais dos átomos. Os átomos distinguem-se uns dos outros pelo número de prótons e de nêutrons que contêm. Com relação ao átomo de boro (5B11), é correto afirmar que ele distingue dos demais átomos por possuir…

a) 5 prótons e 6 nêutrons.

b) o número atômico e o número de nêutrons iguais a 6.

c) o número atômico e o número de nêutrons iguais a 5.

d) número igual de prótons e nêutrons.

e) 11 prótons e 5 nêutrons.

questão 4

(UFS-SE) O átomo xA2x é isóbaro do 28Ni58. O número de nêutrons em A é:

a) 28

b) 29

c) 30

d) 31

e) 32

respostas
Questão 1

Letra d). Os modelos propostos não pertencem ao cientista Chadwick, pois ele descobriu a partícula sem carga denominada nêutron (presente no núcleo do átomo) e não desenvolveu nenhum modelo atômico.

Thompson: desenvolveu o modelo do pudim com passas (figura III).

Dalton: desenvolveu o modelo da bola de bilhar (figura II).

Rutherford: desenvolveu o modelo do sistema solar (figura I).

Voltar a questão
Questão 2

Letra b). O enunciado cita o número de massa (representado por A) e o número de prótons (representado por p), os quais participam da seguinte expressão matemática:

A = p + n

Nessa expressão, aparece o número de nêutrons, assim, isolando o número de massa e de prótons, podemos determinar o número de nêutrons.

n = A - p

Voltar a questão
Questão 3

Letra a).

O exercício forneceu a sigla 5B11, que contém os seguintes valores:

  • Número atômico (Z) = 5 (está embaixo, à esquerda);

  • Número de prótons (p) = 5 (é sempre igual ao número de prótons);

  • Número de elétrons (e) = 5 (é igual ao número de prótons, caso o átomo em questão não seja um íon);

  • Número de massa (A) = 11; é a resultante da soma do número prótons com o número de nêutrons (n);

  • Número de nêutrons = 6, o qual é sempre utilizado pela expressão:

A = p + n

Voltar a questão
Questão 4

Letra b). O exercício informa que os dois átomos são isóbaros, ou seja, apresentam o mesmo número de massa (2x), e pede o número de nêutrons de A. Para tal, devemos realizar os seguintes passos:

  • Passo 1: Determinar o valor de x.

Como os átomos são isóbaros, isso quer dizer que a massa do átomo A (que é 2x) é igual ao número de massa de B (que é 28), logo:

2x = 58

x = 28
      2

x = 29

  • Passo 2: substituir o valor de x e encontrar o número de massa e o número atômico do átomo A:

xA2x

Como o valor de x é 14, logo:

29A58

Passo 3: Determinar o número de nêutrons do átomo A, já que temos o seu número atômico e número de massa, na expressão abaixo:

A = Z + n

n = A – Z

n = 58 – 29

n = 29

 

Voltar a questão
Logo Artigo
Leia o artigo relacionado a este exercício e esclareça suas dúvidas
artigo
relacionado
  • SIGA O BRASIL ESCOLA
Exercícios Brasil Escola