Topo
pesquisar

Exercícios sobre o Ciclo da Borracha

Exercícios de História do Brasil

Por intermédio destes exercícios sobre o Ciclo da Borracha, você poderá avaliar os seus conhecimentos a respeito dessa fase importante da história do Norte do Brasil. Publicado por: Cláudio Fernandes
questão 1

(PSC/2003) A borracha brasileira propiciou o desenvolvimento industrial de vários países, mas na Amazônia foi responsável apenas por um pequeno período faustoso, no qual, segundo se diz, “uma minoria chegou a acender charuto com dinheiro”. Dentre as alternativas, a que melhor caracteriza este pequeno período, do ponto de vista econômico, foi:

a) A criação de indústrias de base produzindo equipamentos que diminuíram a atividade predatória e aumentaram a produtividade.

b) A valorização da terra e a corrida aos cartórios para assegurar a posse dos coronéis de barranco.

c) O aumento do poder aquisitivo dos seringueiros proveniente da prática do aviamento.

d) A diversificação da economia geradora do crescimento autossustentado.

e) A introdução da navegação a vapor e o investimento na compra destas embarcações pelo capital nacional.

questão 2

(PSC/2005) “Enquanto restrito à crítica de grupos econômicos localizados (…) a greve dos estivadores poderia ser tolerada e até mesmo incentivada por certos setores da sociedade (...) [mas] o vigor com que entabulavam suas reivindicações e a capacidade de articulação interna demonstrada pelos trabalhadores, ensejava receios de uma ampliação desmedida do movimento paredista que, suscitando apoios e solidariedades de outras categorias e mostrando-se um caminho alternativo dos trabalhadores para a conquista de melhorias efetivas, poderia por em xeque a própria estrutura social”. (PINHEIRO, Maria Luiza U. A cidade sobre os ombros: trabalho e conflito no Porto de Manaus -1889-1925. pp.163/4).

A autora se refere à greve dos estivadores de Manaus, deflagrada em 1889. A relação entre a situação descrita no texto e fatos ocorridos na época é expressa corretamente por:

a) A mecanização dos portos e a queda vertiginosa no crescimento da indústria de pneumáticos reduziram a necessidade dos estivadores, que foram dispensados e reivindicaram suas recontratações.

b) Os estivadores articulavam-se para combater a concorrência de mão de obra com os migrantes nordestinos que, ao chegarem a Manaus, em vez de seguirem para os seringais, empregavam-se nos serviços de estiva.

c) A principal reivindicação dos grevistas era o reajuste do pagamento de suas diárias, depreciadas pelo aumento da jornada de trabalho, não sendo portanto suficientes para acompanhar a alta do custo de vida.

d) A Associação Comercial do Amazonas deu apoio incondicional aos estivadores temendo que uma greve prolongada pusesse seus negócios em risco.

e) Atos de repressão violenta levaram à greve geral e à radicalização do movimento dos estivadores que receberam o apoio do Sindicato dos Carroceiros e da Federação Marítima.

questão 3

A expansão do comércio da borracha e, consequentemente, o desenvolvimento do ciclo da borracha no Norte do Brasil, no século XIX, deve-se, em grande parte, a algumas descobertas científicas que otimizaram as propriedades dessas matéria-prima. A principal dessas descobertas foi:

a) O processo de aperfeiçoamento genético da seringueira, desenvolvido por agrônomos americanos.

b) O processo de polimerização do Látex, criado por Niels Bohr.

c) O processo de adição de petróleo no Látex, desenvolvido pela empresa Standard Oil.

d) O processo de vulcanização, criado por Charles Goodyear.

e) O processo de plasticidade amplificada, desenvolvido pelo brasileiro Oswaldo Cruz.

questão 4

Qual era a função do “aviador” no contexto da extração da borracha, na Amazônia, durante o ciclo da borracha?

a) contratar o serviço dos serigueiros e organizar econômica e administrativamente as regiões onde era extraída a borracha.

b) levar os imigrantes nordestinos para as plantações de seringas, protegendo-os de ataques indígenas.

c) transportar de avião cargas com látex para os Estados Unidos e Europa.

d) construir aeroportos nas regiões das plantações de seringueiras, com a finalidade de escoar o produto para fora do país.

e) apresar e empregar a força do trabalho escravo indígena na extração da borracha.

respostas
Questão 1

Letra E

A navegação a vapor impulsionou grandemente o desenvolvimento econômico da região amazônica durante o século XIX, sobretudo por ter se associado ao ciclo econômico da borracha, que atraiu grandes investimentos e um largo contingente de pessoas para essa região, formando centros urbanos importantes, como o de Belém (no Estado do Pará) e o de Manaus (no estado do Amazonas).

Voltar a questão
Questão 2

Letra C

Os estivadores entraram em greve em 1889 com o objetivo de reivindicar uma melhor correspondência entre seu trabalho e custo de vida com os salários que recebiam. O trabalho do estivador era fundamental no contexto do ciclo econômico da borracha e no desenvolvimento em geral da região amazônica, haja vista que empregava sua força de trabalho no transporte de cargas.

Voltar a questão
Questão 3

Letra D

O processo de vulcanização, desenvolvido por Charles Goodyear, foi fundamental para a ampliação do comércio da borracha, pois possibilitou a aplicação dessa matéria-prima na confecção de outros produtos além daqueles nos quais já era empregada. Para conhecer melhor esse processo químico, consultar o seguinte link: vulcanização da borracha.

Voltar a questão
Questão 4

Letra A

O aviador era responsável pela contratação de mão de obra para o trabalho nos seringais. Essa figura foi importante para a organização administrativa da região amazônica nesse período, que alguns autores chegam a denominar como “Belle epóque” (Bela época) amazônica.

Voltar a questão
Leia o artigo relacionado a este exercício e esclareça suas dúvidas
artigo
relacionado
  • SIGA O BRASIL ESCOLA
Exercícios Brasil Escola