Topo
pesquisar

Exercícios sobre a formação da pólis grega

Exercícios de História

Resultado dos acontecimentos sociais durante o Período Homérico, a pólis grega se manteve como unidade política até o fim de sua civilização na Antiguidade. Publicado por: Tales dos Santos Pinto
questão 1

(Vunesp-SP) A cidade-Estado clássica parece ter sido criada paralelamente pelos gregos e pelos etruscos e/ou romanos. No caso desses últimos, a influência grega foi inegável, embora difícil de avaliar e medir.

CARDOSO, Ciro Flamarion. A cidade-Estado antiga. 1985.

Aponte quais eram as características comuns às cidades-Estados clássicas.

  1. Possuíam governo tripartido em assembleia, conselho e certo número de magistrados escolhidos entre os homens elegíveis;
  2. Os cidadãos podiam participar de forma direta no processo político;
  3. Havia separação entre os órgãos de governo e de justiça;
  1. As afirmativas I e II estão corretas.
  2. Apenas a afirmativa III está correta.
  3. As afirmativas I e III estão corretas.
  4. Apenas a afirmativa II está correta.
  5. As afirmativas I, II e III estão corretas.
questão 2

(UFC-CE) “Na cidade grega antiga, ser cidadão não significava apenas fazer parte de uma entidade ‘nacional’, mas também participar numa vida comum.”

MOSSÉ, Claude. O cidadão na Grécia antiga. Lisboa: Edições 70, 1999. p. 51.

Tomando por base a afirmativa acima, pode-se compreender corretamente que a vida na pólis, para o cidadão, significava:

  1. romper com a religião e os mitos e adotar o modo de vida proposto pelos filósofos, o de disseminar a filosofia e a democracia para todas as cidades-estados gregas.
  2. realizar o ideal grego de unificação política, militar, geográfica, econômica, religiosa e cultural de todas as cidades-estados e assim suprimir as tiranias e as oligarquias.
  3. exercer obrigatoriamente uma magistratura ao longo da vida, pois o aprendizado político por todos representava a garantia de bem-estar social e da manutenção da democracia.
  4. formar um corpo de súditos, cujas decisões políticas se orientavam para a manutenção do poder econômico e religioso das famílias detentoras de frotas que comercializavam pelo Mediterrâneo.
  5. integrar uma comunidade que visava ao seu bem comum por meio de decisões políticas, da adoção de uma defesa militar e de práticas religiosas que buscavam benefícios e proteção dos deuses da cidade.
questão 3

No processo de formação da pólis grega, os parentes mais próximos do pater transformaram-se nos integrantes da classe dos Eupátridas, termo grego que significava o mesmo que “bem-nascido”. Logo em seguida havia os Georgoi (“agricultores”), que formavam a classe de pequenos proprietários de terras ainda existentes. Por fim, no estrato mais baixo dessa formação social estavam os Thetas (“marginais”), que não tinham qualquer tipo de propriedade agrícola.

Essa configuração da pólis grega era decorrente de uma formação social mais primitiva conhecida como:

  1. escravismo
  2. comunismo primitivo
  3. anarquismo
  4. regime senhorial
  5. comunidades gentílicas
questão 4

Em uma explicação esquemática da formação da pólis grega, sua evolução pode ser apresentada da seguinte maneira:

  1. Indivíduo → Genos → Fratria → Tribo → Cidade-estado → Demos.
  2. Indivíduo → Genos → Fratria → Tribo → Demos → Cidade-estado.
  3. Indivíduo → Fratria → Genos → Demos → Tribo → Cidade-estado.
  4. Indivíduo → Genos → Tribo → Fratria → Demos → Cidade-estado.
  5. Indivíduo → Tribo → Fratria → Genos → Demos → Cidade-estado.
questão 5

Observe a imagem abaixo:

Parthenon em Atenas, Grécia

O edifício é o Parthenon, localizado na Acrópole de Atenas, o local mais alto da cidade. Nele se reunia o Conselho que governava a cidade no Período Homérico, composto por aristocratas que eram conhecidos como:

  1. genos
  2. georgóis
  3. thetas
  4. filobasileu
  5. eupátridas
respostas
Questão 1

Letra A. A afirmativa III não está correta por não haver separação entre órgãos de governo e justiça, sendo que magistrados exerciam os dois tipos de funções.

Voltar a questão
Questão 2

Letra E. A vida nas cidades-estados gregas pressupunha a atividade cívica compartilhada com os demais cidadãos, não tanto em busca de uma unidade com outras cidades-estados. O compartilhamento incluía todos os aspectos da vida social, como os religiosos, militares e políticos.

Voltar a questão
Questão 3

Letra E. Com o crescimento populacional e a concentração das melhores terras nos parentes mais próximos do pater, as comunidades gentílicas se dissolveram, dando origem na Grécia às cidades-estados.

Voltar a questão
Questão 4

Letra B. No processo de formação da pólis grega, a união dos indivíduos de um grupo familiar levou à formação dos genos, que em seu processo de desenvolvimento constituíram as fratrias como forma de proteção militar de alguns genos contra outros. Da união das fratrias formaram-se as tribos. Entretanto, a desintegração social dos genos, com uma nova divisão social, levou com que o demos (o povo) passasse a se organizar de forma distinta, agora nas cidades-estados, controladas pelos aristocratas.

Voltar a questão
Questão 5

Letra E. Os eupátridas eram os “bem-nascidos”, os parentes mais próximos do pater, que passaram a deter as principais terras, transformando-se na classe social mais poderosa da sociedade grega do período.

Voltar a questão
Leia o artigo relacionado a este exercício e esclareça suas dúvidas
artigo
relacionado
  • SIGA O BRASIL ESCOLA
Exercícios Brasil Escola