Topo
pesquisar

Exercícios sobre a Monarquia Nacional Portuguesa

Exercícios de História

Após conflitos com mouros e castelhanos, a monarquia nacional portuguesa criou as bases do Reino de Portugal no século XIV. Publicado por: Tales dos Santos Pinto
questão 1

(PUC-MG) A Revolução do Mestre de Avis (1383-1385) possibilitou a ascensão de uma nova dinastia em Portugal, com d. João I, estendendo-se até 1580, quando ocorreu a União Ibérica. A vitória de d. João I, o mestre de Avis:

  1. implicou uma reorientação da política expansionista portuguesa, ameaçando os interesses espanhóis na região de Flandres.
  2. proporcionou o alargamento territorial com uma política agrária agressiva, visando à obtenção de recursos destinados à colonização ultramarina.
  3. contou com o apoio da França contra a Inglaterra e a Espanha, países rivais de Portugal nas disputas ultramarinas.
  4. deu uma nova orientação à política expansionista, voltando-se para o ultramar, sendo a conquista de Ceuta seu marco inicial.
  5. viabilizou a organização da expedição de Vasco da Gama, com o Erário Real destinando somas elevadas para o empreendimento.
questão 2

(Mackenzie-SP) As razões do pioneirismo português na expansão marítima dos séculos XV e XVI foram:

  1. a invasão da península Ibérica pelos árabes e a conquista de Calicute pelos turcos.
  2. a assinatura do Tratado de Tordesilhas por Portugal e pelos demais países europeus.
  3. um Estado liberal centralizado, voltado para a acumulação de novos mercados consumidores.
  4. as guerras religiosas, a descentralização política do Estado e o fortalecimentos dos laços servis.
  5. uma monarquia centralizada, interessada no comércio de especiarias.
questão 3

Sobre o processo de formação da Monarquia Nacional Portuguesa, é incorreto afirmar que:

  1. No ano de 1383, o trono português ficou sem herdeiros com a morte do rei Fernando I, o que levou o reino de Castela a reivindicar o domínio das terras lusitanas apoiando um novo sucessor.
  2. A Revolução de Avis marcou a ascensão de uma nova dinastia comprometida com os interesses da burguesia lusitana, além de fortalecer o Estado Nacional Português com o desenvolvimento das atividades mercantis e a cobrança sistemática de impostos.
  3. A dinastia de Borgonha não se consolidou no Condado Portucalense, devido à luta com os muçulmanos. As terras continuavam a ser controladas pelos membros da nobreza, impedindo a centralização do Estado.
  4. A burguesia lusitana empreendeu uma resistência ao processo de anexação de Portugal, formando um exército próprio. Na batalha de Aljubarrota, os burgueses venceram os castelhanos e conduziram o mestre de Avis ao trono português.
questão 4

A formação da Monarquia Nacional Portuguesa foi marcada por uma batalha importante contra os castelhanos, que levou ao trono o mestre de Avis, d. João I, em 1385. Qual foi essa batalha?

  1. Batalha de Alcacér-quibir.
  2. Batalha dos Atoleiros.
  3. Batalha de Montes Claros.
  4. Batalha de Aljubarrota.
  5. Batalha do Vimeiro.
respostas
Questão 1

Letra D. As demais estão incorreta porque: a) Portugal não tinha interesse na região de Flandres; b) não houve alargamento territorial com política agrária, mas sim conquistas territoriais com interesses comerciais; c) não houve apoio de qualquer potência; e) A organização da expedição de Vasco da Gama foi feita quase um século depois, contando com grandes somas de capitais privados.

Voltar a questão
Questão 2

Letra E. As demais estão erradas pelos seguintes motivos: a) o que houve nesses séculos foi a expulsão dos árabes da península, e os turcos não conquistaram Calicute; b) o tratado de Tordesilhas foi consequência e não razão da expansão, além de ter sido assinado apenas com a Espanha; c) não houve um Estado liberal e nem o interesse em novos mercados consumidores; d) o Estado foi centralizado e houve o fortalecimento da burguesia comercial.

Voltar a questão
Questão 3

Letra C. A dinastia de Borgonha consolidou-se no Condado Portucalense e impediu o fortalecimento da nobreza fundiária com a cobrança de impostos e o controle das terras pelo Estado que se centralizava. Além disso, a dinastia continuou a luta contra os mouros.

Voltar a questão
Questão 4

Letra D. A Batalha de Aljubarrota foi significativa para a centralização do poder de Estado em Portugal, quando o exército, estimulado pela burguesia comercial, derrotou os castelhanos.

Voltar a questão
Leia o artigo relacionado a este exercício e esclareça suas dúvidas
  • SIGA O BRASIL ESCOLA
Exercícios Brasil Escola